Feeds:
Posts
Comentários

image

Um comentário feito pelo jornalista Alexandre Garcia em uma rede de emissoras de rádio na semana passada está causando um tremendo mal-estar na Globo. O comentarista afirmou que os “53 milhões de eleitores” que votaram em Dilma Rousseff são “cúmplices” da corrupção na Petrobras, porque as denúncias envolvendo a estatal são conhecidas desde o início do ano. Na Globo, o comentário foi visto como agressivo, exagerado e inoportuno.

Jornalistas avaliam que a opinião de Garcia foi um “tiro no pé” e afeta a imagem da emissora mesmo não tendo sido feito na TV, afinal, ele é conhecido e só tem programete em rádio porque é “o Alexandre Garcia da Globo”. Em um momento de luta contra a queda da audiência, não ajuda em nada agredir 53 milhões de telespectadores.

O comentário mais comum nos bastidores da Globo é o de que esse tipo de opinião vai formando uma imagem de que a emissora só tem comentarista e apresentador raivoso de direita: Alexandre Garcia, Merval Pereira, Miriam Leitão e William Waack.

No rádio, Garcia comentava a prisão de Fernando Baiano e Adarico Negromonte pela operação Lava Jato. Ele lamentou ainda não ter saído a ordem de prisão do tesoureiro do PT. “Enquanto isso, é bom que se diga, de novo: 53 milhões de eleitores aprovaram tudo isso e 39 milhões de eleitores lavaram as mãos. Já estava tudo sabido pelos jornais, pelo rádio, pela televisão, desde janeiro, e depois na campanha política. Então, não me venham dizer que não são cúmplices”, afirmou.

Garcia foi ainda mais claro ao encerrar o comentário: “Nunca na história desse país houve tanta corrupção, e aprovada por 53 milhões mais 39 milhões de Pilatos, de cúmplices”. Na verdade, Dilma Rousseff teve 54,5 milhões de votos no segundo turno. Os outros 39 milhões a que ele se refere são algo próximo da soma dos que se abstiveram ou votaram nulo ou em branco.

No Bom Dia Brasil, telejornal em que atua na Globo, os comentários de Alexandre Garcia são bem mais amenos. Na últimas sexta (21), por exemplo, ele falou sobre o exibicionismo nas redes sociais e o impacto na violência.

Os comentários para o rádio são produzidos fora da Globo e distribuídos para várias dezenas de rádios de todo o país, entre elas a Itatiaia, de Minas Gerais, e a Estadão, de São Paulo. Postada no YouTube, a fala de Garcia teve quase 10 mil audições até a publicação deste texto, com um índice alto de comentários (63).

image

No terceiro episódio de ‘Eu que amo tanto’, Marjorie Estiano dá vida a Angélica, uma mulher de casamento estável, marido amável e dois filhos.

Mesmo com uma vida repleta de amor, ela não se sentia viva. A vida seguia com tranquilidade até o dia em que entrou em um ônibus e conheceu Cristiane (Paula Burlamaqui).

A sensação desconhecida a fez largar tudo para viver um grande amor, que, com o passar do tempo, começou a deixá-la insegura e ciumenta a ponto de ouvir vozes sobre traição. Porém, pior do que ser traída, era perder Cristiane.

A Marjorie Estiano visitou a redação do Fantástico na quinta-feira. A atriz, que estrela o único episódio da série que conta o amor entre duas mulheres, diz que já fez uma loucura por amor.

“Mexer no telefone era algo que era inaceitável para mim e eu já me vi mexendo no telefone. Acho isso vergonhoso. Eu tremia enquanto mexia no telefone”, conta Marjorie.

A atriz acredita que, quando o assunto é amor, é difícil achar um limite para as atitudes.
“A gente não sabe o nosso limite e só percebe depois que a nós já ultrapassamos esse ponto.”

image

Sucesso na TV na pele da da médium trambiqueira Samantha da novela “Alto Astral”, Claudia Raia está prestes a comemorar 30 anos de carreira e vai celebrar a data com um espetáculo musical ao lado dos filhos Enzo, de 17 anos, e Sophia, de 11. Mas mesmo com a carreira já consolidada como atriz, Claudia quer ir mais longe. Em entrevista à colunista Patricia Kogut do jornal “O Globo” deste domingo, a artista assumiu: quer seguir carreira como apresentadora.

“Me saio bem no ao vivo, gosto de conversar. Quero apresentar um projeto à emissora, algo no estilo da Hebe (Camargo)”, explicou Claudia, referindo-se à TV Globo, da qual é contratada.

Atriz já prepara revival ao lado de Jorge Fernando

Foi durante o seu primeiro musical que Claudia Raia e o diretor Jorge Fernando se conheceram, nos bastidores. De lá pra cá, 30 anos de amizade e de trabalhos juntos. Por este motivo, ele foi o escolhido para comandar uma parte do musical “Raia 30 anos”, que terá direção-geral de José Possi Neto e texto de Miguel Falabella e Silvio de Abreu.

“São os quatro homens da minha vida, que me fizeram chegar até aqui. Jorginho domina vários personagens e será importante nessa parte. Não quero uma colagem, mas uma memória revisitada de tudo o que fiz, com um olhar de hoje. Rimos muito lembrando das histórias e estamos suando para escolher o que entrará na peça”, explicou a atriz, que recentemente se desesperou ao ter que gravar uma cena com um sapo para a TV.

Claudia Raia confessa que mudou após pintar os cabelos de loiro

Depois de muitos anos com os cabelos escuros, Claudia Raia ficou platinada para viver Samantha. E confessou que gostou da transformação. “As loiras definitivamente têm o poder. Estou amando o novo visual”, comemorou.

Mas explicou que nem tudo são flores: “Não vou mentir: é um perrengue cuidar desse cabelo! Todos os dias faço escova e isso fragiliza. Meu cabelo é muito forte e o Wanderley Nunes (hairstylist) é incrível e absolutamente cuidadoso, mas loira desse jeito, tem que cuidar”.

image

Karina Bacchi posou só de biquíni para um clique no deserto do Atacama, no Chile, na manhã deste domingo. A atriz e apresentadora de TV mostrou o físico sarado, resultado da incorporação de hábitos fitness à rotina desde o início do ano.

“Sensações de dias de sol para um domingo cheio de luz e calor”, escreveu no Instagram a loira, que curte viagem no Chile e faz campanha de moda praia para a Cia Marítima.

A paulista, de surpreendentes 38 anos, adquiriu um corpo digno de musas fitness da internet como Bella Falconi e Gabriela Pugliesi, com musculação diária e alimentação saudável combinada com suplementação.

“Antes, eu tinha preguiça de malhar. Agora, acho até que estou viciada em musculação (risos)”, contou a atriz em entrevista recente ao EXTRA, e acrescentou: “Adquiri muita disciplina nos treinos e a isso atribuo o ganho de massa muscular e o meu corpo atual. As pessoas falam muito da definição do abdome, da definição… Fico feliz em ser referência de algo positivo, mas é importante praticar exercícios com um personal trainer e ter médico e nutricionista acompanhando tudo de perto para não errar”.

Com 11% de gordura corporal, ela conta que não se cansa de lutar pelo corpo saudável e pela estética fitness.

“Pela primeira vez na vida sinto vontade de ir malhar. E olha que faço seis vezes por semana de 45 minutos a uma hora!”, conta Karina Bacchi.
image

image

image

Dani Calabresa abriu o verbo em entrevista ao amigo Antônio Tabet para um programa na TBS. Sem saber que estava sendo gravada, a atriz criticou a estreia do marido, Marcelo Adnet, na Globo.

O primeiro trabalho do humorista no canal foi na série “O Dentista Mascarado”, fiasco de audiência e crítica. Durante o papo no “Kibe Show”, a loira contou ainda que teve momentos em que ficou frustada com seu trabalho no “CQC” e debochou de Celso Portiolli. Segundo jornal “Folha de S.Paulo”, a atriz disse que o apresentador do SBT tem cara de quem dobra a roupa antes de fazer sex0.

“Essa p*##@ tá ligada, né? Se você colocar isso no ar sem editar eu te mato”, disse ao desconfiar que estava sendo filmada. “Dá para ver minha celulite daí?”, perguntou enquanto a direção fingia testar a luz do cenário. “Quanta pergunta bosta, hein?”, reclamou ao repassar o texto.

Ao final do “ensaio”, o apresentador informou à humorista que o programa já havia sido gravado. Esse é o mote do projeto que estreia em 2015.

“Vai ao ar tudo o que eu falei? Por que não avisou que estava valendo? Eu nem murchei a barriga nenhuma vez, droga…”, brincou. “Espero que a sua bunda exploda na edição desse programa, que devia mudar de ‘Kibe Show’, para ‘Show do Cão’. Não se faz isso com os amigos.”

image

Nada como um dia após o outro. Em junho de 2013 Gugu Liberato deixou a Record sob o espectro da derrota.

Após ter sido contratado a peso de ouro, com salário em torno de 3 milhões de reais, teve o contrato rescindido por não atingir a audiência pretendida pela emissora.

Parecia ser o fim melancólico de uma carreira de três décadas na TV, na qual atingiu o auge de popularidade.

Silvio Santos abriu as portas para o retorno de seu pupilo. Surpreendentemente, Gugu não quis.

Ele preferiu dar tempo ao tempo e, numa jogada de mestre, articulou uma volta à Record. Agora não apenas na função de apresentador, mas também como produtor de conteúdo.

Gugu aproveita o momento delicado na emissora — audiência estagnada, corte de custos — para oferecer produções independentes. Para a Record sairá mais barato do que investir em atrações próprias.

Em fevereiro, o apresentador voltará ao vídeo nas noites de terças, quartas e quintas-feiras. O programa será transmitido ao vivo da GGP, a produtora de Gugu localizada em Alphaville, região de condomínios de luxo na Grande São Paulo.

Ele deverá assumir ainda a produção da próxima edição do reality rural A Fazenda, além de ter prioridade em ocupar outros horários que venham a ser disponibilizados no canal dos bispos.

Gugu, o apresentador descartado, dá lugar a Gugu, o parceiro todo poderoso. Uma volta por cima que poucos imaginaram ser possível.

O retorno à Record será também um resgate das origens do comunicador. Nada de formatos importados nem tentativa de inovação na linguagem.

O programa será uma reedição de seus maiores sucessos: gincanas com famosos, encontro de fãs com ídolos e o controverso quadro da banheira.

Ao conseguir novo espaço na Record, com mais poder do que antes, Gugu revelou-se estrategista e marqueteiro. Virou o jogo quando a partida já havia terminado.

Quem não se lembra do romance do latifundiário Bruno Mezenga (Antonio Fagundes) com a boia-fria Luana (Patrícia Pillar)? Relembre a novela ao som de “O Rei do Gado”, da Orquestra da Terra.

Vale lembrar que “O Rei do Gado” é a próxima novela do “Vale a Pena Ver de Novo” em substituição de “Cobras & Lagartos” em comemoração aos 50 anos da Globo. A notícia foi confirmada pela própria emissora. A previsão de estreia é para meados de janeiro!

Veja:

%d blogueiros gostam disto: