Ex-atriz do ‘Zorra Total’ que mostrou demais ao trocar biquíni comenta flagra

A atriz Clariane Caxito, que já participou do “Zorra Total”, comentou o flagra em que mostra demais ao trocar de biquíni em uma praia no Rio de Janeiro. Ela ficou surpresa com a repercussão das fotos, segundo entrevista dada ao Ego.

Foto: Thyago Andrade/Divulgação

“Não sabia dos cliques, nem percebi. Estava posando para uma loja de biquínis e pensei que não tivesse ninguém por ali, além da equipe que estava trabalhando comigo. Por isso troquei de biquíni daquele jeito na praia”, afirmou ao site. “Eram muitos biquínis, não tinha tempo de ir toda hora ao carro para trocar… Acabei mostrando demais, né? Tiraram a foto muito de perto, não gostei disso. Mas aconteceu, fazer o quê? Agora não tem mais jeito…”, lamentou.

Clariane falou do corpão que exibe nas imagens, afirmando que segue uma dieta rígida, diminuindo carboidratos e sem comer doces e frituras. Além disso, ela se dedica à musculação.

Dani Calabresa fala sobre traição do marido Marcelo Adnet

Dani Calabresa, que se prepara para voltar ao ar no novo Zorra Total, deu declarações em entrevista ao jornal O Globo sobre o episódio de traição do marido Marcelo Adnet.

(Foto: Divulgação)

Ela contou à publicação que sofreu muito com o caso, mas que superou. “Ele errou, sentiu que errou, quis me contar e me mandou um áudio ainda de madrugada. Todo mundo erra. Como você lida com o erro é o que faz a essência de cada um. Quando tem amor, vale a pena passar por cima de uma besteira”, respondeu a humorista.

Ainda na entrevista, Dani contou que o que mais a incomodou foi ter virado assunto em rodas de desconhecidos. “inguém tinha que ver, meu chefe não tinha que ver, ninguém tinha que julgar e achar que ele era vilão ou eu mocinha”, contou.

Ela ainda disse que ficou chateada com a repercussão e criticou jornalistas por terem dito que Adnet teria visto o fotógrafo, fato desmentido pelo ator. “Para conseguir clique, as pessoas mentem em cima da dor de outras de uma forma horrorosa”, concluiu.

Dani Calabresa, confirmada no novo ‘Zorra Total’

A humorista Dani Calabresa acertou contratação com a Globo, para onde vai depois de deixar o ‘CQC’, da Band. Segundo o Uol, Calabresa foi confirmada no novo ‘Zorra Total’, que estreia uma nova fase reformulada a partir do dia 2 de maio. O contrato foi assinado nesta segunda-feira (12).

Foto: Kelly Fuzaro/TV Globo

Inicialmente, o vínculo de Calabresa com a Globo será de um ano. Além da Dani Calabresa, Rodrigo Sant”anna, Paulo Silvino, Athayde Arcoverde, Fabiana Karla, Agildo Ribeiro, Mariana Santos, Nelson Freitas, Antonio Pedro, Nando Cunha, Débora Lam, George Sauma, Candido Dam e Isio Ghelman também estão certos no novo “Zorra Total”. A direção será de Maurício Farias. Calabresa deixou o “CQC” no dia 29 de dezembro em decisão de comum acordo com a Cuatro Cabezas, produtora do programa.

A “Total Zorra” chega ao fim

Zorra Total - Programa Humorístico ?

O programa “Zorra Total” estaria com os dias contados na programação da Rede Globo. Segundo o colunista Leo Dias, o humorístico, que está no ar desde 1999, deve chegar ao fim em 2015.

Nos bastidores do programa, acredita-se que as gravações se encerram já agora em dezembro, mas a atração será exibida até o fim de março – época em que a Globo tradicionalmente apresenta as novidades para o ano de 2015.

Com esta mudança, o horário do “Zorra Total” aos sábados seria ocupado pelo “Altas Horas”. Já era um desejo de Serginho Groisman que seu programa começasse mais cedo.

 

Hoje no ZORRA TOTAL – 24/11/2012: Concurso ‘Trem Voz’ agita os passageiros do Metrô Zorra Brasil

No episódio de Zorra Total que a Rede Globo exibe neste sábado, dia 24, a partir das 22h (horário de Brasília), uma seleção musical vai agitar o Metrô Zorra Brasil. 

O concurso ‘Trem Voz’ agita os passageiros do Metrô Zorra Brasil. No comando do programa, o apresentador Quiabo Leifert (Jefferson Schroeder) chama ao palco Carretel (Nelson Freitas), Lucicreide (Fabiana Karla), Salsichão (Ataide Arcoverde), Tetê P.M. (Mariana Santos) e outros candidatos para avaliação dos jurados e ídolos musicais Angolinos Brown (Romeu Evaristo), Claudia Azeite (Cristiana Pompeo), Danibelo (Marcos Veras) e Juju Santos (Renato Rabelo). O dia decisivo vai levantar um embate além do talento vocal.

Ainda neste sábado, Adelaide (Rodrigo Sant’anna) precisa da ajuda dos colegas de vagão para arrecadar fundos para sua autobiografia. A filha Brit Sprite (Isabelle Marques) a ajuda na missão de atrair financiamento anunciando algumas histórias inusitadas da mãe que serão eternizadas na obra. O programa vai ao ar logo após a novela ‘Salve Jorge’.

Especial sobre Chico Anysio será reprisado no lugar do “Zorra Total”

Chico Anysio grava como o professor Raimundo no "Zorra Total" (setembro/2011)

Chico Anysio grava como o professor Raimundo no “Zorra Total” (setembro/2011)

A Rede Globo vai reapresentar neste sábado (24) o especial “Chico & Amigos” no lugar do “Zorra Total”. O programa foi o último gravado pelo humorista Chico Anysio que faleceu nesta sexta após três meses internado no hospital Samaritano, zona sul do Rio, em razão da falência de múltiplos órgãos.

No especial, exibido em 2009, Chico interpreta personagens que marcaram sua carreira como Tavares, Azambuja, Pantaleão, Haroldo, Quem-Quem, Coalhada, Bento Carneiro, Justo Veríssimo, Popó, Gastão, Urubulino, Painho, Salomé, Santelmo, Bozó, Silva, Nazareno e Professor Raimundo. O programa tem direção geral de Maurício Sherman e autoria de Gugu Olimecha, Daniel Adjafre, Paulo Cursino e Nani.

A trama se passa no navio “Ventos Anysios”, onde o humorista faz um show e são comemorados os 57 anos da Escolinha do Professor Raimundo. Desta vez, a turma é formada por alunos diferentes: os personagens interpretados por Chico.

Estão no programa, Carol Castro, Juliana Alves, Ellen Roche, Totia Meirelles, Alexandre Borges, Karina Ferrari, Christovam Netto, Juliana Didone, Dira Paes, Milton Gonçalves, Orlando Drummond, Lima Duarte, Lug de Paula, Flavio Migliaccio, Nizo Netto, Ataide Arcoverde, Bianca Byingto, Edson Celulari, o jogador de futebol Júnior, entre outros.

O especial é dividido em duas partes. Na primeira, os personagens interpretados por Chico Anysio, seus familiares e amigos protagonizam cenas inusitadas dentro do navio. Na segunda, após o show do humorista, o telespectador pode acompanhar a escolinha do Professor Raimundo com estudantes que remetem a grandes sucessos do ator.

“Chico & Amigos” vai ao ar logo após a reapresentação do último capítulo de “Fina Estampa”.

Com informações do UOL Televisão.

Urgente: Morre no Rio de Janeiro o humorista Chico Anysio

 

Morreu nesta sexta-feira (23), aos 80 anos, o humorista Chico Anysio. Ele estava internado no Hospital Samaritano, na Zona Sul do Rio, havia três meses. Ao longo de seus 65 anos de carreira, Chico Anysio criou mais de 200 personagens e foi um dos maiores humoristas do Brasil com destaque no rádio, na TV, no cinema e no teatro (abaixo, nesta reportagem, relembre sua trajetória). Ele deixa oito filhos.

Anysio apresentou uma piora nas funções respiratórias e renal na quarta-feira (21) e voltou a respirar com ajuda de aparelhos durante todo o dia. Ele estava no CTI do hospital carioca desde 22 de dezembro do ano passado por conta de um sangramento. O comediante chegou a ter o problema controlado, mas apresentou uma infecção pulmonar e retornou à internação. Ele seguia em sessões de fisioterapia respiratória e motora diariamente, somadas a antibióticos.

O ator também já foi submetido a uma laparotomia exploradora, procedimento cirúrgico que serve para revelar um diagnóstico. Essa cirurgia fez com que Chico Anysio tivesse um segmento de seu intestino delgado retirado.

No final de 2010, ele foi levado ao mesmo hospital com falta de ar. Após uma obstrução da artéria coronariana ser encontrada, passou por uma angioplastia, procedimento para desobstrução de artérias. Após 110 dias, teve alta em março do ano passado.

Com fortes dores nas costas, o humorista foi novamente internado em novembro. Ficou no hospital durante cinco dias, para receber medicação intravenosa devido a problema antigo nas vértebras que provocava dor. No fim de novembro, teve febre e os médicos descobriram uma contaminação por fungos, tratada com antibióticos. No começo de dezembro, retornou ao hospital com infecção urinária e ficou internado por 22 dias. Um dia depois, voltou ao Hospital Samaritano.

Nos momentos mais críticos, quando esteve no hospital entre dezembro de 2010 e março de 2011, Chico necessitou da ajuda de aparelhos para respirar e se comunicava com médicos e familiares por meio de mímica. Durante o período pós-operatório, houve o diagnóstico de um tamponamento cardíaco, que acontece quando o sangue se acumula entre as membranas que envolvem o coração (pericárdio).

Durante o período de internação, que alternou momentos no CTI e em unidades intermediárias, Chico Anysio apresentou quadros de pneumonia e passou por sucessivas broncoscopias. As infecções foram tratadas com uso de antibióticos.

Rádio e TV
Foi no Rádio Guanabara, ainda nos anos 50, que os seus tipos cômicos começaram a surgir. Até o “talento para imitar vozes”, como o proprio Chico descreveria em seu site, evoluir para a televisão. A estreia aconteceu em 1957, na extinta TV Rio, no programa “Aí vem dona Isaura”. Foi lá que o Professor Raimundo teve sua primeira aparição no vídeo, como o tio da protagonista que vinha do Nordeste — até então o programa só havia sido veiculado pelo rádio.

“Até tinha uma coisa de sentar para criar, mas uns nasceram pela voz, outros pelo tipo, pela personalidade, pela caracterização. Sempre fiz questão de que eles fossem encontrados sem que eu estivesse presente. Que alguém dissesse: “‘Na minha terra, tem um Pantaleão. No Rio tem muito Azambuja’”, explicou o humorista ao “Estado de S. Paulo”, em 2009.

Num tempo em que ainda não existiam contratos de exclusividade, Chico pôde fazer participações especiais em programas de outras emissoras e em chanchadas da Atlântida.
O “Chico Anysio Show”, seu primeiro programa de humor, foi lançado no início da década de 60. Foi ao ar pela TV Rio, depois pela Excelsior e em 1982 voltou a ser exibido pela Rede Globo — onde o humorista já trabalhava desde 1969.

Mas foi na Globo que teve seus programas humorísticos de maior sucesso e onde desenvolveu a maioria de seus personagens. Entre as atrações, destaque para “Chico city” (1973-1980), “Chico total” (1981 e 1996) e “Chico Anysio show” (1982-1990).

Alguns desses personagens quase que se misturam à história da televisão brasileira, como o ator canastrão Alberto Roberto, o pão-duro Gastão Franco, o coronel Pantaleão, o pai-de-santo Véio Zuza, o velhinho ranzinza Popó, o alcoólatra Tavares e sua mulher Biscoito (Zezé Macedo) e o revoltado Jovem.

Com o passar dos anos, novos tipos eram criados e incorporados ao programa: o funcionário da TV Globo Bozó, que tentava impressionar as mulheres por conta de sua condição; o mulherengo e bonachão Nazareno, sempre de olho nas serviçais; o político corrupto Justo Veríssimo; e o pai de santo baiano e preguiçoso Painho são alguns dos mais populares.

Apresentada como quadro em outros programas desde a década de 1980, a “Escolinha do Professor Raimundo” tornou-se uma atração independente em 1990. No ar até 2002, o humorístico lançou toda uma geração de comediantes. Entre os “alunos” revelados pelo “professor Chico” estão Claudia Rodrigues, Tom Cavalcante e Claudia Gimenez.

Chico também atuou em novelas e especiais da Globo, como “Pé na jaca” (2007), “Sinhá Moça” (2006), “Guerra e paz” (2008) e “A diarista” (2004). Chico Anysio também teve um quadro fixo no Fantástico por 17 anos (de 1974 a 1991), e supervisionou a criação no programa “Os Trapalhões” no início dos anos 90.

G1

%d blogueiros gostam disto: