Vera Fischer mostrou que não liga para as críticas após aparecer sem maquiagem

vera

Vera Fischer mostrou que não liga para as críticas após aparecer sem maquiagem em um aeroporto do Rio de Janeiro na última semana. No último domingo (15), a atriz apareceu feliz da vida ao posar com amigas.

No twitter, Vera Fischer é comparada a Amy Winehouse

https://i2.wp.com/f.i.uol.com.br/f5/geral/images/11209490.jpeg

Depois do anuncio sobre Vera Fischer  internada em uma clínica de reabilitação na terça-feira (27) no Rio, o nome da atriz virou destaque nos TT’s (trending topics), no twitter.

De acordo com informações do jornal  Folha de São Paulo, a maioria dos comentários compara a artista com a cantora Amy Winehouse, que abusava do consumo de drogas e álcool e foi encontrada morta no último sábado, em sua casa.

Força para ela, né?

Vera Fischer volta às novelas em Insensato Coração

FAMOSIDADES

Vera Fischer voltará às novelas em breve. Segundo o jornal “O Dia”, a atriz vai fazer parte do elenco de “Insensato Coração”. A loira aceitou o convite para viver a personagem Catarina Diniz, amor do passado de Teodoro (Tarcísio Meira) no folhetim de Gilberto Braga. O casal se reencontra e resolve recuperar o tempo perdido a partir do dia 16 de abril. O último trabalho de Vera na televisão foi na minissérie “Afinal, O Que Querem as Mulheres?”, em 2010. A atriz também está no ar na reprise de “O Clone”, no “Vale a Pena Ver de Novo”.

Essas informações são do site Famosidades

Essa nem Freud explica!

Boa tarde leitores do CTV, eu Jarson Barbosa estou de volta depois de longos 6 meses afastado do O Canal TV.

Forte abraço para todos.
@jarsonbarbosa

zoeira

Responsável por grandes obras na TV, como “Hoje é dia de Maria”, “A Pedra do Reino” e “Capitu”, Luiz Fernando Carvalho inova com a contemporânea “Afinal, o que querem as mulheres?”

Com um elenco de estrelas, a nova série da Globo, que estreia nesta quinta-feira, após “Clandestinos”, curiosamente aposta em um nome desconhecido do público para o papel de protagonista. Michel Melamed interpreta o jovem escritor e psicólogo André Newmann, obcecado por responder a pergunta formulada, e nunca elucidada, por Sigmund Freud, o criador da psicanálise: “Afinal, o que querem as mulheres?”.
Para concluir a pesquisa para sua tese de doutorado, ele se arrisca em perigosos territórios, como salões de beleza, clubes e sex shops, colhendo depoimentos das mais diversas mulheres. Sua dedicação ao estudo é tanta, que acaba por afastá-lo de sua mulher, a artista plástica Lívia (Paola Oliveira), namorados há cinco anos.
Ainda apaixonado e sofrendo a perda, o psicólogo procura aconchego no colo de sua supermãe, Celeste (Vera Fischer), que se multiplica em diversas facetas e personalidades, sempre amando seu filhote incondicionalmente.
Se André não conseguiu compreender seu grande amor, Lívia, o mesmo não se pode dizer das mulheres. Mas, a publicação de seu trabalho se torna um best-seller e não é que ele fica famoso? Aparentemente, conquistou o impossível: decifrou o feminino!
Ainda desconcertado com tantas mudanças, mais uma reviravolta acontece com André. Sua vida e sua tese se transformam em um seriado de TV estrelado por nada mais nada menos do que Rodrigo Santoro (Rodrigo Santoro)! Em um intenso e desastrado laboratório, o ator passa a perseguir o escritor, como seu verdadeiro duplo. O embate entre o que é representação e o que é realidade vai gerar muitas confusões para André.
Outro destaque da trama é a participação de Maria Fernanda Cândido. Sua personagem, Monique, é uma intelectual que foge do casamento e considera a leitura do feminino feita por Freud ultrapassada, já que as mulheres histéricas, que não sabiam dar nome a sua sexualidade e aos seus sofrimentos, supostamente não existem mais.
Para o papel, a atriz mudou radicalmente o visual. Adotou peruca de cabelo curto e usa até óculos. Mas, por trás da “carapuça”, Monique revela-se uma onça na cama, mas não dá chance a um relacionamento profundo. É ocupada demais!

Dudu leva motorista e babá para depor contra Bombom

Mais um capítulo da novela Bombom x Dudu Nobre.

A gente sabe que não é por qualquer motivo banal que uma mãe perde a guarda dos filhos.

No meio artístico, dois casos anteriores ao de Adriana Bombom foram o de Vera Fischer e de Giulia Gam.

Duas testemunhas foram importantes para levar a Justiça a decidir que Bombom perderia a guarda de Olívia, de 8 anos, e de Thalita, de 7.

Dudu Nobre levou o motorista e a babá para testemunharem contra a ex-mulher.

O motorista contou detalhes sérios sobre a vida da dançarina.

Por: Fabíola Reipert, R7

%d blogueiros gostam disto: