Caberá ao Bacci mostrar o seu valor e demonstrar que houve acerto na sua contratação

ta na tela

Se tem que mexer, alterar alguma coisa que não está funcionando bem, também na televisão, é melhor que isso aconteça o mais rapidamente possível, como fez a Band ao decidir acabar com o “Tá na Tela” no final deste mês.
A solução encontrada, por acaso, foi aquela sugerida neste espaço, que é a de colocar o Luiz Bacci no “Café com Jornal”, bem longe do Datena, para evitar o mais do mesmo. Houve, como se constata, o reconhecimento e a correção de um erro estratégico.

A partir de janeiro, no horário da manhã, que já é conhecido dele dos tempos de SBT e Record, caberá ao Bacci mostrar o seu valor e demonstrar que houve acerto na sua contratação.

E será, com toda certeza, outra parada difícil. Por ali, já de algum tempo, as principais concorrentes travam uma briga interessante por audiência, entre o que existe de aparelhos ligados nesta faixa. Isso é uma coisa…

Tá na Tela e Pânico fazem cobertura especial do enterro de Roberto Bolaños

BAND

O programa “Pânico” deste domingo (1), na Bandeirantes, será dedicado ao humorista Roberto Gómez Bolaños, criador de personagens como Chaves e Chapolin, morto na última sexta-feira (28) aos 85 anos.

Além de exibir matérias produzidas por aqui, o “Pânico” enviou ao México o repórter Vesgo, Rodrigo Scarpa, para realizar entrevistas e acompanhar a repercussão da morte do artista.

No seu Instagram, Vesgo postou algumas imagens e mensagens lamentando a morte do intérprete de Chaves. “Meu grande sonho era entrevistá-lo”, contou.

De acordo com informações da Band, não haverá ninguém do “CQC” no México para acompanhar o funeral de Bolaños, mas, além do “Pânico”, a emissora também vai enviar uma equipe do “Tá na Tela”, de Luiz Bacci.

Consultadas, Globo e Record ainda não responderam como será o seu esquema de cobertura.

“Ta na Tela” registra excelente audiência nesta quinta feira (20)

download (2)

O programa “Ta na Tela da Band” exibido pela Band na tarde desta quinta feira (20) conseguiu apresentar um grande crescimento em sua audiência e cravou o quarto lugar isolado no ibope com o seu melhor resultado desde a sua estreia.

O programa vespertino comandado por Luiz Bacci marcou segundo dados preliminares do ibope 4,0 pontos de média e chegou a picos de 5,7 pontos na Grande São Paulo.

No confronto direto a Rede Globo liderou na média com 10,3 pontos, o SBT ficou na vice liderança com uma média de 6,9 pontos e a Rede Record ficou em terceiro lugar com 5,2 pontos de média.

Vale lembrar que os números aqui postados são índices prévios e que podem sofrer alterações nos consolidados, que são divulgados pelo ibope no dia útil seguinte. Cada ponto na capital paulista equivale e 65.300 domicílios.

%d blogueiros gostam disto: