SOBRE AMANDA MOSTRAR O SEIOS , FERNANDO GARANTE QUE NÃO OLHOU

SEIOS bbb

O pulo de topless de Amanda na piscina, na tarde desta quarta-feira (18), chamou atenção de todos os confinados do “BBB 15”. Menos de Fernando. Pelo menos foi o que o brother disse.

Na cozinha, Mariza perguntou ao empresário sobre o pulo da sister sem a parte de cima do biquíni: “Você estava lá fora na hora da ‘biqueta’?”.

Ao que o fortão respondeu: “Eu estava sentado lá fora. Nem fiquei olhando muito”.

Cézar escutou o diálogo e brincou com Fernando: “Já viu, né?”.

Rafinha Bastos desabafa sobre Tas: “não piso onde aquele filho da p*** pisa”

Humorista foi questionado por um convidado sobre o seu retorno ao ‘CQC’

O humorista Rafinha Bastos gravou um DVD no último domingo (16) e causou a maior polêmica. Ao terminar as filmagens, ele abriu perguntas para plateia. Um dos convidados, então, o questionou sobre uma possível volta ao ‘CQC’, ao qual ele deixou em 2012, após fazer uma piada com Wanessa Camargo.

tass

“Eu sei que não parece a decisão mais inteligente, mas eu devo muito a algumas pessoas de lá. Mas eu não piso onde aquele filho da p*** do Marcelo Tas pisa. Ele não foi justo comigo. Com ele, não volto pra lá. Ele não é tão filho da p***, mas foi naquela ocasião”, disse ele, segundo informações do jornal ‘Diário de São Paulo’.

A ocasião a que ele se referiu foi justamente no período em que fez a piada com Wanessa, o que resultou em sua demissão do humorístico da Band. De acordo com a publicação, um outro convidado lembrou que Marcelo Tas vai deixar o programa. Foi aí que Rafinha explicou: “ainda não sei se vou topar. Mas, devo muito ao pessoal do ‘CQC’, se eles precisarem de mim eu vou”.

 

Aguinaldo Silva, sobre ‘Fina Estampa’: ‘Seria bom se tivesse um infarto e não precisasse escrever mais’

Aguinaldo Silva está escrevendo os nove últimos capítulos de “Fina Estampa”… E já está de saco cheio. O dramaturgo foi ao Twitter, na manhã desta quinta-feira (23), reclamar do trabalho.

“Ai, como seria bom se eu tivesse um infarto e não precisasse escrever nem mais um capítulo… Mas ainda faltam nove!”, postou Aguinaldo, que quer “cair na gandaia” assim que terminar de escrever o folhetim.

“É por isso que estou à beira da cova: trabalho 36 horas por dia em ‘Fina Estampa’ desde abril! Também, quando terminar, é cair na gandaia… Qual gandaia? Viajar, ler, ver as últimas novidades em Blu-Ray, lançar o concurso de roteiros… E pensar em próximos trabalhos, é claro”, escreveu.

Antes de tocar novos projetos, Aguinaldo promoverá uma festa daquelas. “Mas antes vou dar uma senhora festa pra todos que participaram de ‘Fina Estampa’, dia 17 de março, lá na Locanda della Mimosa”, acrescentou.

As informações são do Yahoo

João Emanuel Carneiro inventa protagonista dúbio em “A Cura”

João Emanuel Carneiro, autor de "A Cura" e "A Favorita", em livraria de Ipanema, na zona sul do Rio de Janeiro

Aos nove anos, o autor João Emanuel Carneiro passou um mês na cidade mineira de Diamantina. Ficou impressionado.

“Minha mãe foi do Iphan [Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional]. Eu viajava sempre com ela. Dali, ficou marcado em mim a coisa do não dito, do velado”, explica o autor à Folha em café de livraria carioca.

Essa atmosfera mística está em “A Cura”, minissérie gravada na cidade e coassinada por Marcos Bernstein.

Para os órfãos de “A Favorita”, novela dele de 2008, Carneiro volta a criar uma trama centrada na incerteza acerca do caráter de um protagonista. Neste caso, trata-se de Dimas (Selton Mello), um médico com dons curativos que volta à cidade natal depois de, ainda menino, ter levado a culpa por um incidente que matou um colega.

“Tudo gira em torno da dubiedade dele, entre matar e curar”, explica. “A ideia é antiga, sempre quis contar a história de um curandeiro e mexer com o fantástico no imaginário brasileiro.”

Há, também, uma história paralela, enigmática, do século 18: a de um cruel antepassado de Dimas que encontra, ele também, um curandeiro em seus dias.

As referências, explica, não têm a ver com religião. “Não segui manuais religiosos. A série é uma grande pergunta, não uma resposta.” Mas dá a dica: “Parte da ideia vem de histórias que minhas tias-avós de Varginha me contavam”.

NA TV
A Cura – Estreia da série em nove capítulos
QUANDO: hoje, às 22h30, na Globo
CLASSIFICAÇÃO: não informada

Por: Clarice Cardoso

Folha.com

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: