Produção de “remakes” deve observar certos cuidados

Foto: Divulgação/TV Globo

Baseado no sucesso de “Ti Ti Ti”, que ontem teve o seu último capítulo exibido, e na repercussão da reapresentação de “Vale Tudo” no canal Viva, alguns já defendem a tese que a Globo deve continuar investindo no “remake” dos seus grandes sucessos.

Na verdade, ninguém tem nada contra e isso até pode acontecer, entre tantos bons motivos, porque o público de hoje não é necessariamente o do passado. Há uma renovação constante.

Só que será necessário usar de certos cuidados. Se agora já temos um canal de reprises, é importante que se estimule cada vez mais a criatividade dos nossos autores e não faltem incentivos para o aparecimento de novos valores.

De vez em quando, tudo bem, mas que isto não se transforme em uma regra.

Matéria escrita por Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery

%d blogueiros gostam disto: