Hoje em REI DAVI – 30/11/2012: O exército de Absalão começa a perder

O exército de Absalão começa a perder. Ele observa de longe e começa a ficar assustado. Paltiel e Joabe se encontram no campo de batalha. Por alguns momentos, parece que o general de Davi vai levar a pior. A luta dos dois continua violenta, mas Joabe se mostra mais habilidoso e consegue matar Paltiel. Cansado após a batalha, Joabe logo é desarmado por outros soldados. Quando vai ser morto, o general é salvo por algumas flechas que derrubam os inimigos. Joabe se aproxima do soldado que atirou as flechas e percebe que é Raquel. O general pergunta o que a filha faz por ali, quando ela pede que ele se abaixe rapidamente. Ela mata outro soldado que quase acerta um golpe em seu pai. Joabe fica pasmo, ainda em choque e ri quando a filha o incentiva a batalhar. Eles partem para cima dos inimigos. Tirsa sabe que Ziba mentiu sobre Mefibosete e o ameaça. Abiatar leva alguns mantimentos para Mefibosete e fica impressionado com a fidelidade do homem, que preferiu voltar às ruas a ficar no palácio ao lado do homem que traiu Davi. Husai diz a Natã que não pode mais ser um sacerdote. Absalão percebe que a batalha está praticamente perdida e decide fugir a cavalo. Itai o vê e vai atrás. Absalão cavalga a toda velocidade, quando de repente, fica preso pelos cabelos em uma árvore. Pendurado, fica desesperado. Itai se aproxima, mas não sabe o que fazer. Joabe chega em seguida e pergunta porque Absalão ainda está vivo. Itai explica que Davi ordenou que não fizessem nada contra seu filho. Furioso, Joabe pega sua lança e crava com toda a força no peito de Absalão, que agoniza até morrer. Bate-Seba conta a Davi que foi Allat quem salvou Salomão das mãos de Mical. Se conseguir retornar a Jerusalém, ele promete punir sua primeira esposa. Um shofar toca ao longe. Davi sabe que esse é o sinal de Joabe avisando sobre o fim da guerra. Ele fica ansioso. O corpo de Absalão é jogado em uma cova funda. Joabe e Itai observam o homem ser enterrado e trocam um olhar cúmplice. O ferreiro sabe que não pode contar nada, mas apoia Joabe. O general pede que Jonadabe dê as boas notícias para Davi. O ungido de Deus fica em choque ao saber que perdeu mais um filho. Ele caminha desnorteado e começa a chorar, desesperado. Davi grita de dor. Na tenda, Joabe se aproxima de Davi e afirma que todos os soldados foram humilhados. Depois que deram o sangue para salvar o povo, se sentem culpados porque o rei chora pela morte do filho que se tornou inimigo. Davi só ouve, sem reagir. Firme, Joabe afirma que Davi estaria mais feliz se Absalão, o traidor, estivesse vivo enquanto todos os seus soldados fossem mortos em batalha. Davi sai da tenda, acompanhado por Joabe. Com um semblante melhor, conformado, ele motiva todos os soldados e afirma que o grupo deve retornar para Jerusalém. Os homens gritam eufóricos e comemoram, felizes. Aitofel fica assombrado ao saber que Absalão morreu. Mical fica apavorada ao descobrir que Davi está voltando. Aitofel arruma a casa meticulosamente. Em seguida, prepara uma corda de couro e amarra no teto. Ele se enforca. Mefibosete ouve a festa da chegada de Davi e se aproxima. Tirsa fica aliviada ao vê-lo. Ele vai até Davi e conta que foi enganado por Ziba. O servo logo se aproxima. Como não sabe quem fala a verdade, Davi decide dividir as terras de Saul entre os dois. Mefibosete afirma que Ziba pode fica com tudo, afinal, para ele só importa a paz após o retorno do rei. Ele vai se retirar, digno, mas Davi pede que espere. O rei afirma que sempre soube da idoneidade de Mefibosete, que não se importou em perder as posses. Ele devolve tudo ao filho de Jonatas e ordena que os guardas segurem Ziba. Davi decide baní-lo da cidade. Além disso, decide que Ziba terá de mendigar para sobreviver. Husai conta a Tamar que era espião do rei. A jovem descobre que Absalão morreu na batalha e começa a se culpar. Husai a tranqüiliza. Tamar repara que ele não usa mais o turbante. Ele revela que deixou de ser sacerdote em nome do amor que sente por Tamar. Os dois se declaram e o beijo acontece. Mical tenta enganar Davi, mas ele afirma que não acreditará em nenhuma mentira. Ele conta que todo o povo já sabe sobre sua traição com Absalão. Allat e Bate-Seba se aproximam. Mical tenta se defender, mas Davi exige que ela se cale. Primeiro, ele dá a sentença para Allat. Depois de tanto sofrimento, além de ter salvo Salomão, a mulher receberá ouro suficiente para viver confortavelmente pelo resto de seus dias. Davi destaca que Allat pode viver em Israel, desde que adore somente a Deus. Ela afirma que deixou a feitiçaria de lado e adorava apenas o Deus dos hebreus há algum tempo. Davi se dirige a Mical e dá a sentença. Assim como as outras concubinas que o desonraram, ele a condena a ficar confinada no palácio até a morte. Além disso, como todas as traidoras, Mical será proibida de ver o rosto de qualquer pessoa. Ela grita, enquanto é arrastada pelos guardas. Davi sonha com um grande templo para a Arca da Aliança. Enquanto toca sua harpa, ele pergunta a Deus quem será o próximo rei. Salomão é ungido por Natã. Futuramente, ele será rei. O tempo passa. Na prisão, Mical enlouquece. Husai e Tamar se casam. Mefibosete já consegue caminhar bem utilizando muletas. Grávida de nove meses, Raquel se mostra muito feliz ao lado do companheiro. Joabe e Tirsa brindam, felizes. Davi e Bate-Seba declaram o amor que sentem um pelo outro. O tempo passa e Davi envelhece. Deitado em seu leito, ele se despede de Bate-Seba. Salomão, adulto, se aproxima do pai e também se despede. Bate-Seba observa, emocionada. Davi entrega sua coroa ao filho, que promete reinar com justiça, segundo as leis de Deus. Bate-Seba abraça o filho. Salomão beija o rosto de Davi e segura sua mão. O ungido de Deus morre em paz.

Hoje em REI DAVI – 29/11/2012: Tamar se aproxima de Absalão

Tamar se aproxima de Absalão, que é ovacionado por seus seguidores. Ela percebe que Husai ficou na cidade e o questiona. Embaraçado, já que não pode contar seu segredo, o sacerdote mente que resolveu ficar ao lado de Absalão. Irritada, ela se afasta de Husai, acreditando que ele é um traidor. Absalão diz à irmã que pode conversar quando chegarem ao palácio. Na estrada, Davi é apedrejado por alguns homens, que o amaldiçoam. Sentado no trono, Absalão recebe Husai. Ele estranha o fato de o sacerdote não ter seguido Davi. Husai utiliza uma justifica plausível e consegue enganar o rapaz. Aitofel afirma que Absalão deve se deitar com todas as concubinas de Davi. Essa é uma demonstração de poder que marcará a tomada do trono. Husai fica chocado, mas disfarça. Nesse instante, Mical se aproxima de Absalão e se oferece para fazer o que for necessário para consolidar seu reinado. O jovem troca olhar com Aitofel. Os dois parecem ter a mesma ideia. Absalão e Mical dormem juntos. Após ouvir alguns boatos, Joabe explica para Davi como a conspiração começou. Mefibosete passa a noite na rua. A comitiva de Davi sofre bastante com a escassez de alimentos. Tamar tenta fazer com que Absalão mude de ideia, mas ele continua firme em sua decisão. Chorosa, Tirsa pergunta a Joabe porque não teve permissão para voltar até a cidade para buscar Mefibosete. Decidida, ela afirma que retornará para Jerusalém. Joabe a segura e os dois ficam muito próximos. Eles se encaram e o beijo acontece. Aitofel diz a Absalão que mandou espalhar a história que Mical e as concubinas de Davi já se deitaram com o novo rei. O conselheiro pede permissão para escolher doze mil homens que perseguirão Davi. Husai fica aflito, mas disfarça. Aitofel revela que apenas Davi será morto, pois todos os outros deverão ser trazidos de volta para servir apenas a Absalão. Sozinho, Davi pede a Deus que ajude Husai a protegê-lo da ira de seu filho e Aitofel. Absalão percebe a seriedade do sacerdote e pergunta sua opinião sobre o plano. Husai se lembra que Davi o aconselhou antes da partida. Ele se enche de coragem e afirma que o plano de Aitofel não é bom. Ele destaca que Davi é um homem da guerra e, por isso, provavelmente está prevendo um ataque. Husai diz que o ungido de Deus deve estar escondido em outro local. Aitofel se irrita ao ser contrariado. O sacerdote afirma que Absalão deve reunir o maior exército que conseguir, para liderar o grupo pessoalmente em busca de Davi. Ele toca na vaidade de Absalão, que gosta do plano. O novo rei decide comprar a ideia de Husai, que fica feliz e aliviado, enquanto Aitofel fica revoltado. O sacerdote conta tudo a Abiatar. Tirsa fica tímida após o beijo do general. Joabe a faz se sentir uma mulher digna e pede sua mão em casamento. Abiatar diz a Davi que o rio Jordão deve ser atravessado o mais rápido possível para que consigam se fortalecer antes do ataque de Absalão. O ungido de Deus decide que devem partir. Como são muitas pessoas, a travessia do rio dura uma noite inteira. Davi encoraja todo o grupo, que está muito debilitado. Paltiel fica furioso ao saber que Mical dormiu com Absalão. O filho de Davi se reúne com seus soldados e se prepara para o ataque. Aconselhado por Joabe e Itai, Davi decide não participar da batalha. Ele pede apenas que não façam nada contra Absalão. O general não gosta, mas disfarça. Josias encontra Allat e a leva até Bate-Seba. Absalão se aproxima do campo de batalha, acompanhado de seus soldados, e percebe os homens de Davi chegando. O rapaz percebe a ausência do pai e fica incomodado. Pronta para a batalha, Raquel se mistura aos homens de Davi. Os exércitos se chocam e começa a luta.

Hoje em REI DAVI – 28/11/2012: Davi perdoa Absalão

Davi perdoa Absalão. Os dois se abraçam, emocionados. O rei pede que Aitofel prepare um jantar especial. Absalão e o conselheiro trocam um olhar de cumplicidade. Sozinho, Mefibosete treina andar de muletas. Ele se equilibra um pouco melhor, mas logo cai. Ele se levanta com grande dificuldade e tenta de novo. Raquel se aproxima, mas observa sem ser vista. Mefibosete volta a cair. Ele se levanta e faz um grande esforço. Mefibosete consegue dar um passo, mas cai novamente e começa a chorar, decepcionado consigo mesmo. Raquel se mostra e decide ajudá-lo. Mefibosete pensa em desistir, mas a moça o incentiva. Ele toma coragem e consegue dar um passo. Raquel fica entusiasmada, quando Mefibosete tenta dar outro passo, mas acaba perdendo o equilíbrio e vai cair. Raquel tenta segurar Mefibosete, mas não consegue e ainda cai por cima dele. Os dois se olham e começam a se aproximar. Mefibosete teme rejeição, mas Raquel se aproxima ainda mais e os dois se beijam. Aitofel diz a Absalão que Paltiel irá colaborar no plano para derrubar Davi. O soldado explica que reuniu um bom número de pessoas que estão insatisfeitas com o líder atual. Absalão começa a receber os indivíduos que chegam à cidade e mente que Davi não pode receber ninguém. Joabe se aproxima de Tirsa e pergunta por Raquel. Ela revela que a jovem está com Mefibosete. O general faz questão de demonstrar sua insatisfação e Tirsa percebe que Joabe está sendo preconceituoso. Para não discutir, o general decide ir embora. Tirsa fica indignada. Mefibosete e Raquel saem do beijo. Os dois ficam sem graça, quando Joabe chega e vê sua filha por cima de Mefibosete. Irritadíssimo, o general pega a filha e leva à força. O filho de Jonatas fica preocupado. O tempo passa e Absalão conquista cada vez mais seguidores. Ele mente para Davi e afirma que precisa ir até Hebrom para fazer um sacrifício que havia prometido a Deus caso fosse perdoado pelo pai. Na verdade, Absalão prepara uma grande comemoração no local e convida várias pessoas. Mical ouve Aitofel e Paltiel conspirando contra Davi. Ela se aproxima e afirma que se cansou do marido. Mical revela que ajudará Absalão a tomar o trono. Durante a comemoração em Hebrom, Aitofel inicia um discurso afirmando que Davi não tem mais tempo para o povo. Josias e Itai, que estavam presentes, percebem que a conspiração contra o rei já começou. Absalão afirma que deseja cuidar do povo. O povo concorda que ele deve substituir Davi. Josias e Itai retornam ao palácio e contam a Davi, que Absalão deseja ser o novo rei de Israel. Davi fica passado. Os dois revelam que Aitofel está apoiando o golpe. O ungido de Deus fica pasmo. Ele vai até o quarto rapidamente e pede que Bate-Seba arruma as coisas para ir embora. Ele conta que Absalão e Aitofel estão preparando um golpe para derrubá-lo. Davi entende que o avô de sua esposa nunca o perdoou. Joabe se irrita ao saber que Davi não lutará por sua cidade. Ele tenta argumentar, mas o rei não muda de opinião. Falsa, Mical oferece apoio ao marido. Davi e sua comitiva se preparam para sair da cidade. Tamar se aproxima do pai e afirma que ficará para tentar fazer com que Absalão mude de ideia. Ziba ajuda Mefibosete a separar alguns mantimentos para a viagem. Depois de termina, o servo engana o filho de Jonatas. Ele empurra Mefibosete no chão. Em seguida, acerta o neto de Saul com um golpe na cabeça e o amarra. Aitofel fica feliz ao saber que Davi deixará a cidade. O rei pede que Husai fique na cidade para fazer com que as palavras de Aitofel percam o sentido. Davi afirma que Abiatar deve ser informado de tudo que acontece no palácio para levar até ele o que for relevante. Tamar encontra Mefibosete amarrado. Ele pergunta se ainda há tempo para sair da cidade. Tamar explica que Davi já saiu e provavelmente, Tirsa o acompanhou. A jovem pede que ele fique, mas Mefibosete afirma que ainda existe um jeito de sair. Ziba se aproxima da comitiva de Davi, levando os mantimentos. Ele afirma que Mefibosete decidiu ficar ao lado de Absalão. Furioso, o ungido de Deus entrega as terras de Mefibosete a Ziba. Tirsa acredita que precisa voltar para a cidade, mas Joabe a segura e não permite. Absalão celebra sua posição como soberano.

Hoje em REI DAVI – 27/11/2012: Absalão diz a Ziba que chegou o momento que haviam combinado

Durante a festa em Jerusalém, Raquel pergunta se Mefibosete já tentou se levantar alguma vez. Ele afirma que não consegue por causa de suas pernas. A filha de Joabe fica incomodada com a autopiedade de Mefibosete. Jonadabe se aproxima e atrapalha a conversa. Ela se irrita com o assédio do rapaz e se afasta. O filho de Jonatas gosta. Mefibosete chama Ziba para retornar ao palácio, mas o servo pede para ficar mais um pouco. Mefibosete sai sozinho e Ziba assume uma expressão de quem está tramando algo. Joabe joga charme para Tirsa, que fica tímida. Bate-Seba diz a Davi que Absalão pode tentar se vingar de Amnon durante a festa. Tamar tenta evitar Husai, mas ele insiste em se aproximar. Ainda muito abalada, ela assume que o ama, mas afirma que não merece ser amada por homem algum. Tamar foge, chorando. Husai, que também se apaixonou, fica tocado. Bêbado, Amnon decide ir embora da festa acompanhado por Jonadabe. Absalão diz a Ziba que chegou o momento que haviam combinado. O servo segue os dois e se mantém escondido. Absalão se despede de Tamar. Ele conta à irmã que não poderá continuar morando em Jerusalém após a morte de Amnon. Ele monta em um cavalo e sai. Apressado, Davi chega ao local da festa e não encontra os filhos. Ele pede a ajuda de Joabe para procurá-los. Jonadabe deixa Amnon nos portões da cidade e volta para a festa. Ziba se aproxima de Amnon e o mata com seu punhal. Jonadabe diz a Davi que deixou Amnon na saída da cidade. Longe de Jerusalém, Absalão galopa determinado após a concretização de sua vingança. Davi se aproxima do corpo do filho e o abraça com força. Chorando amargamente, ele grita de dor. Em estado de choque, ele se aproxima de Tamar e conta o que aconteceu. Ela afirma que sabia de tudo e confirma que Absalão foi o responsável pela morte. No dia seguinte Joabe reúne seus soldados, a pedido de Davi, e sai em busca de Absalão. Raquel leva muletas para Mefibosete, mas ele se nega a tentar usá-las. Mais uma vez, Raquel se irrita com o fato de o filho de Jonatas sentir pena de si mesmo. Ela larga as muletas e sai irritada. Aitofel se delicia com a dor de Davi e brinda com Paltiel. Husai diz a Natã que está apaixonado por Tamar. Ele pergunta se Davi aprovaria essa união. O profeta afirma que o rei não permitiria. Além disso, ele conta que esse casamento fere as leis de Deus. (Sacerdotes só podem se casar com mulheres puras). Natã afirma que Husai deve esquecê-la. Enquanto caminha por Jerusalém, Joabe é seguido por dois homens armados com punhais. Ele percebe que alguém o acompanha de longe. Joabe decide tentar se esconder e os homens se dividem. Um deles consegue cobrir o rosto de Joabe com um saco, enquanto outro o desarma e amarra uma corda. O general é levado até Absalão, que pede ajuda para convencer Davi a perdoá-lo. Joabe ouve os argumentos do irmão de Tamar e reflete sobre o pedido. No dia seguinte, o general encontra Davi e conversa sobre os erros de Absalão. O rei continua irredutível e afirma que o filho precisa pagar por tudo que fez. Aconselhada por Bate-Seba, Tamar decide procurar Husai. Joabe combina algo com uma carpideira e pede que ela vá ao palácio. Tamar encontra Husai, que fica tenso ao vê-la. Ele mal consegue disfarçar o desconforto e a filha de Davi percebe. O sacerdote confessa que a ama, porém, os dois não podem se casar porque Tamar deixou de ser pura. Ela fica arrasada e corre. Husai fica desolado. A carpideira vai até o palácio e conversa com Davi. Depois de inventar uma história semelhante a do rei, ela pergunta se Absalão não poderia ser perdoado. Irritado, Davi pergunta se Joabe a enviou para o palácio. Mefibosete tenta se locomover com as muletas, mas cai no chão. Revoltado após duas tentativas mal-sucedidas, ele afirma que está perdendo tempo. Após uma conversa com Joabe, Davi decide permitir o retorno de Absalão a Jerusalém, porém, ele não pode entrar no palácio. Bate-Seba diz ao marido que o retorno de Absalão poderá causar problemas. O filho de Davi chega à cidade. Aitofel se aproxima do jovem e continua em seu plano para derrubar Davi. Ele afirma que devem colocar o povo contra o rei. Eles decidem impedir que pessoas de outras tribos sejam aconselhadas por Davi, para que possam se consultar com Absalão. O jovem consegue conversar com Davi e pede seu perdão.

Hoje em REI DAVI – 26/11/2012: Bate-Seba ajuda Tirsa a cortar o restante de seus cabelos

Bate-Seba ajuda Tirsa a cortar o restante de seus cabelos. Tamar se desespera enquanto Amnon tenta dominá-la. Ela ainda tenta argumentar, mas o primogênito de Davi não dá ouvidos. Bate-Seba ouve o grito de Tamar e se assusta. Amnon consegue dominar a meia-irmã. Natã sente que uma tragédia está por vir. Preocupada, Bate-Seba diz a Davi que ouviu alguns gritos que achou serem de Tamar. O rei a tranquiliza, dizendo que a filha está com Amnon. Após o estupro, Tamar chora arrasada, enquanto Amnon é tomado de repulsa pela irmã. Ela começa a questionar, mas o primogênito de Davi se irrita e a ofende. Ele pega Tamar pelo braço e a expulsa do quarto. Ela caminha pelos corredores, desnorteada, e rasga sua túnica talar, usada pelas filhas virgens do rei. Doída, ela clama pela piedade divina quando Absalão se assusta ao ver o estado da irmã e pergunta o que aconteceu. Chorando muito, ela conta que foi estuprada por Amnon. Absalão fica dominado pelo ódio. Ele vai até o quarto, mas não encontra o irmão mais velho. Davi e Bate-Seba ficam chocados diante do relato de Tamar e Absalão, que exige a morte de Amnon. Jonadabe reprova a atitude de Amnon. Guardas se aproximam e o levam até Davi. Diante do pai, Absalão se descontrola e afirma que Amnon deve morrer. O rei pede que guardas levem o rapaz até o quarto. Davi desfere um tapa no rosto de Amnon. O rapaz tenta se defender, jogando a culpa para Tamar. Davi parte para cima do filho e o segura pelas vestes, furioso. Amnon se assusta e o soberano de Israel afirma que não ouvirá mais desculpas. Ele solta o filho, que tenta se justificar. Amnon, que estava apreensivo, mas não o suficiente para a gravidade da situação, começa a ficar receoso. Ele afirma que está arrependido, mas Davi revela que ordenará sua morte. Amnon decide enfrentar, afirmando que o pai sabe julgar o filho, mas não sabe julgar a si mesmo. Ele fala das histórias que cresceu ouvindo sobre Bate-Seba e a morte de Urias. Davi dá mais um tapa no rosto do filho e chama os guardas. Desesperado, Amnon decide fazer chantagem emocional. Ele clama pela misericórdia do pai e pede uma segunda chance de recomeçar. O rei decide bani-lo do palácio, além de privá-lo de todos os privilégios como filho do soberano de Israel. Davi afirma que os guardas o levarão para o campo, onde cuidará de ovelhas para sobreviver. Depois que Amnon sai, Davi desaba. Bate-Seba conta a Husai que Tamar foi violentada pelo meio-irmão. Amnon diz a Jonadabe que logo terá o perdão do pai. Absalão se revolta com Davi ao saber que mais uma vez Amnon foi protegido. Aitofel, que estava presente na sala, registra a discussão de pai e filho e começa a tramar. Husai impede o suicídio de Tamar. Ela tenta resistir, mas acaba cedendo ao abraço do amigo. Aitofel diz a Absalão que ele deve governar no lugar de Davi. Mical se emociona ao ver Mefibosete comendo quieto, sozinho. O filho de Jonatas percebe que alguém o observa e Mical disfarça. Ela faz questão de humilhá-lo mais uma vez e sai, altiva. Raquel se aproxima e diz a Mefibosete que ele deve parar de se lamentar por tudo. Aitofel diz a Absalão que o primeiro passo para se tornar rei é matar Amnon. Joabe se aproxima de Tirsa e afirma que a admira muito. Natã diz a Davi que mais um erro foi cometido. Segundo as leis, Amnon deveria ter sido morto, porém, o rei decidiu poupá-lo. Após algum tempo, uma grande festa acontecerá em Jerusalém. Absalão pede que Amnon seja chamado. Iludido, Davi acredita que os irmãos se tornarão amigos. Durante a comemoração, Amnon se aproxima de Absalão. O filho mais velho de Davi fica receoso, mas Absalão afirma que não existem mais ressentimentos. Sozinho com a irmã, ele confessa que vai matar Amnon.

Hoje em REI DAVI – 23/11/2012: Tirsa e Mefibosete ficam encantados com Jerusalém

Acompanhados por Ziba, Tirsa e Mefibosete ficam encantados com Jerusalém. Algumas pessoas olham para Mefibosete com preconceito porque ele anda se arrastando. Amnon mal consegue caminhar de tão bêbado. Jonadabe o ajuda. O primogênito de Davi se ajoelha e começa a gritar que ama Tamar. Jonadabe afirma que não vai ajudá-lo a conquistá-la porque a jovem também é filha de Davi. Mefibosete e Tirsa são levados até a presença do rei. Ao ver a condição do filho de Jonatas, Davi fica comovido, mas controla a emoção. Mefibosete se prostra com o rosto no chão, mas Davi pede que ele se curve apenas para Deus. O filho de Saul levanta o rosto e Davi o observa de forma carinhosa. Mefibosete conta para o rei que Tirsa foi serva de Selima. Além disso, afirma que ela ficou ao seu lado o tempo todo. Davi revela que a partir daquele momento, ambos vão morar no palácio. Ele completa que devolverá a Mefibosete todas as terras que pertenciam a Saul. O filho de Jonatas fica assombrado com a bondade de Davi. O rei afirma que Ziba será servo de Mefibosete. Contrariado, ele é obrigado a aceitar. O neto de Saul não consegue conter as lágrimas. Em um momento de mais proximidade, pela primeira vez, Husai olha para Tamar de forma diferente. Amnon chega e fica com ciúmes. Depois que o sacerdote vai embora, ao ser questionada pelo primogênito de Davi, Tamar afirma que talvez sinta algo por Husai. Raquel tropeça em Mefibosete e se desculpa. Ela pergunta se ele não se levantará. Mefibosete abaixa a cabeça e afirma que não consegue porque essa é sua condição. Como o filho de Jonatas não levanta a cabeça, ela decide se abaixar para olhá-lo nos olhos. Após as apresentações e a despedida, Mefibosete fica encantado. Amnon participa de uma reunião junto a Davi e outros homens. O rei decide nomear o primogênito como chefe de uma tropa. Todos saem, menos Amnon, que é obrigado pelo pai a ficar para uma conversa. Ziba ainda reclama das ordens do rei. Ele tenta beijar Tirsa, quando Bate-Seba chega. Ela percebe que algo estava acontecendo, mas Mefibosete decide livrá-lo da culpa. Bate-Seba afirma que os dois são convidados de honra do almoço que acontecerá na sala do trono. Depois que a esposa do rei vai embora, Mefibosete diz a Ziba que não aceitará mais suas atitudes. Ele ameaça contar tudo a Davi se a situação se repetir. Tirsa fica surpresa. Davi repreende Amnon, que é muito irresponsável. Aitofel começa a colocar em prática seu plano para derrubar Davi. O avô de Bate-Seba diz a Absalão que ele seria um rei melhor que Amnon.Todos se reúnem à mesa para o banquete. Mefibosete se aproxima acompanhado de Tirsa. Amnon e Jonadabe cochicham, preconceituosos, enquanto Mical se revolta. Mefibosete se sente péssimo. Davi se aproxima e diz a ela que aquele homem é seu sobrinho, filho de Jonatas. Mical o trata com desprezo e Davi é obrigado a ser firme. Ele revela que Mefibosete se sentará à mesa todos os dias. Tímido, o filho de Jonatas pergunta se Tirsa também pode se aproximar. Bondoso, Davi não só permite, como também se desculpa com a mulher. Aitofel e Paltiel tramam contra o rei. Mical começa a interrogar Tirsa e descobre que ela vendia o próprio corpo. A filha de Saul começa a humilhar a mulher na frente de todos. Envergonhada, Tirsa explode e pega uma navalha que estava na mesa. Ela corta os próprios cabelos, aos prantos, e diz que não cometerá os mesmos erros. Ela corre e Mefibosete a segue. Ele pede perdão por tudo e não permite que ela vá embora do palácio. Emocionada, Raquel ouve tudo. Bate-Seba explica para Tamar que o gesto de Tirsa demonstra que ela está deixando seu passado para trás. Joabe fica admirado. Aconselhado por Jonadabe, Amnon decide se fingir de doente para ficar mais próximo a Tamar. Ele a presenteia com um colar, enquanto a comida é servida. Amnon a segura com força e só então ela começa a perceber algo errado. Ele a ataca, deitando por cima dela e começa a beijar seu pescoço. Tamar luta, tentando se desvencilhar.

Hoje em REI DAVI – 22/11/2012: Bate-Seba acorda e pergunta por seu filho

Allat surge e segura a mão da esposa do rei antes que ela consiga desferir o golpe. Bate-Seba acorda e pergunta por seu filho. Allat e Mical disputam o bebê. A feiticeira acerta um golpe na esposa do rei e corre. Mical pega sua faca e agarra Allat pelos cabelos. Ela esfaqueia a mulher, que cai como se estivesse morta. Itai chega acompanhado por alguns guardas e se assusta ao ver a cena. Mical fica tensa. Bate-Seba sai do palácio para tentar achar seu filho. Mical abraça Salomão e afirma que o salvou. Quando se dá conta, ela percebe que Allat sumiu. Raquel diz a Joabe que sua mãe morreu. O general chora. Bate-Seba encontra Mical e retira o Salomão de seus braços. Ela se aproxima de Davi, que acaba de retornar à cidade. O rei percebe que algo está acontecendo. Bate-Seba conta a Davi que Salomão quase foi morto. Mical se intromete, afirmando que salvou o bebê das mãos de Allat, mas Bate-Seba explode de ódio e conta que sabe de tudo. Falsa, Mical começa a chorar e Davi pergunta pela feiticeira. Itai diz que Allat desapareceu durante a confusão e o rei decide encerrar a conversa. Davi diz a Bate-Seba que não possui provas para punir a esposa, porém, ameaça expulsar Mical do reino de Israel se algo acontecer com Salomão ou sua mãe. Mical ameaça Ziba por tê-la abandonado durante a tentativa de sacrificar Salomão. Josias vê tudo e Mical percebe. Ela se aproxima do servo e o intimida. Husai diz a Davi que Absalão e Amnon estão brigando mais uma vez. Paltiel diz a Aitofel que Davi mandou Urias e Eliã para a morte. O conselheiro do rei afirma que sabe de tudo e vai se vingar. Davi separa a briga entre Absalão e Amnon. O tempo passa, os irmãos se tornam adultos e continuam brigando. Tamar se sente atraída por Husai, que não sabe de nada. Amnon demonstra certo encantamento por sua meia-irmã. Laís percebe que Aitofel olha para Davi de uma forma diferente. Mical e Paltiel começam a se agarrar e Aitofel os surpreende. Os dois se ajeitam, muito sem graça, mas o conselheiro do rei é frio. Ele finge que nada viu e vai embora. Mical fica incomodada e sai furiosa. Amnon e Jonadabe bebem bastante enquanto agarram algumas servas. Davi diz a Joabe que gostaria de retribuir tudo que Jonatas fez por ele. Absalão diz a Tamar que está incomodado com a possibilidade de Amnon se tornar o futuro rei de Israel. Davi chama Ziba para uma conversa. Como ele foi servo de Saul por muito tempo, o rei pergunta se algum descendente de Jonatas precisa de ajuda. Davi afirma que daria tudo para encontrar alguém e Ziba logo se interessa. Ele revela que Mefibosete, filho de Jonatas, está mendigando pelas ruas. Davi exige que o homem seja trazido para o palácio. Josias diz a Bate-Seba que Allat foi encontrada. Raquel, filha de Joabe, diz ao general que gostaria de batalhar. Ele desdenha e diz que mulheres devem se dedicar a outras atividades. Joabe se recusa a ensiná-la a lutar. Josias e Bate-Seba chegam até a mulher. Quando o servo retira o pano do rosto dela, a mãe de Salomão vê que não é Allat. Raquel sabe que Jonadabe nutre um sentimento por ela e decide usá-lo. Ela pede que o rapaz a ensine a lutar. Amnon se aproxima de Tamar, que está cozinhando, e a agarra pela cintura. Ela não percebe as intenções do meio-irmão e lhe dá um pouco de cozido. Jonadabe chega acompanhado por Absalão, que fica incomodado. Tamar resolve servir o irmão enquanto Amnon a observa com desejo. Jonadabe percebe. Ziba se aproxima de Mefibosete e afirma que Davi mandou buscá-lo. Embriagado, Amnon diz a Jonadabe que está apaixonado por Tamar. Mefibosete desconfia da conversa de Ziba. Tirsa se aproxima e também não acredita muito no servo. Temerosa, ela afirma que, por Mefibosete ser herdeiro de Saul, Davi pode querer matá-lo. Ziba conta que só poderão descobrir as reais intenções do rei se forem até o palácio. Jonadabe tenta fazer com que Amnon mude de ideia, mas ele está certo de que Tamar será sua.

Hoje em REI DAVI – 21/11/2012: Josias e Husai confirmam a morte da criança

Josias e Husai confirmam a morte da criança. Davi respira fundo e se conforma. Ele afirma que foi feita a vontade de Deus. Em seguida, se levanta, em farrapos, e sai sem dizer mais nada. Ele se banha, com lágrimas nos olhos, mas com uma expressão serena. Mical e Allat saem do palácio, misteriosas. Ziba vê as duas e fica interessado, querendo saber o que a esposa do rei faz no meio do povo. Davi se alimenta e explica a Josias e Husai que jejuou, chorou e clamou ao Senhor para tentar salvar o bebê, mas agora que ele morreu, não há mais nada a fazer. Ziba surpreende Mical e Allat, que compram ingredientes para uma poção. Ele se apresenta para as duas, que não se lembravam dele, e pede um emprego no palácio em troca de seu silêncio. Mical não se sente intimidada e vai embora com Allat. Ziba as observa, maligno. Bate-Seba e Davi se abraçam, sofridos. O rei afirma que Deus está oferecendo uma nova chance para que possam ser felizes. Após uma passagem de tempo, grávida de seis meses, Bate-Seba devora algumas frutas com vontade. Mical tenta provocar, mas a filha de Laís não se abala e responde à altura, deixando a ex-mulher de Paltiel furiosa. Algum tempo depois, Bate-Seba dá à luz um menino. Laís e algumas servas fazem o parto. A criança nasce muito saudável. Depois que Salomão passa pelo ritual de circuncisão, Davi e Bate-Seba festejam. Aitofel volta ao palácio e pergunta quando o rei voltará para a guerra. Davi anuncia que seu retorno acontecerá em alguns dias. Mical bate em Allat. Ela afirma que precisa de um feitiço capaz de gerar uma criança em seu ventre. Mical afirma que poderia oferecer Salomão a deusa Ishtar para finalmente conseguir engravidar. Allat se nega a ajudar e a esposa de Davi se irrita. Ela começa a pedir socorro e afirma que a mulher é uma bruxa. Guardas se aproximam, atraídos pelos gritos. Ela pede que os homens prendam Allat sob a acusação de feitiçaria. Davi se aproxima e pergunta o que está acontecendo. Depois das explicações de Allat, o rei pede que a mulher seja levada para aguardar o julgamento. Davi reencontra seus soldados e se prepara para enfrentar os amonitas. Ziba se torna servo de Mical. Ela pede que o homem coloque um pó na bebida de Bate-Seba para fazê-la dormir. Além disso, ela pede que Ziba lhe faça mais um favor. Davi e seus soldados comemoram a vitória sobre os amonitas. Depois que Bate-Seba dorme, sob efeito do pó, Mical pega Salomão nos braços. Ela enrola o bebê em um tecido e o esconde. Mical sai acompanhada por Ziba. Laís entra no quarto e percebe que Salomão desapareceu. Ela tenta acordar Bate-Seba, que dorme profundamente. Davi diz a Joabe que chegou o momento de retornar a Jerusalém. Aitofel interroga Allat, quando Laís interrompe. Ela conta que Bate-Seba dorme profundamente e que Salomão desapareceu. Allat diz a Josias que precisa sair do palácio para impedir que Mical faça algo contra Salomão. O servo de Davi decide permitir a saída da mulher. Mical pede que Ziba segure o bebê enquanto ela prepara um altar improvisado. Ela pega Salomão de volta e começa a oferenda. O bebê começa a chorar, mas Ziba o acalma. Mical pega o bebê de volta, enquanto o servo fica apavorado ao imaginar o que pode acontecer com Salomão. Allat corre pelas ruas e Itai fica intrigado. Pronta para oferecer o bebê como oferenda, Mical pega uma faca.

Hoje em REI DAVI – 20/11/2012: Bate-Seba chega ao palácio

Ela caminha pela rua, ainda de luto, e todos a observam com desprezo. Bate-Seba chega ao palácio. As esposas, concubinas e servas se acotovelam para ver a mulher. Mical promete atormentá-la. Quando encontra Davi, Bate-Seba começa a se martirizar. O rei pede que ela se torne sua esposa. Ele afirma que cuidará dela e do bebê. Alguns soldados ficam sabendo que Davi vai se casar novamente. Ao descobrir que a mulher é Bate-Seba, Paltiel deduz que Davi é o responsável pela morte de Urias. Aitofel encontra Bate-Seba e a repreende. Começam as comemorações do casamento. Alguns convidados continuam repreendendo a atitude de Bate-Seba, considerada adúltera. Davi percebe o clima, mas fica firme. Laís observa o casamento de longe. Passando mal, Aitofel se aproxima de Josias. O servo pede um copo de água para o homem, que se nega a aceitar. Ele afirma que tudo não passou de um mal estar. A cerimônia do casamento de Davi é bonita, mas triste. Mical observa tudo com inveja. Durante as festividades, Bate-Seba e seu marido conseguem se divertir um pouco. Aitofel se aproxima do casal e deseja toda felicidade aos dois. Depois de se afastar da cidade, Aitofel grita com muita raiva que viverá apenas para derrubar Davi. Após uma passagem de tempo, a barriga de Bate-Seba fica enorme. Abigail é a única das esposas de Davi que não a rejeita. Natã utiliza uma metáfora para provar a Davi que ele errou ao cobiçar a esposa de Urias. A bolsa de Bate-Seba se rompe. Abigail é a única que se mobiliza para ajudar no parto. Davi sente o peso do pecado ao pensar em seu erro. Abigail e algumas servas continuam ajudando Bate-Seba. Natã diz a Davi que alguns de seus descendentes morrerão de forma violenta. Além disso, o profeta diz a Davi que sua própria descendência se manifestará contra ele. Natã afirma ainda que o bebê de Bate-Seba morrerá. O profeta conta que Deus não levará Davi porque ele se arrependeu, mas a morte da criança será consequência de seu pecado. Após muito sofrimento, o bebê nasce. Bate-Seba percebe que a criança não está bem. Mical fica feliz com a notícia. Ela afirma que deseja a morte do bebê. Bate-Seba segura o filho no colo. A criança não se alimenta. Ela afirma que está sendo punida por Deus. Nesse momento, Davi toma coragem e conta que ele está sendo castigado porque mandou Urias para a morte. Bate-Seba fica chocada e afirma que nunca vai perdoá-lo se o bebê morrer. Sozinho, Davi se consome de dor. Ele chora sinceramente durante a noite toda, clamando ao Senhor. Os dias vão passando conforme o lamento de Davi aumenta.

Hoje em REI DAVI – 19/11/2012: Mical força Allat a fazer uma oferenda a Ishtar

Mical força Allat a fazer uma oferenda a Ishtar, deusa pagã. Davi embebeda Urias. Parece ter convencido Urias a ir para casa. Bate-Seba encontra Urias dormindo ao relento. Ela diz que se deitou com outro homem enquanto ele estava fora. Bate-Seba oferece uma pedra para que a mate. Ele a deixa no chão e diz para ela voltar para casa. Urias lembra que Mical tentou lhe dizer algo relacionado a Davi. Ele constata que foi ele quem se deitou com sua mulher. Davi não sabe se Urias descobriu. Ele pede que o soldado volte à batalha e entregue uma mensagem a Joabe. A carta diz para que Joabe coloque Urias na frente de batalha e que o deixe para morrer. Aitofel diz que Davi precisar ir à guerra para inspirar seus homens. Davi fica irritado e se retira. O conselheiro estranha sua atitude. Paltiel vê Urias cercado e tenta ajudá-lo, mas Joabe o impede. Urias é morto. Eliã, seu sogro, avança em fúria e acaba morto também. Aitofel conta a Davi sobre a morte de Urias e Eliã. Davi tenta esconder o remorso enquanto vê o sofrimento de Aitofel. Laís culpa a filha pelas mortes. Mical enche Aitofel de dúvidas e diz para ele perguntar a sua neta o que ela foi fazer no palácio tarde da noite. Davi está desnorteado. Ele suspira, tentando se controlar. Husai entra segurando uma harpa e Davi explica que conseguia acalmar Saul dessa forma. O sacerdote começa a tocar, mas o rei pede que ele pare. Muito atormentado, ele apenas confirma quando Husai pergunta se o motivo de tanta tristeza são as mortes de Urias e Eliã. Davi pergunta a Husai o que acharia se ele tomasse Bate-Seba como esposa. O sacerdote afirma que não seria prudente, mas Davi se vira e diz a si mesmo que não há mais tempo. Aitofel cobra satisfações de Laís e pergunta se Bate-Seba realmente se envolveu com o rei. Quando a mulher afirma que não possui mais uma filha, Aitofel confirma sua dúvida e promete fazer algo. À pedido de Davi, Josias vai até a casa de Bate-Seba para levá-la ao palácio.

Record pode transformar minisséries bíblicas em novelas

Imagem

Com os bons índices da reprise de “Rei Davi”, há diretores na Record que defendem que as minisséries bíblicas devem ficar maiores, tornarem-se novelas bíblicas em 2013.

Um dos desses projetos pode ser “A História de Jesus”.

A informação é da coluna Outro Canal, assinada por Keila Jimenez e publicada na Folha desta segunda (5).

Rei Davi bate Louco por elas no ibope

Série com Deborah Secco e Du Moscovis perdeu para "Rei Davi"

A minissérie bíblica “Rei Davi”, da Record, venceu a Globo em audiência na terça-feira.

Rei Davi” venceu em ibope “Loucos Por Elas”, estrelada por Deborah Secco e Du Moscovis, e o jornalístico “Profissão Repórter”, da Globo.

Foram 12 pontos de média para a Record contra 10 da Globo.

Muita gente na Globo não deve ter engolido a derrota…

Consolidados de terça-feira (28/02/) – Mais uma vez Rei Davi vence a Globo

O capítulo desta terça-feira (28) atingiu 13.8 pontos contra 12.3 da concorrência (Globo).

A minissérie foi exibida entre 23h21 e 0h19 e deixou para trás o programa Amor & Sexo, apresentado por Fernanda Lima, e o começo do Jornal da Globo.

A derrota do Amor & Sexo para Rei Davi aconteceu em um dia no qual programa teve recorde de chamadas na programação da Globo. Foram 13 propagandas ao longo do dia, sete delas no horário nobre.

:globo:

Mais você 5
Bem estar 5
TV Globinho 5
Vídeo show 12
Mulheres de areia 16
Amistoso Brasil x Bósnia 14
Malhação 17
A vida da gente 23
Aquele beijo 25
Fina estampa 41
BBB 25
Amor & sexo 14
Jornal da Globo 9
Hawaii Five-O 6

:record:

Balanço geral 5
Fala Brasil 6
Tudo a ver 5
Rebelde 9
Jornal da Record 7
CSI: Investigação criminal 5
Vidas em jogo 13
Rei Davi SP 14
Rei Davi RJ 15
Rei Davi DF 16

:sbt:

Bom Dia & Cia 6
As Visoes da Raven 8
Eu, a Patroa e as Crianças 8
Maria do Bairro 6
Tenha Estilo 6
Jornal do SBT Noite 4

Por dois dias, Record fica à frente da Globo neste Carnaval

FAMOSIDADES

Nesta segunda-feira (20), pela segunda noite consecutiva, a emissora “Record” liderou o ranking de audiência, deixando a Rede Globo em segundo lugar.

Até as 00h40, a minissérie “Rei Davi” contava mais espectadores que a transmissão do segundo dia de Carnaval do Rio de Janeiro. A Record tinha 14 pontos de audiência contra 13 do canal carioca. Esta foi a primeira vez que uma atração de fundo religioso liderou o ibope.

A diferença aumentou ainda mais entre 23h32 e 0h21, quando entrou no ar, no canal da Barra Funda, o programa “Repórter Record”. Neste momento os números baixaram para 12 e 10, respectivamente.

Na véspera, domingo (19), a atração “Domingo Espetacular”, da Record, já havia vencido a disputa por audiência. Na ocasião a rede Globo transmitia o primeiro dia de desfiles das escolas de samba do grupo especial, no Rio de Janeiro.

Gravações de “Rei Davi” revelam dificuldade das produções épicas

Cacau Melo  vive a destemida Raquel na minissérie da TV Record. Foto: Jorge Rodrigues Jorge/TV Record/Divulgação

Cacau Melo vive a destemida Raquel na minissérie da TV Record

Mil anos antes de Cristo, período em que a minissérie Rei Davi está ambientada, o papel da mulher na sociedade era bem definido: gerar filhos e cuidar da família. Poucas moças da época seguiam por um caminho mais livre sem a repreensão do povo e dos próprios pais.

“A mulher que não queria seguir o mesmo destino das demais sofria muito preconceito. Tinha de ter uma personalidade forte para encarar a todos de cabeça erguida”, valoriza Cacau Melo, intérprete da destemida Raquel. Filha de Joabe, de João Vitti, ao contrário das outras mulheres da clã de Davi, ela sempre sonhou ter nascido homem para lutar ao lado de outros guerreiros judeus.

Dona de um espírito aventureiro, a menina se manteve distante dos serviços domésticos e, escondida do pai, aprendeu técnicas de luta e a manusear perfeitamente uma espada. Nas cenas previstas para irem ao ar a partir do dia 10 de abril, Joabe, sobrinho e comandante do exército de Davi, enfim, descobrirá o talento de sua filha. “Apesar de ser uma sequência pequena, temos que registrar a cena de vários ângulos. E mesmo com quatro câmaras, vai ser preciso repetir algumas vezes”, avisa Edson Spinello, diretor-geral da trama e responsável pela cena.

Ao caminhar pela área comercial da cenográfica Jerusalém – erguida em uma área não utilizada do Recnov, complexo de estúdios da Record, localizado em Vargem Grande, Zona Oeste do Rio de Janeiro – Joabe acaba flagrando Raquel exibindo-se com uma das espadas feitas por Itai, de Daniel Bouzas. Irritado, o pai pega Raquel pelo braço e a agride na frente de todos. “O Itai fica tão surpreso quanto o Joabe. Acho que a Cacau está manuseando a espada melhor do que muito marmanjo”, brinca Daniel. De tanto treinar a cena, ela já nem sente o peso da espada de ferro, confeccionada pela equipe de direção de arte da minissérie.

Além das aulas de culinária, tecelagem, dança e História, promovidas pela emissora para preparar o elenco deRei Davi, Cacau foi a única mulher a participar do “workshop” de luta e armas, essencial para as cenas de batalhas da produção. “Gosto dessas composições diferentes, mas foi bem difícil aprender a manusear e a fazer as coreografias de batalha”, confessa a atriz.

Com cerca de 40 figurantes e 15 animais – entre cavalos, burros, galinhas e bezerros – em cena, o mais difícil para o diretor era ficar de olho na interpretação dos atores principais e, ao mesmo tempo, na composição geral das imagens. “Pessoal, o burro está passando na frente dos atores. A marcação não é essa”, reclama Spinello, que comanda o ensaio do “switcher”, espécie de sala de edição, onde consegue visualizar o enquadramento e a qualidade das cenas.

Em pleno verão carioca, o sol a pino castigava os artistas e técnicos e aumentava o trabalho da equipe de maquiagem. Por ser captada em alta definição, a maquiagem é um das maiores preocupações. “Dá tempo de secar o rosto da Cacau?”, questiona a maquiadora Vanessa Xavier. Esse não era o único problema causado pelo sol. Os raios solares refletiam no chão e “estouravam” a luz das imagens. Prontamente, a equipe direção de arte provindenciou mais fumaça artificial e defumadores. “Fica estranho esse monte de fumaça, mas ela dá um clima para a cena”, explica Daniele Sena, da equipe de arte.

Desde que assumiu a direção-geral de Rei Davi, Spinello já esperava um grau maior de complexidade das cenas. “Não dá para fazer qualquer coisa. Se não fica ótimo, a gente repete. Está todo mundo em sintonia com esse pensamento”, garante. Apesar dos problemas e do forte calor, o clima entre elenco, figurantes, direção e produção é de harmonia. Enquanto a equipe espera a gravação de outro ângulo da mesma cena, Cacau faz carinhos em uma das cabras do cenário, e Bouzas e Vitti conversam sobre a coreografia das lutas. “É um trabalho feito com muita dedicação. Gravo e fico ansioso para ver as cenas no ar”, destaca João Vitti.

Rei Davi – TV Record – Terças e quintas-feiras, às 23h15.

As informações são do Portal Terra

Record quer manter investimentos em histórias bíblicas

Animada com o sucesso de “Rei Davi”, a Record quer continuar investindo em histórias bíblicas.

Até então, com “Rei Davi”, a emissora paulista já fez três minisséries e a curva de audiência é ascendente. Assim sendo, já começaram as primeiras reuniões para elaborar o preparo do próximo trabalho, o qual ainda não tem data prevista de estreia.

Segundo a coluna Canal 1, Edgard Miranda está confirmado no cargo de diretor-geral. Ele está de férias desde o fim das gravações de “Ribeirão do Tempo”, no fim de abril do ano passado. 

Informações do site Natelinha.

Bastidores de “Rei Davi”: Ator sofre acidente nas gravações de hoje

Ator Leonardo Brício que sofreu acidente hoje!

O ator Leonardo Brício, protagonista da minissérie “Rei Davi”, sofreu um acidente durante as gravações de hoje, sexta-feira (17). A equipe estava envolvida numa cena de guerra, relativa à  morte do Rei Saul, interpretado por Gracindo Junior.

Segundo informações, Bricio teve o polegar de uma das mãos atingido na gravação e neste momento passa por uma cirurgia no hospital Barra D’Or, no Rio de Janeiro.

Os trabalhos foram interrompidos devido ao acidente.

Leonardo Brício tem cenas de estúdio marcadas para a próxima quarta-feira (22), mas seu retorno ao trabalho passa agora a depender da palavra dos médicos.

Vale lembrar que um acidente nas gravações de “Rei Davi” com Cibele Larrama, deixou a atriz afastada durante um bom tempo desta minissérie.

Texto publicado pelo jornalista Flávio Ricco.

Para ofuscar o “Carnaval Globeleza”, Record escala “Rei Davi” para essa segunda e faz mudanças na grade

Imagem

Em uma estratégia, a assessoria de imprensa da Rede Record de Televisão informou para os fãs da minissérie “Rei Davi” que a atração ganhará uma edição especial na próxima segunda, 20, logo após da telenovela “Vidas em Jogo”.

O objetivo nada mais é que ofuscar os desfiles das escolas de Samba de São Paulo que será transmitido pela emissora carioca Rede Globo. O horário da transmissão será ás 21h07, enquanto isso a Record estará exibindo “Vidas em Jogo”, que irá ao ar ás 21h para não bater diretamente com “Fina Estampa” e em seguida, ás 22h, começa “Rei Davi”.

Confira como ficará a programação de ambas as emissoras no horário nobre (20/02):

:globo:

17h31 Malhação
18h00 A Vida da Gente
18h45 Praça TV – Segunda Edição
19h05 Aquele Beijo
20h00 Jornal Nacional
20h25 Fina Estampa
21h00 Big Brother Brasil
21h07 Carnaval Globeleza

:record: 
17h30 Chris
19h00 Rebelde
20h00 JR
21h00 Vidas em Jogo ( recebendo migração da novela Global)
22h00 Rei Davi

Jornalísticos da Record se destacam em Goiânia

https://i1.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20120214174404.jpg

 

A Record Goiás, filiada da Record sediada em Goiânia, está comemorando os índices de audiência de suas atrações jornalísticas.

No último ranking divulgado, entre os dias 23 e 29 de janeiro deste ano, das dez maiores audiências da casa, as cinco primeiras foram produzidas pelo departamento de jornalismo.

O “Domingo Espetacular”, comandado por Paulo Henrique Amorim, Janine Borba e Fabiana Scaranzi, liderou o top com 18 pontos de média . Logo na sequência surgiu o “Balanço Geral”, de Oloares Ferreira, com 15 pontos de média. 

Na terceira colocação aparece o “Repórter Record”, apresentado por Marcelo Rezende. O jornalístico teve 13 pontos de média. Em seguida surgiu o “Goiás Record”, com 11 pontos de média, mesmo índice atingido pelo “Jornal da Record”, que ocupou a quinta posição.

Entre as outras atrações do ranking, destaca-se positivamente “Rebelde”, que voltou a subir e fechou a semana com 10 pontos. Já como destaque negativo surge “Vidas em Jogo”, com apenas 9 pontos de média. A minissérie “Rei Davi” também não empolgou o telespectador goiano e sequer entrou no ranking das dez atrações mais vistas.

Média semanal das novelas da Globo, Record e SBT (06/02 a 11/02)

Nesta última semana, com exceção de “Fina Estampa”, todas as novelas produzidas pela Rede Globo foram mal em relação a audiência.

A novelinha teen do canal, acabou perdendo na média semanal para a minissérie da concorrente que é exibida apenas duas vezes por semana. Já as novelas “A Vida da Gente” e “Aquele Beijo” não estão agradando o grande público.

Na Rede Record apenas a novela “Rebelde” não tem mais aquele gás que tinha em seus primeiros meses de exibição.

O SBT conseguiu se manter na vice-liderança com a última semana de “Marimar”. Já “Corações Feridos” vai de mal a pior, a trama totalmente gravada, vem perdendo até para o programa de fofocas da RedeTV!

Veja abaixo as médias das novelas entre os dias 06/02 e 11/02:

:globo:

Fina Estampa – 39

Aquele Beijo – 22

A Vida da Gente – 20

Mulheres de Areia – 16

Malhação – 13

:record:

Rei Davi – 14

Vidas em Jogo – 13

Rebelde – 8

:sbt:

Marimar – 8

Fascinação – 5

Pícara Sonhadora – 4

Corações Feridos – 3

%d blogueiros gostam disto: