Marília Gabriela comenta o beijo que o filho Theodoro Cochrane deu em outro homem durante o Carnaval

A jornalista Marília Gabriela em café da manhã do SBT, em São Paulo (25/5/10)

Marília Gabriela foi direta ao comentar o beijo que o filho Theodoro Cochrane deu em outro homem durante o Carnaval. A apresentadora que no último final de semana deixou o SBT falou sobre o assunto durante a coletiva de imprensa da peça “Vanya e Sonia e Masha e Spyke”, protagonizada por ela, nesta quarta-feira (25), em São Paulo.

“Acho que essa é uma história antiga porque foi no Carnaval. Eu tenho um filho que se chama Theodoro Wallace de Toledo Cochrane, ele tem 36 anos de idade, tem ótima formação, é inteligente, maduro, cidadão e tem direito a viver integralmente sua vida”, iniciou a entrevistadora. Ao sair em defesa do filho, Marília foi direta e enfática: “Assustador para mim é ignorância, desonestidade, preconceito, homofobia e outras fobias”.

Apresentadora lembrou casais homossexuais em novelas

Durante a conversa com a imprensa, a ex-mulher de Reynaldo Gianecchini citou os personagens gays em tramas da TV Globo. “Vivemos uma época em que eu pensava que isso já estaria ultrapassado. A partir do momento que a maior empresa de comunicação do Brasil, que é a Globo, coloca no ar a nossa elite artística fazendo beijos, casamentos gays…”, recordou a jornalista.

“Fernanda Montenegro está para estrear com Nathalia Timberg, Regina Duarte. Mateus Solano, Thiago Fragoso deram um show, quem mais? Zé Mayer está lá …”, enumerou Marília citando o beijo que os atores deram no capítulo final de “Amor à Vida” e o personagem homossexual da novela “Império”. E a apresentadora foi além: “Esta é uma discussão e uma repercussão idiota, não teria nem porque repercutir. Me parece que a maior empresa de comunicação avaliou o comportamento: isso pode”.

‘Quero que meu filho leve uma vida plena’, apontou Gabi

Ainda comentando o assunto, a entrevistadora fez referência à antiguidade. “Aliás, podia desde a Grécia antiga. É que lá não tinha paparrazzo e nem site de fofoca. E ainda bem, senão não teríamos tido a idade áurea da Grécia. Nao teríamos a grande filosofia e literatura que tivemos. O pessoal estaria preocupado em fofoca”, analisou.

Em seguida, Marília Gabriela retomou à questão do beijo que o filho deu. “Para mim é assunto de ontem. Foi uma fotografia roubada, que repercutiu por algum motivo escolhido no meio de uma farra total”. E aproveitou para citar nas entrelinhas o “BBB15”. “E nós hoje vivemos épocas em que existe um reality com sexo ao vivo. É só sexo”, apontou fazendo referência ao casal Talita e Rafael, que já dormiram embaixo do edredom várias vezes.

“Estou mais preocupada com a desonestidade, mentira, incorreção das pessoas. A maldade. Só isso. O resto, quero que meu filho leve uma vida plena. Ele, você, e todo mundo merece”, finalizou a apresentadora que recusou entrevistar o deputado federal Marco Feliciano, conhecido por suas declarações contrárias ao casamento entre pessoas do mesmo sexo.

Susana Vieira volta ao horário nobre depois de Regina Duarte recusar papel

Susana Vieira estará na próxima novela das nove

Afastada das novelas desde “Duas caras”, exibida em 2007, Susana Vieira já tem data para voltar ao horário nobre. Ela tem papel garantido na novela de Walcyr Carrasco, a primeira do autor no horário, que substituirá “Salve Jorge”, em abril de 2013.

Susana entra no lugar de Regina Duarte, que precisou recusar o convite por conta de compromissos no teatro. A troca das atrizes fez com que o autor mudasse a escalação. Elizabeth Savalla ficará com a personagem cômica que seria de Regina, e Susana com um papel dramático, que seria interpretado inicialmente por Savalla.

Quem também está garantida na novela é Danielle Winits. Ela deixará “Malhação” para fazer um papel importante na trama dirigida por Wolf Maya.

Retratos da Vida

Regina Duarte recusa convite para viver personagem em “Gabriela”

Regina Duarte em foto de divulgação de O Astro (julho/2011)

Regina Duarte declinou o convite da Globo para viver Maria Machadão, dona de um cabaré em “Gabriela”, próximo “remake” da emissora. Depois de fazer “O Astro”, Regina alegou ter um compromisso inadiável com uma produção teatral em 2012.

Para o posto de intérprete da personagem, estão cotadas as atrizes Elizabeth Savalla e Lucélia Santos. “Gabriela” deve estrear a partir de abril.

Essas informasções são do Portal UOL

“O Astro”: Clô matou Salomão com o apoio de Youssef e Inácio

https://i0.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20111028234613.jpg

O último capítulo de “O Astro”, que foi ao ar na noite desta sexta-feira (29), registrou altos índices de audiência à Globo.

A novela adaptada por Geraldo Carneiro e Alcides Nogueira terminou com 26 pontos de média e se isolou na liderança com ampla folga sobre seus concorrentes. A Record, segunda colocada no horário, teve 7 pontos. A RedeTV! ficou em terceiro com 6 e o SBT em quarto, com 4 pontos.

Neste último capítulo, finalmente chegou ao fim o mistério da morte de Salomão Hayalla, empresário interpretado por Daniel Filho. Sua esposa Clô, de Regina Duarte (foto), Inácio (Pascoal da Conceição), que trocou os remédios, e Youssef (José Rubens Chachá), que deu a coronhada na cabeça do empresário a mando de sua mulher Nádia (Vera Zimmermann), foram os assassinos. 

A viúva, descontrolada, foi quem empurrou o marido da janela. Ela afirmou que matou Salomão como vingança ao que ele fez Márcio (Thiago Fragoso) passar e por tê-lo internado apenas porque tinha uma visão de mundo diferente da sua.

*Esses índices são prévios e são baseados na preferência de um grupo de telespectadores da Grande São Paulo. Dados consolidados podem variar para mais ou para menos.

Com informações do site NaTelinha

Regina Duarte visita o camarim de Claudia Jimenez

.Daniel Delmiro/. Ag News

Regina Duarte prestigia Claudia Jimenez. Ao lado, Marília Pêra passa com o marido pela sala que leva seu nome

A atriz Regina Duarte visitou o camarim de Claudia Jimenez nesta sexta, 28. Claudia está em cartaz com a peça “Mais Respeito que Sou Tua Mãe!”, na sala Marília Pêra do Teatro Leblon. E por falar em Marília, a própria apareceu por lá com o marido, Bruno Faria.

Fonte: EGO

Autor e atores comemoram reprise de Vale Tudo

Há 22 anos, a novela “Vale Tudo” se tornava um fenômeno de audiência e entrava para história da telenovela brasileira com a pergunta “Quem matou Odete Roitman?”

 Agora volta totalmente repaginada, com ares de “nova novela das oito”, mas pelo canal à cabo Viva. Os assuntos pertinentes as tramas do sucesso de Gilberto Braga voltaram a ficar na boca do povo, que discute em redes sociais como o Twitter.

Em entrevista ao jornal Extra, Gilberto Braga e alguns atores do elenco comemoraram o sucesso da trama da década de 80. “Essa novela significou muito. Foi como se eu tivesse recebido um diploma, me senti aprovado no final de um curso árduo”, ressalta o novelista, que está acompanhando a reprise diariamente.

Já Renata Sorrah está aproveitando a oportunidade para rever sua interpretação na pele da antológica artista plástica alcoólatra, Heleninha Roitman. “Fiquei feliz com a volta desse sucesso. É uma novela sensacional, revolucionária. Estou empolgada em revê-la”, disse.

Além disso, a atriz ressalta a importância da reexibição de “Vale Tudo”. “Há uma geração que não viu a novela, mas que assiste às cenas da Heleninha no YouTube e adora. Agora, esses jovens terão acesso à história dela toda”, diz a veterana atriz, que considera a personagem como um dos melhores momentos de toda sua carreira, ao lado de Nazaré, a vilã de Senhora de Destino.

Outro ator que comemorou o sucesso da reprise foi Antônio Fagundes, que falou sobre o contexto da trama de 1988, que ainda cabe nos dias atuais. “O que a novela denunciava, como corrupção e falta de ética, continuam aí. Talvez agora seja mais contundente do que foi há 22 anos”, acredita.

Vale Tudo, de segunda a sexta, 0h45, com horário alternativo ao 12h.

Youtube resgata momentos preciosos da TV

O Youtube continua resgatando momentos raros da história da nossa televisão. Usuários saudosistas estão disponibilizando as poucas cenas que ainda restam das telenovelas dos anos 60, principalmente da Globo. Entre 1965 e 1969, apenas 3 novelas tiveram alguma cena preservada. Todas as outras se perderam, juntamente com novelas inteiras da década de 70, nos incêndios de 1969, 1971 e 1976. “O Sheik de Agadir”, “A Rainha Louca” e “Véu de Noiva” tiveram cenas postadas recentemente.

O maior tesouro, segundo os fãs e estudiosos da história da TV, são os fragmentos da novela protagonizada por Yoná Magalhães, Amilton Fernandes e Henrique Martins, “O Sheik de Agadir”, exibida em 1966 e perdida para sempre nos incêndios que aconteceram. Alguns trechos e uma parte da abertura podem ser vistas no site de videos mais popular do mundo, matando a saudade daqueles que acompanharam a saga do Sheik e sua bela Jeanette Legrand.

Uma boa dica para os garimpeiros de plantão!

DVD da novela Roque Santeiro é alvo de críticas

Recém lançado pela Globo Marcas, o box, contendo 16 discos com um compacto do clássico “Roque Santeiro”, está sendo alvo de críticas, muitas delas negativas.

Apesar do sucesso de vendas, os fãs reclamam que faltaram extras aos discos e que cenas importantes no decorrer da novela, que se tornaram antológicas, ficaram de fora da edição (como por exemplo, a cena em que Viúva Porcina, vivida por Regina Duarte, contracena com Rodézio, interpretado por Tony Tornado, jogando-o num lago por não ter seu pedido atendido, logo no início da trama). Por outro lado, a qualidade de imagem e som são muito elogiadas, visto que se trata de uma novela de 1985.

O preço médio do box é de R$ 240,00 e em breve, outras novelas estarão no mercado.

Elizabeth Savalla acha que Regina Duarte ainda tem destaque na TV

Fã de Regina Duarte desde que estreou na TV, Elizabeth Savalla não concorda totalmente com a declaração da colega sobre não receber mais tantos convites para bons papéis como quando era mais jovem. E ela acredita que é apenas um momento e diz que Regina teve importância em “Três irmãs”:

– A Regina é uma grande atriz. Ela tem um lugar que ninguém vai tomar. Quando eu surgi, falaram: ‘Você é a namoradinha do Brasil’. E eu falei: ‘Não, a namoradinha é a Regina, eu posso ser a amiguinha no máximo, esse posto é dela’. As pessoas se encantam pela Regina e isso ninguém pode tirar dela, só ela mesma. Em qualquer profissão você tem esses momentos. A verdade é que o ser humano nunca está realmente feliz. Mas em “Três irmãs” ela era praticamente uma protagonista. Eu nem me lembro que atrizes fizeram as irmãs, mas me lembro da Waldete – disse Elizabeth, de 55 anos, que apesar de também não ter papéis importantes como teve na juventude, não vê a questão como um problema: – Hoje as protagonistas são as meninas e nós temos que saber viver o momento. Temos que ser felizes. E nem sempre acontece assim também. A Fernanda (Montenegro) não foi protagonista quando mocinha, depois de “Guerra dos sexos” que começou a ser protagonista na Globo. E hoje ela é a mocinha da novela das oito, acho o máximo!

Fonte: Sessão Extra

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: