RELEMBRE POLÊMICAS DE “CHAVES”

chiquinha

María Antonieta de las Nieves está preparando um livro que promete surpreender os fãs do seriado mexicano “Chaves”. A atriz, que interpreta a Chiquinha no programa, abordará na obra alguns segredos dos atores do elenco, além de mostrar o “lado B” de Roberto Gomez Bolaños, ator e criador da atração – morto em novembro de 2014. O livro, intitulado até o momento de “O Outro Roberto”, trará detalhes também sobre os conflitos entre Maria Antonieta e Florinda Meza, viúva de Bolaños.Segundo relato da atriz, os desentendimentos com a intérprete de Dona Florinda lhe causaram problemas profissionais dentro da produção, inclusive maus tratos nos bastidores do seriado, segundo o jornal mexicano “El Universal”.

Além disso, Maria Antonieta revelará que Meza, de fato, era noiva do diretor e produtor Enrique Segoviano, braço-direito de Bolaños nas gravações de “Chaves”.Vale lembrar que esta não é a primeira vez que Antonieta causa polêmica ao fazer declarações pesadas sobre a vida pessoal do elenco de “Chaves”. No último dia 6, a veterana deu uma entrevista a um programa de TV peruano, falando sobre a relação de Bolaños e Meza, que foram casados por 37 anos. Florinda teria tido um caso com o escritor e Carlos Villagrán, o Quico do seriado, quando ambos eram casados.”Para mim, foi muito difícil a relação deles. Cada um faz o que quer da sua vida, o que mais lhe agrada, mas quando machucam uma pessoa que você adora, aí sim, dói, e me doeu muito”, disse Maria Antonieta. Confira, nas próximas páginas, as polêmicas de “Chaves”.

Mais de 22 mil pessoas homenageiam os 40 anos do seriado Chaves

Cerca de 22 mil pessoas participaram de uma megacoreografia na Cidade do México no último fim de semana, em homenagem os 40 anos do seriado Chaves, e seu criador Roberto Gómez Bolaños, o Chespirito.

A atividade faz parte do programa América Celebra Chespirito, que será emitida em vários países da América Latina.
 
No México famílias inteiras, caracterizadas pelos eternos personagens criados por Bolaños, como o Quico, Chaves, Dona Florinda, Chiquinha, Professor Girafales, Seu  Barriga, Seu Madruga, e outros, compareceram no monumento à Revolução no Distrito Federal desde as primeiras horas da manhã a fim de encontrar o melhor lugar para executarem a coreografia.
As informações são do O Fuxico
%d blogueiros gostam disto: