BOMBA:“Caminho das Índias” atinge 70 pontos no RS!


caminho-das-indias

É em uma cidade no Rio Grande do Sul que a novela “Caminho das Índias”, da Rede Globo, tem a maior audiência no país. De acordo com dados do Ibope divulgados em reportagem de Marcelo Marthe, na edição desta semana da revista “Veja”, nove em cada dez TVs acompanham a novela em Passo Fundo –o que equivale a 70 pontos no Ibope.

O levantamento revela algumas preferências do público brasileiro. Em São Paulo, Belo Horizonte (MG), Fortaleza (CE), Porto Alegre e Curitiba, os filmes dão mais audiência, enquanto em Recife, Rio, Salvador e Brasília (DF), a preferência é pelos telejornais.

O balanço mostra também o perfil de algumas celebridades locais de cada região do país. Enquanto no Sul a apresentadora Cloara Pinheiro faz sucesso com um programa na afiliada do SBT em Londrina (PR), o destaque de Belém (PA) é ao programa de culinária “É do Pará”, transmitido em uma coligada da Rede Globo.

Hábitos

Enquanto os gaúchos são os últimos a desligar os aparelhos de TV no país, os moradores das capitais do Nordeste são os primeiros a ligar seus televisores. Segundo o balanço, em Porto Alegre (RS), 15% das residências mantém as TVs ligadas das 2h às 4h –o maior índice do horário no país. O número é o dobro do percentual registrado em Belo Horizonte (MG).

Já Salvador (BA) e Recife (PE) são as capitais do país onde os brasileiro ligam a televisão mais cedo. De acordo com a reportagem, 17% nestas cidades já estão ligadas entre as 6h e 8h –contra 11% em Curitiba (PR).

Pelo menos no Sul a Glória realizou o sonho dos 70 pontos.

No Limite 4 tem pior ibope de todas as edições!

https://i0.wp.com/bbb.lua.com/i/selecao_usuarios_b//2009/07/02/720540hdtv_2009_07_02_16_26_41_1111115_size100784.jpg

A quarta edição do reality show “No Limite” registrou ontem 24 pontos de média, a menor de todas as quatro temporadas exibidas pela Globo.

O “No Limite” entrou no ar em 2000. Novidade, a estreia deu 47 pontos de média, 50 no último episódio e 47,4 pontos de média. Cada ponto equivale a 55 mil casas assistindo ao programa na Grande SP.

A segunda edição veio no início de 2001, e teve 47 pontos na estreia, 40 no último dia, e média geral de 34,7 pontos. Então veio o “No Limite 3”, em outubro do mesmo ano, que 34 na estreia e 37 no último episódio, mas média de 33 –que a Globo considerou baixa à época, e encerrou o programa.

Ontem, a média de 24 pontos no ibope representa significa uma redução de quase metade dos telespectadores da primeira versão.

%d blogueiros gostam disto: