Carla Marins entra como vilã em “Morde e Assopra”

Pronta para fazer muita maldade, Carla Marins entra em Morde & Assopra na próxima semana no papel de Amanda, verdadeira mãe de Rafael (Henry Fiuka) e antiga amiga de Naomi (Flávia Alessandra).

A personagem, que conhece bem as armações e o segredo de Naomi, está instigando a atriz a desvendar aos poucos os mistérios da trama. Carla Marins comemora a volta à TV Globo em uma novela que já caiu no gosto do público.

“Tenho consciência de que estou entrando em uma trama de sucesso. A minha chegada é para agregar. Esse surgimento da Amanda já era pensado. Ela chega ávida, os olhos crescem para a riqueza de Ícaro (Mateus Solano) e, para completar, ela está chateada com  Naomi por não ter sido incluída no plano e ainda por estar afastada do filho, Rafael”, explica.

Em 29 anos de carreira, Carla acumula 16 novelas, uma minissérie, participações em 10 séries e em um especial de fim de ano, mas este é o primeiro trabalho com o autor Walcyr Carrasco. Feliz com a oportunidade, já constatou a riqueza da personagem.

“É uma vilã completa, com várias nuances. É uma amiga torta, oportunista, e vai se fazer de boa. Gananciosa, se entende com a Naomi. Conhece todo o passado nebuloso, as dificuldades que ela passou. Existe uma cumplicidade entre as duas, mas acho que a Naomi vai penar um pouquinho na mão dela”, completa.

 

Informações: Site oficial da Novela

“O Japão me virou do avesso” diz Mateus Solano

https://i1.wp.com/mordeeassopra.globo.com/platb/files/2308/2011/02/icaro-e-naomi.jpg

Para viver o cientista Ícaro, de Morde & Assopra, Mateus Solano enfrentou a saudade e o relógio biológico. Sua filha, Flora, do casamento com a atriz Paula Braum, havia nascido já um mês e meio quando ele foi gravar cenas do personagem fascinado por tecnologia. “Passei dez dias por lá e sofri muito ao ficar onde do bebê e por conta das 12 horas de fuso horário. Você ajeita o relógio mas seu corpo não entende. Para ele ainda é meia-noite e está sol de meio-dia. Sentia ânsia de vômito o dia inteiro, dor de cabeça. Mas nada disso apagou o encanto de conhecer aquele povo e sua cultura. Michel Bercovicth resumiu isso numa frase: ‘O Japão me virou do avesso’ “, diz o protagonista da próxima novela das sete, que estreia dia 21.

Mas o ator está acostumado a vencer desafios. Depois de viver e convencer o público nos papéis do músico Ronaldo Bôscoli, na minissérie Maysa, e dos gêmeos Miguel e Jorge em Viver a Vida, ele agora vai contracenar com robôs. Ícaro tem como melhor amigo Zariguim, máquina inventada por ele, e ainda constrói o andróide Naomi. Ela substituirá sua noiva de mesmo nome, vivida por Flávia Alessandra, que morre em um acidente de barco.

Tensão

“Sinto frio na barriga agora, mas imagina a tensão que me bateu para fazer os gêmeos ou o Bôscoli, que existiu de verdade. O importante é estar sempre reinventando”, afirma Solano, que diferentemente de seu personagem não tem sofrido perdas: “Perdi meus avós na infância. Vivo uma fase de ganhos. Tenho minha filha, uma nova novela, vivo a expectativa da profissão e a família vai muito bem.”

Aliás, o assunto família é um dos preferidos do ator, pai de primeira viagem. “Amo demais minha mulher e minha filha. Vivo um momento feliz. Há muito carinho em casa, o que é muito bom para Globo. Ela está com 4 meses e é uma bênção. Estou babando.”

Com informações do jornal Aqui DF

%d blogueiros gostam disto: