“Ídolos” estreia com novos jurados e recorde de inscritos

A nova temporada do reality show musical “Ídolos” estreia nesta terça-feira (5). Dentre as novidades do programa estão o aumento da faixa etária, que neste ano é de 15 a 30 anos, e os novos jurados. Paula Lima e Luiz Calainho serão substituídos por Luiza Possi e Rick Bonadio. O terceiro elemento é Marco Camargo, produtor e compositor que é considerado o integrante mais exigente do júri.

O número de inscritos aumentou em 6 mil com relação à última temporada, vencida pelo sertanejo Israel Lucero. Desta vez, 49 mil candidatos lutam para conquistar o posto de novo ídolo do Brasil. As audições aconteceram em quatro cidades: Rio de Janeiro, Uberlândia (MG), Florianópolis (SC) e São Paulo. Além disso, a produção do programa viajou para outras quatro capitais do Norte e Nordeste: Belém (PA), Salvador (BA), Fortaleza (CE) e Recife (PE).

Essas informações são do Portal IG, da coluna gente

Luiza Possi garante que será exigente na bancada de jurados do “Ídolos”

A cantora Luiza Possi revelou, em entrevista ao jornal o Dia, que não será a principal antagonista do júri do reality “Ídolos”, porém garantiu que não dará moleza aos participantes. “Acho que sou um pouco mais brincalhona. Não acredito em um perfil antagônico. Não sou a dona da verdade, mas quero passar meu conhecimento. Consegui isso na última vez em que fui jurada. Quero mais é dar um toque e situar a pessoa. Não sou a pessoa mais fofa do mundo, mas também não vou passar a mão na cabeça”, disse a filha de Zizi Possi.

A loira também revelou que não acredita que a orientação sexual de um participante pode influenciar na escolha do vencedor do programa. Na última edição, a cantora Nise Palhares revelou que sofria preconceito por ser homossexual. “Se rolasse preconceito com isso, não teríamos metade dos artistas que temos hoje em dia no Brasil e no mundo”, pontuou.

A cantora ainda acredita que, para se tornar um ídolo, o candidato precisa ter muito mais do que uma boa voz: “Tem que ter carisma, timbre, postura. São critérios que utilizo na minha carreira e é o que uso como referência. É isso que vou usar para avaliar”. Como o novo compromisso, Luiza ainda não definiu como conseguirá tempo para conciliar o programa com a carreira de cantora. “Está uma loucura: a gente tem reunião todo dia, vou gravar o DVD novo no dia 29 de abril, vou para o Festival de Verão de Salvador, tenho o ‘Ídolos’. Vai funcionar, não sei como. No fim dá tudo certo”, acredita.

Fonte: Na Telinha

%d blogueiros gostam disto: