Uma suposta foto não retocada de Beyoncé foi divulgada na internet na última quarta-feira (18)

Uma suposta foto não retocada de Beyoncé foi divulgada na internet na última quarta-feira (18) e causou furor entre os fãs da cantora. A imagem, que seria de uma campanha da L’Óreal, mostra Beyoncé com poros dilatados e algumas irregularidades na pele.

A foto foi divulgada pelo site de fãs The Beyonce World, que as excluiu pouco depois por ter recebido várias reclamações de outro fã-clube da cantora, denominado BeyHive.

Em um comunicado, o site informou: “Devido ao desprezo do BeyHive, nós removemos as fotos. Não queremos causar nenhum drama, nem uma guerra entre os fãs. Algumas das mensagens que vimos postarem aqui são horríveis, e não queremos ser parte disso. Nós apenas postamos as fotos para mostrar que nossa rainha é naturalmente bonita, e ao mesmo tempo é apenas uma mulher comum”.

Sabrina Sato participará de reality show, diz jornal

A apresentadora ficará confinada por sete dias. Foto: Divulgação

A apresentadora ficará confinada por sete dias

Sabrina Sato vai reviver a experiência do Big Brother Brasil, informou a coluna Zapping, do jornal Agora São Paulo. A apresentadora participará de um reality show na internet.

A apresentadora do Pânico ficará confinada por sete dias com Joana Machado e outras famosas para promover uma marca de desodorante.

O humorista Gustavo Mendes é contratado pela Globo

O humorista mineiro Gustavo Mendes, famoso por imitar a presidente da República Dilma Roussef no canal YouTube, na internet, assinou contrato com a Rede Globo na última quinta-feira. A assessoria de imprensa da emissora brasileira confirmou o acerto, mas ainda não divulgou em qual programa o comediante irá participar.

Gustavo divulgou a notícia via Redes Sociais, por meio de seu Twitter e Facebook, por volta das 17h (de Brasília) de quinta-feira. “Assinado! PLIM PLIM!”, afirmou o humorista em sua página na internet.

Especula-se que Gustavo Mendes participe do novo formato do programa Casseta & Planeta, mas a assessoria de imprensa ainda não confirma a informação.

Com informações do Portal Terra

Perfil de Alexandre Frota na internet é falso

A pedido de Alexandre Frota, a assessoria de comunicação do SBT esclarece que o ator e executivo da emissora não mantém perfil em nenhuma rede social. Os perfis existentes sob o pseudônimo de “Alexandre Frota” em comunidades como Facebook, Twitter, Orkut e MSN não são mantidos, nem autorizados, por Frota. “Não participo de nenhuma rede social. Essa pessoa me imita muito bem. Uma vez minha irmã conversou com ela na internet e chegou a pensar que era eu.”, afirma Frota.

Sabe os Tablets ? Eles vão sair de fábrica com internet 3G!

 

O Brasil está assinando acordos com os fabricantes para quando o tablet sair da fábrica ele já chegar com internet 3G.

Você liga e sai navegando, sem precisar correr atrás de operadoras, não é uma beleza??

Clique e conheça: Tablet 3G

 

Versão Online do CQC o “CQC 3.0” volta esse ano

Divulgação/Band 

A equipe do “CQC” da Band (2011)

O “CQC 3.0”, edição exclusiva para internet, lançado em 2010, está confirmado também para a temporada deste ano. Com novidades no formato, irá ao ar partir de segunda-feira, mesmo dia em que o programa, agora em seu quarto ano, voltará a ser transmitido na Band.

A versão online vai continuar entrando imediatamente após a apresentação do “CQC” na TV.

Com informações do blog do jornalista Flávio Ricco com colaboração de José Carlos Nery.

Classe C prefere novela, humor e auditório, diz megapesquisa

A Grande Família é um dos programas preferidos da classe C, que se espelha na família Silva

Maior classe econômica do país, a classe C representa hoje metade da população brasileira, ou cerca de 100 milhões de pessoas, de acordo com uma pesquisa divulgada na semana passada pelo Ibope. É a classe que mais cresceu nos últimos anos, graças à melhora da economia nacional.

É principalmente para a classe C que os executivos das emissoras de televisão olham (ou deveriam olhar) quando pensam em programação.

A classe C, segundo o Ibope, é a nova classe média brasileira. Ela ganha entre R$ 600 e R$ 2.099 mensais. É dividida em classe C1 e classe C2 por meio de um sistema de pontuação que leva em consideração desde o número de televisores coloridos e geladeiras que possui até o nível de escolaridade do chefe da família.

Intitulada Classe C Urbana do Brasil – Somos Iguais, Somos Diferentes, a pesquisa do Ibope/Target Group Index ouviu quase 20 mil pessoas das principais metrópoles do país entre fevereiro de 2009 e janeiro de 2010.

Eis alguns dos principais resultados:

– A classe C é mais jovem, composta por maioria de afrodescendentes (exceto no Sul), suas mulheres são mais responsáveis pela família e seus homens tendem a viver menos.

– A classe C se preocupa menos com alimentação e faz menos exercícios físicos em academia, mas não é mais  gorda do que os mais ricos (27% da C1 está acima do peso, contra 31% da classe AB1). O Ibope atribui isso a uma “maior mobilidade”.

– Apenas 23% da classe C fala um segundo idioma.

– Mais da metade gostaria de economizar dinheiro, mas acha isso difícil; 53% possuem cartão de crédito (em 2005, eram 45%), mas 61% não gostam de ter dívidas.

– 19% pretendem comprar imóvel nos próximos meses; 9,5 milhões de pessoas querem comprar um carro dentro de um ano.

– Computador, celular, TV, micro-ondas e geladeira são objetos de desejo da classe C. A máquina de lavar roupas, pela liberdade que representa, é hoje o item mais desejado.

– A classe C investe na aparência e em cuidados pessoais. Boa aparência e poder de consumo significam inclusão social.

– A classe C aceita muito mais as diferenças e acredita mais na igualdade e na convivência pacífica. Tem menos preconceito do que a classe AB.

Consumo de mídia

A pesquisa do Ibope/Target Group Index também sondou hábitos de consumo de mídia.

A TV aberta é de longe a principal forma de entretenimento, assim como para as demais classes sociais (veja tabela abaixo): 98% da classe C se diverte vendo TV aberta.

Novelas, programas humorísticos e de auditório são os gêneros preferidos, apontou a pesquisa. A Grande Família, da Globo, é um dos programas mais vistos pela classe C, que se enxerga na série.

A TV paga ainda tem baixa penetração na classe C: 21% na classe C1 e 13% na C2, contra 28% na média da população urbana em geral.

Na classe C1, 55% já têm acesso à internet, mesmo percentual da média da população. A internet para a classe C tem menos função de mídia (fonte de informação) e mais de ponto de encontro (redes sociais, bate-papos etc).

A mídia impressa tem baixa penetração na classe C. A mídia em geral e a igreja são instituições merecedoras de grande confiança por parte dessa faixa da população.

Por: Daniel Castro, R7

%d blogueiros gostam disto: