Record escolhe novela que substituirá “Rebelde”

Hiran Silveira, o diretor de teledramaturgia da Record  já escolheu a novela que poderá substituir Rebelde, no início de 2012. Ele ainda não revela o nome da novela pois depende de aprovação do vice-presidente artístico e de programação da emissora, Honorilton Gonçalves.

Segundo Silveira, foram analisadas 20 sinopses de novelas da rede mexicana Televisa, parceira na produção.

Maria do Bairro, sucesso dos anos 90 com Ariadna Thalia, era uma das 20 propostas, mas foi descartada logo de início, porque a Record busca um texto recente, inédito no Brasil (a Maria do Bairro original foi ao ar pelo SBT) e que permita integrar diversas áreas da empresa, como licenciamento de produtos, merchandising e web, como Rebelde.

De acordo com Silveira, a decisão final sobre a escolhida para suceder Rebelde deve sair nas próximas semanas. Porém, a decisão sobre sua produção (ou não) irá demorar mais tempo. Isso porque a Record vai aguardar mais dois ou três meses de exibição de Rebelde. Se a novela adolescente (atualmente oscilando entre 9 e 10 pontos) subir no Ibope (principalmente em São Paulo), poderá ter uma segunda temporada, permanecendo no ar durante 2012.

Estas informações são do jornalista Daniel Castro.

Record aposta R$ 80 milhões na novela “Vidas em Jogo”

Vidas em Jogo, novela que a Record estreia na próxima terça-feira, na faixa das 22h, custará à emissora pelo menos R$ 80 milhões.

Segundo Hiran Silveira, diretor de teledramaturgia da rede, cada capítulo está orçado em R$ 400 mil. Serão 200 capítulos _”ou mais”.

A novela entrará no ar com duas cotas de patrocínio já vendidas, para Unilever e Colgate. Cada cota sai por R$ 94 milhões na tabela (sem considerar descontos e comissões de agências).

A expectativa da Record é a de que Vidas em Jogo alcance médias em São Paulo entre 15 e 20 pontos. De acordo com Silveira, não há uma meta de audiência, mas essa seria uma margem “confortável”.

Estas informações são do jornalista Daniel Castro.

Diretor de teledramaturgia da Record desmente remake de “Maria do Bairro”

O diretor de teledramaturgia da Record, Hiran Silveira, desmente a notícia que dá como certa a produção do remake de “Maria do Bairro”.

“Essa noticia não tem o menor fundamento. Quem redigiu a nota estava sonhando acordado. De onde inventaram essa mentira??”, indagou o diretor no Twitter.

O responsável pela adaptação da próxima novela no horário das 19h, Gustavo Reiz, também desmentiu o boato. Disse que existem muitas histórias mexicanas a serem analisadas.

Com informações do site NaTelinha

Record contrata Betty Lago

 

Betty Lago em cena de Cinquentinha (Foto: Alex Carvalho/TV Globo)

A atriz Betty Lago é a mais nova contratada da Record. Ela assinou com a emissora nesta quarta-feira (2).

Betty já está escalada para Vidas em Jogo, próxima novela da emissora. Na história escrita por Cristianne Fridman e dirigida por Alexandre Avancini, ela dará vida a Marisete, uma empregada doméstica orgulhosa, que sonha ganhar na loteria para se livrar da patroa, Regina (Beth Goulart).

Na Globo, a atriz se destacou em novelas de Carlos Lombardi, entre elas Quatro por Quatro (1995), Uga Uga (2000), Kubanacan (2003) e Pé na Jaca (2007). Atuou também nas minisséries O Quinto dos Infernos(2002) e Cinquentinha (2009). No canal pago GNT, foi uma das integrantes do programa Saia Justa.

Betty assinou contrato de cinco anos com a Record.

“A contratação de Betty Lago reafirma nossa proposta de ampliar constantemente nosso casting, ainda mais agora que estamos abrindo o segundo horário de novela. Nas últimas semanas, renovamos mais de 15 contratos que venciam neste mês, todos por longo prazo. E muitos atores contratados apenas para Ribeirão do Tempo terão seus vínculos renovados por longo prazo”, afirmou Hiran Silveira, diretor de teledramaturgia da Record.

Informações do Jornalista Daniel Castro

Record marca data de estreia para nova minissérie

Record marca data de estreia para nova minissérie“Sansão e Dalila” estreará na primeira semana de janeiro, na Record. Com o término de “A Fazenda 3”, os diretores do canal já providenciaram a minissérie bíblica para tapar o buraco da programação, preparando o terreno para nova linha de shows.

Hiran Silveira, diretor de dramaturgia da emissora, antecipou que além da estréia no dia 3 de janeiro, a minissérie trará uma visão totalmente real daqueles tempos, uma vez que será a primeira produção em dramaturgia 100% HD da casa.

Ainda para suprir a falta de “A Fazenda”, a Record escalou a sessão “Cine Record Especial” nas noites de domingo. Aos sábados, teremos a volta do “Show do Tom”. Enquanto isso, “Sansão e Dalila” será exibida de segunda à quinta, após “Ribeirão do Tempo”.

%d blogueiros gostam disto: