Luana Piovani faz desabafo sobre encontro com Dolabella e critica polícia

Luana chama a  polícia  por causa de Dado Dolabella

Luana chama a polícia por causa de Dado Dolabella

Luana Piovani voltou a lembrar o reencontro que teve com Dado Dolabella em um restaurante do Rio de Janeiro.

A atriz usou seu blog para comentar a situação e se mostrou indignada com o descumprimento de uma determinação judicial.

“Eu vivi um episódio constrangedor semanas atrás. Denunciei meu agressor, por novamente, descumprir as medidas protetivas e sabem quais foram as providências tomadas? As mesmas da tragédia anterior narrada”, escreveu ela referindo-se a um caso que tinha acabado de contar de uma mulher que foi espancada na rua pelo ex-marido e, mesmo com a chegada da polícia, não recebeu qualquer proteção.

De acordo com a artista, na noite em que dividiu o mesmo espaço com o ex-namorado, a polícia afirmou que não poderia fazer nada por ela.

“Disseram que eu devia era andar com o processo em mãos para numa próxima, quem sabe, eles cumprirem a lei que manda ser levado para a delegacia o agressor que descumpre medidas protetivas”.

Piovani contou ainda que Dado foi orientado a deixar o local, já que ela chegou antes, mas logo depois estava lá de novo. “Ele saiu, os policiais partiram e em menos de 3 minutos já estava de volta ao mesmo lugar, ou seja, próximo a mim, sob aplausos. E aí? E aí Sérgio Cabral? E aí Alckmin? Até quando a polícia terá atitudes como essas? Até quando não haverá cidadania?”, questionou.

Com informações do Portal EBand.

Dona Esmê: ‘Eu tenho fé em Deus que agora toda verdade virá à tona’

Fabiano Rocha/ Extra

Esmeralda de Souza, a camareira agredida por Dado Dolabella, conversou nesta sexta-feira com exclusividade com a coluna sobre a decisão de Viviane Sarahyba entrar na justiça contra o ex-marido, Dado Dolabella. A publicitária alegou que sofreu constantes agressões físicas durante o período em que esteve casada com o ator e cantor. Dona Esmê, como é conhecida, mostrou não ter papas na língua quando o assunto é o ator da Record. “Isso vai prejudicar muito a situação dele. Eu tenho fé em Deus que agora toda verdade virá à tona”, disse a camareira.

Esmeralda vai entrar com um processo contra o ator Dado Dolabella pedindo uma indenização de R$ 100 mil por danos morais e materiais. Este processo correrá à parte do outro, que já foi julgado em primeira instância, e que Luana Piovani e Dona Esmê saíram vitoriosas.

Fonte: Retratos da Vida

Mulher de Dado Dolabella pede separação alegando agressões

Segundo Viviane Sarahyba, o casamento foi marcado por agressões físicas

O ator Dado Dolabella, condenado por ter agredido a então namorada Luana Piovani, em 2008

Dezesseis dias depois de ser condenado a 2 anos e nove meses de prisão em regime aberto por agredir fisicamente a atriz Luana Piovani, no dia 22 de outubro de 2008, numa boate do Rio de Janeiro, o ator Dado Dolabella dispara na dianteira pelo título de Mel Gibson brasileiro.

A publicitária Viviane Sarahyba, com quem Dado estava casado desde setembro do ano passado, deu entrada num processo na 1º Vara de Família do Rio de Janeiro, pedindo a separação conjugal. Segundo Viviane, ela era constantemente agredida fisicamente durante o período em que permaneceu casada com Dado.

A juíza Maria Cristina Brito de Lima determinou que Dado deve retirar-se do apartamento onde mora com Viviane levando consigo apenas documentos e objetos de uso pessoal. A meretíssima justificou a decisão com o que chamou de “farta documentação que comprova que a autora (Viviane) vem sofrendo agressões físicas”. A determinação deve ser cumprida de imediato.

Dado e Viviane têm um filho, o segundo do ator, que descobriu, quando já estava casado com a publicitária, que era pai de outra criança de 4 meses, fruto de um relacionamento efêmero. Eles estavam casados há onze meses, desde que Dado deixou o reality show A Fazenda, da TV Record, em que ganhou 1 milhão de reais.

Fonte: Veja

Segundo Viviane Sarahyba, o casamento foi marcado por agressões físicas

%d blogueiros gostam disto: