Francieli Medeiros pediu exoneração do cargo de conciliadora criminal do Tribunal de Justiça de Porto Alegre (TJRS)

Francieli Medeiros, primeira participante eliminada do ‘BBB15’, pediu exoneração do cargo de conciliadora criminal do Tribunal de Justiça de Porto Alegre (TJRS). A informação foi confirmada pela assessoria do TJ em nota enviada ao ‘Uol’ nesta quinta-feira (19). “Francieli pediu exoneração do cargo, que foi aceito pela Corregedoria-Geral da Justiça”, diz o comunicado.

Logo que entrou no reality, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul divulgou o afastamento temporário da moça por “desatender aos deveres de lealdade e boa-fé previstos no Código de Ética da função”. No relato, uma juíza que atua no Fórum da Restinga, em Porto Alegre, onde Francieli trabalhava como conciliadora criminal disse que ela pediu autorização para utilizar uma sala de audiência.

Ela argumentou que utilizaria a sala para gravar uma entrevista para o programa ‘Encontro com Fátima Bernardes’ sobre o tema “concurseiros para delegado de polícia”. Porém, ainda segundo o relato, ela usou a sala para gravar um vídeo para o Big Brother Brasil.

%d blogueiros gostam disto: