Carol Muniz está convocando a torcida tricolor para o jogo do próximo domingo

Após ficar conhecida por engatar um namoro com o então presidente da Federação Paulista (FPF) e futuro mandatário Confederação Brasileira 9CBF), Marco Polo del Nero, no final de 2014, Carol Muniz, de 29, afirma que está solteira e super ligada no esporte.

Musa do Bahia no Campeonato Brasileiro de 2013, Carol está em recuperação de uma cirurgia que fez na semana passada. Ela trocou a prótese de silicone que tinha, turbinando ainda mais os seios (de 285 ml para 410 ml – veja fotos abaixo). “Não acho que minha vida profissional vai mudar após a prótese. Foi apenas um detalhe a mais. Na verdade, meu silicone estava começando a ‘endurecer’ e o cirurgião achou melhor trocar antes que pudesse dar problema”, disse em entrevista ao Terra.

Ela ainda está convocando a torcida tricolor para o jogo do próximo domingo, quando enfrenta Galícia, pela volta das quartas de final do Estadual.”Estou louca para ir no jogo ver o meu Bahia jogar. Domingo estarei lá”, contou. “O Bahia está em uma fase muito boa. Ontem foi um jogão (vitória por 5 a 0 diante do Galícia, pela ida das quartas), o time está se fortalecendo, com cada um fazendo sua parte. Acho que temos tudo para arrebentar de novo no próximo domingo”, disse.

Carol Muniz, 29 anos, trocou as próteses de silicone e agora está mais turbinada do que nunca! Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação

Foto: Arquivo Pessoal / Divulgação

Transmissão de jogos na televisão

Por Folha

13/12/14 02:00

fut

Tramita em caráter conclusivo na Câmara dos Deputados um projeto de lei que revê a distribuição dos recursos repassados ao times de futebol pela transmissão de jogos na televisão.

Pelo projeto de lei do deputado federal Raul Henry (PMDB-PE), 50% da receita serão divididos igualmente entre os times de futebol, 25% serão distribuídos de acordo com a classificação da equipe na última temporada do campeonato em questão e 25% serão repassados proporcionalmente à média do número de jogos transmitidos no ano anterior.

Desde 2012, os contratos entre clubes e emissoras de TV envolvendo transmissão de jogos como os do Campeonato Brasileiro são negociados livremente.

Os repasses da TV para os clubes dependem do desempenho e da fama dos times e do tamanho de suas torcidas, o que reflete em audiência nos jogos. Para o autor do projeto, o modelo atual beneficia times grandes, incentivando um ciclo vicioso.

Clubes como Corinthians, São Paulo, Flamengo e Palmeiras chegaram a ganhar cotas de mais de R$ 70 milhões cada, entre 2012 e 2015, com direitos de transmissão de jogos do Campeonato Brasileiro.

Times menores, como Goiás, Coritiba, Vitória, e Bahia não bateram a casa dos R$ 35 milhões com direitos de transmissão.

FOLHA: Globo vira, de fato, a dona do Brasileirão

https://ocanal.files.wordpress.com/2011/04/brasileirc3a3o.png?w=300

Segundo as informações do Jornal “Folha de São Paulo” a Rede Globo vai reduzir o espaço das mídias nas transmissões dos Brasileiros de 2012 a 2015. Pelo contrato firmado com os clubes, as rádios, por exemplo, só poderão colocar um repórter em campo, atrás de um gol — hoje, é comum ter dois radialistas no gramado. As TVs que não adquirirem os direitos da competição também só poderão colocar um repórter e um câmera durante as transmissões das partidas.
Ainda de acordo com o contrato firmado com os clubes, os repórteres de emissoras que não adquiriram os direitos de transmissão terão de dar prioridade à Globo e a quem a emissora sublicenciar.
Os clubes que assinaram o contrato com a emissora carioca também se comprometem a liberar dois jogadores para serem entrevistados antes e depois das partidas.

Essas informações são do Jornal Folha de São Paulo

RedeTV! pode processar Globo pelos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro

A Rede Globo assinou contrato individual com os Clubes de Futebol que participam do Campeonato Brasileiro.

A RedeTV! que venceu a licitação do Clube dos 13 pelos direitos exclusivos de transmissão do futebol pode ir a justiça.
“A RedeTV! considera que tem um contrato juridicalmente perfeito e vai lutar por seus direitos em todas as instâncias possíveis”, afirma o superintendente de Jornalismo da emissora, Américo Martins.

Se a emissora optar pela via judicial, teria de fazê-lo evocando decisões do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), que não considera a negociação direta entre times e uma TV como ilegal.

A Rede TV! pode optar em dividir a transmissão com a Rede Globo, se achar necessário.

Com informações do site OPlaneta Tv

Record já admite que não tem mais chances no futebol

Fabio Braga/FolhapressLiédson é abraçado por Dentinho após marcar para o Corinthians (2011)

A direção da Record não fala em desistência, mas admite que as chances de ainda brigar pela transmissão do campeonato brasileiro estão muito próximas de zero. Disso não se fez segredo na convenção do departamento comercial, realizada no último fim de semana.

Há uma certa irritação ou inconformismo, que nenhum desses diretores esconde, especialmente com os comportamentos do Flamengo e Corinthians.

Estas informações são da coluna do Flávio Ricco.

Direitos de imagem no futebol: uma verdadeira patacoada

"Globo, a gente se vê por aqui". De novo!?

A renovação dos direitos de imagem dos times de futebol brasileiros para com as emissoras da TV aberta nada mais tem sido do que uma verdadeira novela. Por direito, a RedeTV! era a única que deveria ter por exclusividade a transmissão dos jogos do Campeonato Brasileiro a partir do ano que vem. Porém, o poder, o dinheiro e as mais estranhas estratégias que você possa imaginar entrou no jogo. É analisando alguns fatos que vemos como o futebol já foi mais limpo.

A começar, vimos bem antes do inicio do “leilão” os principais clubes brasileiros ensaiarem o racha com o Clube dos 13, entidade que então negociava esses contratos. Misteriosamente (sic), foram os clubes que mais receberam dinheiro da então atual detentora dos direitos, a Rede Globo, e uma das primeiras a assinarem o contrato com a emissora em caráter individual. Como sempre consegue o que quer no Brasil, a emissora dos Marinho calou o presidente do Clube dos 13, Fábio Koff, e acabou acertando com quase todos os times do país ligados à entidade.

A Record, que hoje nem tão rival da Globo é, ofereceu preços exorbitantes para Corinthians e Flamengo, maiores times do Brasil e que, consequentemente, dão audiência (?). Atacou a rival das melhores (ou piores) maneiras possíveis, porém, calou-se rapidamente ao ser questionada sobre a origem de tanto dinheiro oferecido. Apesar de mais uma vez ter perdido a batalha, a emissora da Barra Funda pode até comemorar: em audiência, o efeito não seria o que mais se procura por lá. Porém, ficou no ar a dúvida – nem tão duvidosa assim –: de onde vêm as cifras?

E a RedeTV! ? Poderá ela ser considerada como uma cobaia? É capaz. Para que a emissora de Osasco possa transmitir os jogos, é necessário que a maioria dos clubes estejam de acordo, 20 precisamente. Porém, nenhuma equipe é a favor pelo fato mais óbvio: numa rede em que os 5 pontos são comemorados com festa, onde é que venderei a imagem de meus patrocinadores? Independente disso, Amílcare Dallevo já bateu o martelo e liberou a verba para a compra de equipamentos caríssimos e de alta definição, claro, levando a consideração de que a esperança é sempre a última que morre.

No fim das contas, a Globo sempre consegue o que quer. A Record tenta, grita, mas no fim abaixa a cabeça e, para completar, a RedeTV! apenas serviu para constar num contrato que, pelo visto, ficará trancado na gaveta de alguma mesa, já que pelo andar da carruagem o Clube dos 13 está se desmanchando a cada dia que passa. E o telespectador? Fica preso aos horários em que já estão habituados, porém reclamam que as partidas de quarta-feira são tardes demais. A junção da acomodação daquele que assiste perante as condições de transmissão, mais o poder e “vaidade” da Vênus platinada faz com que mais uma vez isso seja dito: o futebol já foi mais limpo. E muito.

Texto de João Amaro
Você também pode ler esse texto no blog do João Amaro: www.joaoamaro.com.br/blog

Record inicia negociações com os Clubes de Futebol

https://i0.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20110318121317.jpg

A Red e Record enviou na última quinta-feira, 17, um comu nicado a imprensa falando sobre a disputa pelos direitos do Campeonato Brasileiro de 2012 a 2014. Na nota enviada a emissora diz que assim como a Rede Globo, a emissora dos Bispos, vai negociar individualmente com cada clube. Confira o comunicado:

A Rede Record, como sempre agiu desde o início do processo de negociação do Campeonato Brasileiro de Futebol, reafirma sua intenção de negociar, com total e absoluta transparência, diretamente com todos os clubes envolvidos.
“Por isso, decidimos apresentar, publicamente, nossas propostas. Assim, todos terão conhecimento dos valores e propósitos oferecidos para cada um dos clubes que disputam a Série A da competição.
A decisão prioriza o respeito aos clubes, torcedores, telespectadores, patrocinadores, autoridades do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e até concorrentes.
Iniciamos essa etapa da negociação apresentando ao Clube de Regatas Flamengo e ao Sport Club Corinthians Paulista as nossas propostas e, ao mesmo tempo, registramos os documentos em cartório para provarmos que agimos de acordo com as determinações do CADE e da livre concorrência. A proposta é de R$ 100 milhões por ano, para cada um dos clubes, pela transmissão de, no mínimo, 19 jogos a cada temporada dos Campeonatos Brasileiros de 2012 a 2016.
Dessa forma, acreditamos que podemos colaborar com o esporte mais popular do País e que mexe com a paixão dos torcedores.
Clareza de propósitos, negociações à luz do dia, em horário comercial e com respaldo jurídico são os nossos objetivos em todo o processo.
Se as partes envolvidas agirem assim, temos a absoluta certeza de que, nos próximos cinco anos, o futebol brasileiro vai ser protagonizado pelas maiores estrelas do nosso futebol e coroado com a recuperação econômica dos clubes, aumento do interesse dos torcedores e dos telespectadores pelo espetáculo, exibição das partidas em horários mais adequados e ampliação do número de patrocinadores.
Esse é o caminho que a Rede Record acredita que pode perpetuar o Brasil como o país do melhor futebol e também do mais disputado campeonato do mundo”.
Essas informações são do site Natelinha

Comunicado Oficial: Record informa valores de negociação com Corinthians e Flamengo

 

Nesta quinta-feira (17/03), a assessoria de imprensa da Rede Record encaminhou novo comunicado oficial sobre os direitos de transmissão do Brasileirão.

Segue na íntegra:

“A Rede Record, como sempre agiu desde o início do processo de negociação do Campeonato Brasileiro de Futebol, reafirma sua intenção de negociar, com total e absoluta transparência, diretamente com todos os clubes envolvidos.

Por isso, decidimos apresentar, publicamente, nossas propostas. Assim, todos terão conhecimento dos valores e propósitos oferecidos para cada um dos clubes que disputam a Série A da competição.

A decisão prioriza o respeito aos clubes, torcedores, telespectadores, patrocinadores, autoridades do CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e até concorrentes.

Iniciamos essa etapa da negociação apresentando ao Clube de Regatas Flamengo e ao Sport Club Corinthians Paulista as nossas propostas e, ao mesmo tempo, registramos os documentos em cartório para provarmos que agimos de acordo com as determinações do CADE e da livre concorrência. A proposta é de R$ 100 milhões por ano, para cada um dos clubes, pela transmissão de, no mínimo, 19 jogos a cada temporada dos Campeonatos Brasileiros de 2012 a 2016.

Dessa forma, acreditamos que podemos colaborar com o esporte mais popular do País e que mexe com a paixão dos torcedores.

Clareza de propósitos, negociações à luz do dia, em horário comercial e com respaldo jurídico são os nossos objetivos em todo o processo.

Se as partes envolvidas agirem assim, temos a absoluta certeza de que, nos próximos cinco anos, o futebol brasileiro vai ser protagonizado pelas maiores estrelas do nosso futebol e coroado com a recuperação econômica dos clubes, aumento do interesse dos torcedores e dos telespectadores pelo espetáculo, exibição das partidas em horários mais adequados e ampliação do número de patrocinadores.

Esse é o caminho que a Rede Record acredita que pode perpetuar o Brasil como o país do melhor futebol e também do mais disputado campeonato do mundo”.

Com Informações do site Fabio Tv!

 

Globo pode ter fechado Campeonato Brasileiro com 12 clubes

Globo pode ter fechado Campeonato Brasileiro com 12 clubesEmissora pode ter fechado acordo com 12 clubes do futebol brasileiro

A TV Globo continua em busca de acordos com os clubes nacionais para as exibições das partidas do “Campeonato Brasileiro” dos próximos anos.

Segundo informações, a emissora carioca já teria fechado com, até o momento, 12 clubes dos 20 que compõem o Clube dos 13 para transmissões entre 2012 e 2014.

Além dos 12 clubes, a emissora disputará os direitos pelo triênio do campeonato para TV paga, pay-per-view e internet.

Com Informações do Portal PS

 

Rede Record desiste da disputa do Clube dos 13 para exibir Brasileirão de 2012 a 2014

A Rede Record desistiu de participar da concorrência criada pelo Clube dos 13 para venda dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro de 2012 até 2014.

O anúncio foi feito na manhã desta sexta-feira (11), pouco antes de sair o resultado da licitação para a TV aberta. A emissora diz que tomou a decisão movida pelo cenário de incerteza provocado pela dissidência entre os clubes.
Veja abaixo a íntegra do comunicado:

“A Rede Record vem a público informar que apoiava o modelo de negociação dos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro no triênio 2012/2014 proposto pelo Clube dos 13 em acordo com o CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

Mas, infelizmente, a concorrência dividiu o C13. A entidade ficou fracionada em clubes que defendiam o processo iniciado com a carta convite, agremiações que pretendiam negociar os direitos em separado e aqueles que vieram a público pedir a total desvinculação do processo e do agrupamento.

Alguns clubes, antes de ouvir qualquer proposta por parte da Record, já indicam que têm acordos pré-acertados com outra emissora. Os responsáveis por estes acordos que prejudicam os torcedores, clubes e patrocinadores devem vir a público para revelar como foram as negociações e qual o valor acertado previamente, sem concorrência, sem transparência e baseados nos mesmos princípios que ajudaram a reduzir o poder dos clubes, prejudicaram o faturamento das agremiações, limitaram a exposição de patrocinadores e impuseram horários estranhos para a prática do futebol, além de transformar o mais popular esporte do País num mero exportador de talentos. Diante desta atitude a Record informa que não aceita participar de um jogo com cartas marcadas.

O quadro, neste momento, gerou incerteza jurídica. Diante disso, não há convicção de que a proposta vencedora tenha os direitos de transmissão dos jogos de todos os clubes. Há ainda a possibilidade de que uma agremiação possa abandonar o C13 enquanto o contrato ainda estiver em vigor. Assim, a Record decidiu não apresentar proposta ao Clube dos 13.

A emissora volta a manifestar seu desejo de participar da concorrência democrática, caso os clubes entrem em acordo, garantindo estabilidade jurídica a quem apresentar a melhor proposta. E, se os clubes desejarem seguir numa negociação em separado, a Record reafirma que pretende apresentar propostas com padrões de transparência e regras claras.

Mais uma vez, esta é a forma que a Record encontra para contribuir com a evolução e o desenvolvimento do futebol brasileiro, proporcionando uma transmissão de primeira do esporte preferido da nação.
São Paulo, 11 de março de 2011.

Essas informações são do portal R7

Clube dos 13 recebe mal apresentação da Globo

Desespero da Globo irrita dirigentes

A apresentação que os diretores da Globo fizeram hoje (ontem, quarta-feira) à tarde no Clube dos 13 detalhando sua proposta não-financeira para ganhar os direitos de transmissão dos Brasileirões de 2012, 2013 e 2014 foi mal recebida pelos sete diretores da entidade presentes à reunião.

De acordo com alguns desses dirigentes de clubes, a Globo enfatizou exageradamente a perda de audiência das partidas nos últimos anos. E que o mercado publicitário não teria fôlego para bancar um aumento de valor das cotas.

As informações são do site Forum Na Telinha

Se perder, Globo exibirá filmes contra futebol da Record

Clube dos 13 recebe hoje a direção da Globo

A alta direção da Rede Globo tem dito e repetido que não pretende fazer loucuras pelos direitos do Campeonato Brasileiro, de 2012 a 2014, na TV aberta. Só participará da concorrência se houver a possibilidade de fechar a conta. E, se a melhor oferta de uma concorrente for a vencedora, paciência. Ainda no que diz respeito ao futebol, restarão para ela os principais regionais, Copa do Brasil, Libertadores, Sul-Americana, Copa América, Copa das Confederações e amistosos da Seleção Brasileira, entre outros. Hoje, como aconteceu com a Record na quarta-feira passada, a sua direção será recebida na sede do Clube dos 13, em São Paulo, em uma reunião que também servirá para reafirmar essa posição.
Entre outras estratégias de defesa, em caso de derrota, um pacote de filmes, com o que há de melhor nos seus arquivos, será acionado para cobrir alguns desses horários.
Vencendo, a Record, a única que até agora se mostra interessada em pagar mais de R$ 500 milhões por temporada, também ficará a expectativa sobre as providências e como serão os seus preparativos para realizar uma transmissão que ao menos se equipare à atual. A montagem de uma equipe especializada, por exemplo, estará entre as prioridades. Hoje a Record não tem rigorosamente ninguém para isso. Toda essa operação deve representar um custo que jamais existiu no nosso futebol.

 

As informações são do Canal 1

Campeonato Brasileiro poderá ser exibido por Globo, Record e Band

A novela pelos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro do triênio 2012-2014 parece estar próxima do fim. Em fevereiro, o Clube dos 13 irá anunciar qual foi a emissora vencedora da licitação.

Porém, a disputa entre Globo, Record e Band deverá terminar em empate. De acordo com a jornalista Keila Jimenez, nos bastidores da negociação, já está sendo sinalizado que o torneio será repartido pelas três emissoras.

Resta saber se cada um dos canais poderá transmitir partidas exclusivas, já que o edital, conforme determinado pelo Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), prevê que, em caso de sublicenciamento, todas as emissoras terão liberdade para transmitir partidas diferentes de suas concorrentes. Outra novidade que está sendo discutida é a exibição de jogos em horários alternativos, como às 20h30.

NaTelinha

%d blogueiros gostam disto: