Record é a única a crescer com programação religiosa no ibope da madrugada

https://i0.wp.com/f.i.uol.com.br/f5/geral/images/12039256.jpeg

Os bispos da Igreja Universal provavelmente vão ficar gabolas e faroleiros com a notícia: dados exclusivos obtidos pelo “F5” apontam que a Record foi a única emissora que cresceu em audiência das 0h às 6h em janeiro no Brasil, segundo dados do PNT (Painel Nacional de Televisão). O ibope nessa faixa cresceu 10%, enquanto as demais redes abertas, todas, caíram –sem exceção Ou seja, enquanto a programação laica perdeu fôlego, a religiosa ganhou.

Um dos motivos para a boa madrugada da Record é o “Fala que Eu Te Escuto”, que antecede a pregação e entrega ótima média de ibope para o horário seguinte (até 5 pontos). A atração –também da Universal– às vezes abandona o proselitismo, faz cobertura jornalística até certo ponto séria e tem a vantagem de ser popular: tem grande participação de telespectadores. Em alguns dias o “Fala que Eu Te Escuto” chega a disputar a vice-liderança com o SBT. Cada ponto de ibope na GSP equivale a 58 mil domicílios assistindo ao programa.

Informações do colunista Ricardo Feltrin, da UOL.

%d blogueiros gostam disto: