Globo ira investir em Dramaturgia diferenciada

O sucesso da série “As Brasileiras” esta dando bons resultados a TV Globo, com isso a emissora ira investir em produções como a série, mas sem dar continuidade a mesma.

A idéia é fazer um programa de qualidade com os nomes mais importantes da emissora, texto moderno e um cuidado quase cinematográfico em episódios independentes.

Parabólica JP 

“As Brasileiras” apresenta A Culpada de BH

No episódio da série “As Brasileiras” desta quinta-feira (15/03), na Rede Globo, a atriz Isis Valverde estará em “A Culpada de BH”.  Catarina (Isis Valverde) vivia dizendo que não tinha sorte no amor e que também não tinha sorte no jogo. Se fosse preciso ter sorte para andar na rua, não haveria saída: ela ia ter que se trancar em casa. Mesmo assim, ainda tinha certeza de que um belo dia seu príncipe encantado surgiria. Mas, considerando o seu azar, temia que viesse na forma de um sapo.

Em mais uma de suas situações estabanadas, Catarina conhece o médico Vitório (Humberto Martins), um cinquentão bonito e cavalheiro, diferente de todos os meninos, praticamente moleques, com quem ela já havia se relacionado. Logo se encanta e se entrega aos braços do médico. E vive um sonho. Resta apenas saber agora se sua fama vai influenciar o novo relacionamento.

O episódio tem direção de Tizuka Yamasaki e conta também com a participação de Bianca Comparato, Raquel Fabri, Lavinia Vlasak e Norma Blum.

Grazi Massafera será mãe de Sophie Charlotte em série

Grazi Massafera será a mãe de Sophie Charlotte em 'As Brasileiras'. Foto: Dario Zalis/ Contigo!/Divulgação

Grazi Massafera será a mãe de Sophie Charlotte em ‘As Brasileiras’

De acordo com o blog da Patrícia Kogut, do jornal O Globo, Grazi Massafera vai viver a mãe de Sophie Charlotte em As Brasileiras, da TV Globo. O episódio estrelado pela atriz, que atualmente interpreta Amália em Fina Estampa, terá cenas gravadas no sambódromo do Rio, nesta segunda-feira (20).

Na história, Sophie encarna Esplendor, uma jovem que nasceu durante um desfile do Salgueiro, no meio da Sapucaí. Sua mãe morre no parto e as cenas de Grazi serão gravadas em estúdio.

Maria Flor diz que sua vantagem é não aparentar idade

Maria Flor é a protagonista de 'A de Menor do Amazonas', episódio de 'As Brasileiras'. Foto: TV Press

Por trás do jeito tímido e delicado de Maria Flor, esconde-se uma atriz de espírito aventureiro. “Adoro viajar. E é muito bom quando um trabalho me leva para outros lugares. Essa ambientação é importante. Sair do estúdio deixa a atuação mais sólida”, analisou a atriz, que para gravar as cenas de A de Menor do Amazonas, episódio da série As Brasileiras, viajou até a capital do estado retratado, Manaus, onde pôde observar os costumes, sotaques e tradições da Região Norte do País. Para Maria, um dos pontos altos da preparação para o trabalho foram os mergulhos e passeios no famoso Rio Negro, que banha a cidade amazonense e ganha ares de personagem da trama. “As gravações foram uma delícia. Pena que duraram apenas uma semana”, relembrou.

Com exibição prevista para o dia 5 de abril, o episódio protagonizado pela atriz conta a história da ninfeta Shirley. Corpo de mulher e semblante de menina, a personagem vale-se de sua sensualidade pueril para mexer com a imaginação dos homens que trabalham na Zona Franca de Manaus, pólo industrial da região. “Ela trabalha em uma birosca e é muito paquerada. Acaba sendo atacada pelo patrão, fica assustada e foge em um barco”, resumiu Maria, que aos 28 anos, mantém o rostinho de garota. Tanto, que nem precisou de muitos recursos para parecer uma menina de 14 anos. “Sou magrinha, porte pequeno, muita gente acha que sou mais nova. Até hoje ainda sou barrada em porta de boate. Acho isso maravilhoso!”, entregou, aos risos.

De bem com o tempo, Maria acredita que não aparentar a idade real é positivo tanto para a vida pessoal, quanto para a carreira. “Essa característica sempre me ajudou a transitar bem por personagens mais velhas e mais novas”, acredita a atriz, que não esconde a felicidade de participar da série, derivada do sucesso de As Cariocas, ambas dirigidas e idealizadas por Daniel Filho. “Assisti As Cariocas e adorei! O texto é muito bom. Abrir o leque de possibilidades e contar histórias de todas as regiões do Brasil foi uma grande ideia”, elogiou.

As Brasileiras marca a volta de Maria à TV, quase um ano depois do precoce fim de Aline, seriado cancelado durante a segunda temporada. Por conta dos baixos índices de audiência, a Globo nem chegou a exibir todos os episódios prontos da série sobre a moderna e ousada personagem, baseada nos quadrinhos de Adão Iturrusgarai. “Foi uma surpresa. Era um trabalho muito querido por mim e por todos da equipe. Mas na TV, quem manda é o ibope”, ressaltou. Para curar a tristeza, nada melhor do que se envolver em novos projetos. Ainda mais se for um filme dirigido pelo incensado Fernando Meirelles, de Cidade de Deus, com quem Maria trabalhou na série Som & Fúria, de 2009.

Rodado na Inglaterra e com estreia prevista para março, o longa 360 fala sobre a integração social a partir das relações sexuais, e conta com Anthony Hopkins, Rachel Weisz e Jude Law no elenco. “Quando recebi o convite para fazer os testes, não imaginava que teria de contracenar com um ator da importância do Anthony. Fiquei muito nervosa. Foi uma experiência que me marcou muito como atriz”, recordou. Durante a estadia em Londres, cidade que conhece desde os 14 anos, Maria ainda pôde mostrar sua porção apresentadora com o programaTodo Mundo, do Multishow. De forma informal e documental, nos quatro episódios exibidos em dezembro do ano passado, ela deu dicas da cidade e conversou com brasileiros que residem por lá. “Recebi uma resposta muito positiva do público nas ruas e redes sociais. Ser apresentadora não é uma prioridade. Simplesmente aconteceu. Posso até repetir, mas meu foco mesmo é atuar”, destacou.

Texto feito pelo portal Terra.

Grade apertada leva Globo a deixar “As Brasileiras” para 2012

Xuxa se reuniu com o diretor Daniel Filho no início de agosto para discutir sua participação na série As Brasileiras

Xuxa se reuniu com o diretor Daniel Filho no início de agosto para discutir sua participação na série “As Brasileiras”

Agora é oficial: a direção da Globo resolveu deixar para o primeiro semestre de 2012, o lançamento de “As Brasileiras”, realizada em parceria com a Lereby, produtora do Daniel Filho.

Após a exibição da novela “O Astro”, no dia 28 de outubro, a segunda linha de shows será ocupada pelas séries “A Mulher Invisível”, às terças; “Força Tarefa”, às quintas; e “Macho Man”, às sextas.

Portanto, salvo alguma novidade de última hora, a grade da Globo já está praticamente fechada para os próximos meses. Com o adiamento na estreia de “As Brasileiras”, a sua equipe de direção ganha mais tempo para se dedicar ao programa, que agora poderá ultrapassar a marca de 16 episódios.

 

 

Caco Ciocler, que rodou curta em SP, volta à TV em ‘As brasileiras’

Caco Ciocler, que está longe da TV desde a série “A cura”, exibida no ano passado, voltará ao ar num dos episódios de “As  brasileiras”, de Daniel Filho. Enquanto aguarda o começo das gravações, ele poderá ser visto em festivais internacionais com o curta “Fly”, do qual foi protagonista. A filmagem aconteceu há seis anos, mas a produção permaneceu inédita até hoje. Caco contracenou com Thiago Oliveira, que fez o Tavinho de “Araguaia”.

Na história, com direção de Marcio Salem, Caco é Murilo, um artista plástico de 27 anos que fica desesperado ao ver o irmão, Diogo (Thiago), morrer.  Aos 17 anos, Diogo é jovem que está se preparando para o vestibular mas se sente muito inseguro em relação ao seu futuro.

Abaixo, veja mais fotos do filme:

 

 

O Globo, Patrícia kogut

Eduardo Moscovis é disputado por duas séries na Globo

Eduardo Moscovis estava nos planos do diretor Daniel Filho para protagonizar um dos episódios de “As Brasileiras”, o ator informou sua indisponibilidade para gravar devido ter um compromisso com uma outra série da Rede Globo “Loucos por elas” pois as gravações iniciaram no mesmo período.

Mais! Relator do projeto de lei de reforma do Código Florestal, o deputado Aldo Rebelo (PC do B – SP) será o convidado do “Roda Viva”, na Cultura, nesta segunda-feira.

Mais,Mais! A Band confirmou a estréia de “Agora é tarde” com Danilo Gentilli para a próxima quarta, dia 29. O Talk Show deve mesmo disputar por alguns minutos conta o Jô na Globo.

Flávio Ricco

Ivete Sangalo grava abertura da minissérie “As Brasileiras”

https://i1.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20110603120900.jpg

A cantora Ivete Sangalo gravou nesta sexta-feira (3) a abertura da minissérie “As Brasileiras”, da Globo.

Ivete fará uma participação especial, e dos bastidores da gravação ela falou com seus seguidores no Twitter: “Hoje já cedo no batente. Gravando a abertura de ’As Brasileiras’. Muito divertido. Terei o prazer de ser dirigida por Daniel Filho, e estar na companhia de atrizes maravilhosas!”, escreveu.

Segundo Ivete, serão seis episódios especiais: “Eu farei o meu melhor como atriz”, escreveu no Twitter.

Essas informações são do site NaTelinha

Ivete Sangalo pode estrelar nova série da Globo

Ivete Sangalo pode estrelar nova série da GloboA cantora Ivete Sangalo está entre os desejos da TV Globo para ser uma das 16 mulheres a estrelar uma das novas série do canal, “As Brasileiras”.

Depois do sucesso obtido com “As Cariocas”, que trazia no elenco, entre outras, as atrizes Deborah Secco e Grazi Massafera, o autor Daniel Filho pretende acrescentar um tempero baiano à série.

Para o elenco de “As Brasileiras”, já estão confirmados os nomes de Alice Braga, Claudia Jimenez, Giovanna Antonelli e Juliana Paes.

Fonte: Portal PS

%d blogueiros gostam disto: