Record faz discurso para conter onda de medo entre os funcionários

Depois de muitos boatos sobre mudanças no alto comando da Record, o presidente da emissora, Alexandre Raposo, resolveu falar aos funcionários.

Na manhã de quinta-feira (1), Raposo fez um discurso visando acalmar os funcionários da Record e anunciando que a empresa vai iniciar uma política “de valorização dos recusos humanos”.

Tudo isso para tentar combater a onda de medo e incerteza que tomou conta dos profissionais e artistas da Record nos últimos dias. A emissora estaria demitindo, cortando gastos, proibindo horas extras e colocando espiões para supervisionar (até fotografando) quem não está trabalhando e cumprindo à risca as determinações.

Sem explicar muito o que virá pela frente, Raposo disse que os funcionários terão em breve alguns benefícios, como novas e melhores instalações para trabalhar e melhorias internas, como um novo restaurante.

O executivo também fez questão de dizer que a direção da emissora não será trocada e que a Record continuará crescendo.

Quanto à questão salarial, Raposo não quis tocar no assunto.

%d blogueiros gostam disto: