Prévia- A Liga – estreia (07/01)

A liga

:globo: 19.4

:sbt: 6.6

:band: 4.6

:record: 4.3

7 de pico, vários minutos na vice-liderança

Hoje em A LIGA – 27/11/2012: Do exótico ao caótico

As muitas faces de uma rua chamada Augusta

Em São Paulo existe um lugar onde tudo pode acontecer. Um ponto de diversão da cidade, extremado e variado: é o baixo da Rua Augusta, ou melhor; o “Baixo Augusta”. Esse universo é o tema do programa A LIGA desta terça(27) às 22h45.

Com quase 140 anos de história e um passado já celebrado pela juventude do anos 50 e 60, a famosa rua começa na rica Avenida Paulista e vai até o eclético centro paulistano. Nos seus aproximadamente 2 quilômetros, metaleiros, drags queens,hipstersnerds, garotas de programa e travestis dividem espaço, criando um cenário tão exótico quanto caótico.

E quando uns se divertem, outros tiram proveito e ganham o seu dinheiro. As calçadas estão lotadas de bares, restaurantes, baladas, vendedores ambulantes e os famosos inferninhos. Mas muitas vezes o cenário da diversão pode ser usado para protestar, como com a anual “Marcha das Vadias”; ou se tornar exagerado e acabar da pior forma possível: em violência.

O programa vai fundo para saber se todos realmente convivem juntos e misturados.

A LIGA vai ao ar nesta terça(27) à partir das 22h45.

HD onde disponível

Hoje em A LIGA – 20/11/2012: Para onde correr na hora do desespero?

Debora Vilalba integra a liga /

As histórias reais de pessoas que ficaram sem saída

Imagine a situação de alguém que de repente tem sua vida virada de cabeça para baixo. Nesta terça(20), às 22h45, o programa A LIGA vai mostrar o drama de famílias que se encontram sem saída, bloqueadas, impotentes, encurraladas.

Se os mais de 11 milhões de brasileiros que moram em favelas já convivem com certo desespero, isso ainda pode piorar se o fogo destruir, em minutos, o que levou anos para ser construído. Tudo também pode mudar quando se descobre que a principal fonte de renda da família é, na verdade, um veneno que mata aos poucos, e que o simples fato de sair para trabalhar honestamente, pode custar a vida. E se a sobrevivência já precária piorar ainda mais com o fim do único teto disponível para a família se abrigar?

A edição desta semana vai mostrar como é a vida de quem teve os olhos vendados pelo destino e não consegue ver a luz no fim do túnel.

O programa A LIGA desta terça(20) começa às 22h45.

HD onde disponível

Rafinha Bastos negocia retorno e novo programa com a Band, diz jornal

Após anunciar sua saída da RedeTV!, onde implementou o “Saturday Night Live”, Rafinha Bastos deverá investir em novos projetos na TV por assinatura.

O humorista já tem uma série no FX, “A Vida de Rafinha Bastos”, que deve começar com episódios inéditos em breve.

Paralelo a isso, a Band retomou as conversas para a participação dele em “A Liga”, que anda em baixa.

Com as negociações, Rafinha poderá ganhar um programa solo na emissora, segundo informa a coluna “Outro Canal”, do jornal “Folha de S.Paulo”.

Na Telinha

Bandeirantes vem com novidades nesse ano, entre elas um programa voltado para a “economia”

Depois do “Muito +”, da série “24 Horas” (mesmo sem exibir), a Rede Bandeirantes está planejando suas próximas novidades para esse ano , já que quer brigar pela terceira colocação no IBOPE.

Segundo um dos colunistas do site UOL, a emissora vem pensando em estrear uma atração voltada para o assunto “economia”. O avanço do projeto já está acontecendo, reuniões já foram feitas na própria sede do canal para poder debater melhor sua nova aposta. O editor- chefe do programa será Paulo Fogaça, o mesmo já passou por grandes emissoras, entre elas a Globo.

Ainda não se sabe qual será o dia da estreia, mas o que se sabe é que o programa entrará no ar uma vez por semana e que além deste produto com foco em economia, a Band já está preparando as estreias de séries americanas, entre elas “24 Horas” e “The Walking Dead”; o reality show “Perdidos na Tribo”; o esportivo “O Dono da Bola”, com o Neto; e a volta das férias de atrações como “CQC” e “A Liga”.    

Chances de Rafinha voltar ao “CQC” são cada vez menores

https://i0.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20111026110441.jpg

Divulgação/Band

As chances de Rafinha Bastos voltar ao comando do “Custe o Que Custar” junto a Marcelo Tas e Marco Luque, são consideradas cada vez menores nos bastidores da Band.

Segundo a coluna Controle Remoto, acredita-se, na emissora, que a possibilidade de um eventual regresso ainda este ano é nula. Já, para 2012, as chances são consideradas remotas.

Já há informações sendo propagadas pela imprensa sugerindo uma eventual negociação entre Rafinha Bastos e a MTV, o que ainda não foi confirmado.

Paralelo a isso, também há a possibilidade do humorista ficar apenas em “A Liga”.

Com informações do site NaTelinha

Polêmica desagrada produtora e Band pode perder o “CQC”

https://i0.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20111011173543.jpg

O comentário de Rafinha Bastos sobre a cantora Wanessa no “CQC” segue dando problemas à Band.

Além de perder Rafinha Bastos, que pediu demissão, a emissora ainda pode ficar sem o formato inteiro. De acordo com a colunista Keila Jimenez, da “Folha de S.Paulo”, a polêmica interferiu na boa sintonia entre a Band e a produtora argentina Cuatro Cabezas, criadora do “Custe o que Custar”.

Apesar de ter autorizado o canal a suspender Rafinha, a Cuatro Cabezas não teria gostado nada da postura tomada, já que o formato é famoso justamente pela liberdade de expressão e seus polêmicos integrantes.

Com a confusão envolvendo o comediante, a permanência do “CQC” na grade da Band fica ameaçada. A emissora informa que possui exclusividade com a produtora até dezembro de 2015, mas os contratos individuais com os repórteres vencem no final deste ano. Segundo a colunista, Record e SBT estão de olho no portfólio da Cuatro Cabezas.

Atualmente, a Band exibe da produtora os programas “CQC”, “A Liga” e “Polícia 24h”, além de preparar a estreia do reality show “Mulheres Ricas” e já ter exibido “The Phone – A Missão” e “E24”.

Procurada, a emissora diz que a relação com a Cuatro Cabezas não foi abalada e que o contrato de alguns integrantes do “Custe o que Custar” foi renovado recentemente.

 
Com informações do NaTelinha

%d blogueiros gostam disto: