Disney cria versão brasileira de Hannah Montana



Disney Channel Brasil, recebeu os direitos para a criação de Hannah Montana BR, a série mundial acaba este mês e devido aos grandes picos de audiência a Disney BR optou por fazer uma versão Brasileira, com algumas mudanças.

– Nome da atriz não será Miley e sim Tainá;

– O nome do irmão e do pai de Hannah não serão os mesmos;

– A série irá somente copiar o nome Hannah Montana da original e irá trocar o resto para dar uma “brasileirada” na série;

– A cidade onde Hannah mora é o Rio de Janeiro.

A Disney BR já está no meio das gravações da primeira temporada, com estréia prevista para Outubro. A Rede Globo comprou o direito de exibição da série.

(Foto Retirada do albúm pessoal da atriz)

A atriz que vai interpretar Hannah Montana será Tainá Stefany Baldares, a mesma que estará em Cordel Encantado interpretando gêmeas.

Forúm Disney Channel Oficial

Nova promessa da Rede Globo

A Rede Globo está apostando em atores mirins que ultima-mente estão invadindo a TV, um dos exemplos é da novela Cordel Encantado que as autoras por pedido da direção da Globo fez um papel em destaque para alguma atriz mirim. Depois de vários testes foi escolhido a atriz que viverá duas irmãs gêmeas e terá grande destaque na novela. Primeiramente o teste seria para o novo seriado da Rede Globo, baseado na história de Hannah Montana, mais depois decidiram levar o projeto para algum tempo mais tarde.

A atriz Tainá Stefany Baldares de 14 anos será a interprete de Emily e Flávia, duas irmãs completamente diferente, podendo até ganhar um seriado na Rede Globo no final do ano.

Com informações do site da atriz

Quanto toca o sino estréia dia 14 de Fevereiro

Dia 14 de Fevereiro no Zapping Zone da Disney Channel, estréia a segunda temporada de “Quando toca o sino- Brasil”, nos EUA a série é protagonizada por Demi Lovato e gera elevados índices de audiência para a Disney EUA.

Logo após uma primeira temporada de sucesso a alta cúpula da Disney Brasil decidiu fazer uma segunda temporada aonde iria haver mais mudanças no elenco e na vida dos personagens.

Quando Toca o Sino estréia dia 14 de Fevereiro no Zapping Zone.

 

Disney Brasil e EUA irão se unir no dia 20/02

Foi divulgado pela Disney Channel Brasil a união com a Disney EUA para a mega festa de encerramento da série Hannah Montana Forever, no Brasil, a festa de encerramento oficial aconteceu no dia 16 de Janeiro nos Estados Unidos com a presença de todo o elenco. Por mais que a divulgação tenha sido bastante para esse último episódio de toda a série, intitulado “Hannah Montana, aonde quer que esteja” foi o segundo episódio mais visto da série, o primeiro foi o 9º episódio, chamado “Sempre vou me lembrar de você Hannah Montana” que é o episódio onde Miley assume quem é para o mundo, chagando a picos de 20 milhões de pessoas assistindo nos EUA e 14 milhões no Brasil, devido ao fuso horário a série foi exibida duas horas antes do que nos Estados Unidos.

A série já ganhou vários prêmios, inclusive o de melhor série da primeira década de 2000 e o prêmio “Kids Choice Awards” superando o poderoso “Os Simpsons”

Hannah Montana foi a série que mais influenciou o jovem na última década e foi a primeira série no mundo a ganhar o Oscar com 100% de aprovação dos jurados.

O público dará Adeus a série no dia 20/02 ás 20hr00

The Best of World

Está no ar a coluna “Mais Novela”

Caros leitores;

Saudações!

Meu nome é Vinicius Ferreira e está é a terceira edição da coluna “Mais Novela”.

Semana importante na telinha brasileira, semana de estreia de novela das 8 ( agora das 9 ). Infelizmente, importante não é sinônimo de feliz, e os índices de audiência de Insensato Coração não deram o que comemorar ao longo da semana. Foram tímidos 32 pontos de média semanal, quase ultrapassados pelos estilistas da novela das 7, e embora estejam apenas 3 pontos abaixo da nova meta estabelecida para o carro chefe da emissora dos Marinhos, fica claro que não se espera apenas isso de uma produção desse porte. Fazendo um giro pela semana, os índices mantiveram-se normais em todas as emissoras. A última semana de Esmeralda ( que acabou mesmo dessa vez ) garantiu 8 pontos para o SBT, e sua substituta mostrou pouco fôlego com 5. Ribeirão do Tempo reagiu no ibope, 13 pontos contra 10 da semana anterior. Mas os holofotes do Brasil estavam mesmo para Insensato Coração, e os da nossa coluna não poderiam se virar para outro assunto se não esse.

Confesso que as chamadas da nova novela não me chamaram nem um pouco a atenção. Tudo que eu via ali era mais do mesmo. Ao longo da semana, comprovei meus presságios, mas nem todos. A novela mostrou-se interessante, embora carregada de clichês. Amor a primeira vista, barracos de família, vilão invejoso, alpinista social, sedutor incorrigível, empresário bem sucedido… só faltou mesmo um casal que ao longo da trama descobrirá que são filhos do mesmo pai ou da mesma mãe, e não duvido muito que tenhamos um. Mas mesmo com tantos ingredientes tradicionais, a trama se destacou pelas ótimas cenas de ação e pelos núcleos veteranos que arrasaram. Muita gente resumiu essa primeira semana apenas ao sequestro do avião, que foi uma cena impactante, mas não a única. Como não poderia deixar de comentar sobre ela, foi uma típica cena que se perdeu apenas nos detalhes. Uma faquinha a nível de abridor de latas abre portas e é capaz de matar com a mesma eficiência que uma arma de fogo, essa foi a lição que ficou. E se seu voo foi sequestrado e está despencando, o máximo que você pode fazer é ficar calmo e esperar a morte tranquilamente ( ou o super herói ). Essa instrução os passageiros tiraram de letra.

Quanto ao elenco, alguns apenas merecem destaque. Gabriel Braga Nunes fará mais falta a Record do que Fábio Assunção fez a trama. O ator esteve ótimo na pele de Léo, substituindo Fábio com a mesma, ou até maior, eficiência. Natália do Valle também esteve impecável como  Wanda, com o tom certo em todas as suas cenas. Antônio Fagundes, sempre excelente, vivendo seu Juvenal Cordeiro, digo, Leal Antena, enfim, acho que dá no mesmo.

A única coisa de insensata foi a escalação de Eriberto Leão como protagonista. Não que ele seja um mau ator, pelo contrário, mas depois de tantos protagonistas rurais, encarar um desafio tão grande gerou um desempenho inferior ao esperado do novo herói da tv. Paola Oliveira estava certa e linda, injustas quaisquer críticas negativas à sua atuação. Já Lázaro Ramos, a única impressão que deixava era que a cada cena séria e envolvente ele começaria a rir e a fazer piadas, até porque é a esse Lázaro que estamos habituados e que gostamos. Deborah Secco esteve mais vulgar do que engraçada, mas ainda aposto nela como um ótimo destaque, já que a atriz até hoje nunca deixou a desejar.

Como ainda nos restam 8 meses e muita coisa ainda pode mudar, vamos falar de coisas fixas. Desde Caminho das Índias anceio por uma abertura de se encher os olhos. Chegou Insensato Coração e continuo esperando. Aquela estátua girando é cansativo, triste e dá sono. Falando o português claro: Nada a ver. Meus olhos podem ter ficado vazios, mas meus ouvidos encheram-se de graça pela maravilhosa voz de Maria Rita. A música realmente é bem escolhida e cantada, faz valer a pena ficar pouco mais de um minuto acompanhando aquela estátua pra lá e pra cá.

Resumindo: Insensato Coração é uma novela tradicional, bem feita, escrita e dirigida, com núcleos que podem variar e surpreender a qualquer instante. Aposto num desempenho superior ao de Passione. 

PALMAS & VAIAS

Semana passada não escrevi essa parte porque a crítica acabou ficando muito extensa e não quis cansar muito a leitura, mas agora, está de volta.

PALMAS

Para Camila Pitanga, que tem se mostrado uma atriz versátil. Mesmo com um papel totalmente diferente de Bebel e Rose, a atriz teve um ótimo desempenho na nova novela das 9. Certa e elegante. Parabéns !

VAIAS

Para Alexandre Borges, que parece ter perdido o tom nas últimas semanas de tititi. O ator, que tinha começado divertido e certo, agora tem tido uma atuação chata, com aquelas vozes que ficam variando do bobo ao insuportável, e aquelas caretas que não convencem. Caricato demais.

VINICIUS FERREIRA

Uma Boa Semana a Todos!

Está no ar a coluna “Mais Novela”

Caros Leitores, Saudações!

Chegamos a nossa 2ª edição com um assunto muito especial, até porque essa semana foi semana de final de novela das 8, e uma ocasião dessas é sagrada na TV aberta e faz a felicidade dos executivos da Globo de segunda à sábado, com números expressivos no ibope. Mas não foi só Passione fez a festa na Vênus Platinada essa semana. Tititi também fez bonito, se consolidando com 34 de média semanal. Malhação fechou na meta (20), o Clone teve um começo razoável (16), só Araguaia  sofreu uma leve queda (24). No SBT, a “última semana” de Esmeralda garantiu 8 pontos de média, e Ribeirão do Tempo escorregou pra 10.

Mas foi Passione que fez o Brasil parar essa semana, e é da trama de Silvio de Abreu que desde maio ocupa o cargo de carro chefe da emissora é que vamos falar.



Passione tomou conta da telinha da Globo com o principal objetivo de resgatar a audiência do horário, depois do fracasso de Viver a Vida. E prometia dar conta do recado, com um elenco nunca antes visto, o melhor já reunido em uma novela, história interessante, ritmo intenso, personagens interessantes. Começou bem, mas ainda sofrendo com a rejeição do público, visto que substituira uma trama muito fraca. A dinâmica da trama não elevou os índices, e Silvio se viu obrigado a diminuir o ritmo eletrizante, mas a audiência só fazia cair. Só depois da morte de Saulo que a trama enfim decolou. Mas já era tarde, Passione se consolidou com 35 pontos de média geral, um grande fracasso.

A história geral da trama era boa, porém trabalhada de maneira mirabolante. Quase todos os personagens mantiam parentesco com metade da novela, e daí vimos Agnello se envolvendo com a prima e com a tia, Berilo casado com a filha e com a irmã de Totó, Fátima flertando com dois primos, o ex namorado de Gemma casado com a sogra de Bete, mãe de Totó.. enfim, algo tão surreal quanto os mutantes da Rede Record.

E com um elenco tão grandioso e espetacular, claro que alguns não seriam trabalhados como merecem. Francisco Cuoco entrou quieto e saiu calado, sua participação foi totalmente ofuscada pelo sucesso de Irene Ravache, Flavio Migliaccio e Gabriela Duarte, que roubaram a cena. Bruno Gagliasso patinou no italiano, dando a Berilo um ar de Tarso com um sotaque caricato. Nem mesmo a grande musa Fernanda Montenegro teve tanto destaque, muitas vezes sua personagem aparecia apenas para refletir sobre os horrores cometidos contra sua família e tramar planos com seu advogado. Se perdeu, mas ainda assim deu a Bete Gouveia uma classe e elegância que só uma atriz do porte dela poderiar conferir de maneira tão maravilhosa. Vera Holtz também brilhou como Candê, embora aquele sotaque caipira fosse totalmente descartável. Carolina Dieckmann também não foi feliz na novela, e mesmo com todo seu talento, não conseguiu salvar sua personagem que fora muito mal construída. Um desperdício.

Porém, Cleyde Yáconis, Tony Ramos, Cauã Reymond, Bianca Bin, Mayana Moura, Werner Schunemann e Aracy Balabanian merecem nossas palmas e admiração. Brilharam na novela e mostraram um ótimo trabalho.

Agora, com toda certeza, a novela foi do começo ao fim de Mariana Ximenes. A atriz esteve simplesmente espetacular durante toda a trama, o melhor de todos os seus trabalhos na TV até aqui, encarnando sua primeira vilã, e mostrou ser feita para a coisa, conseguindo enganar, manipular e cometer crueldades a nível de Flora ou Nazaré. Com certeza está só começando.

Reynaldo Gianecchini também estece no ápice de suas atuações, depois de tantos personagens fracos, encarnou muito bem o vilão Fred.

A novela também trouxe assuntos importantes e os abordou muito bem. A dependência química e a exploração de menores foram muito bem trabalhadas e com certeza fizeram seu papel alertando a sociedade. O último, inclusive, serviu para explicar o gancho central da trama, que eram os assassinatos de Saulo e Eugênio.

O capítulo final foi interessante, mas com algumas derrapadas. Clara pulando do carro em movimento, despercebida, mesmo com tantas viaturas de polícia na sua cola foi no mínimo estranho. E a perícia também foi generosa com a loira, já que não conseguiu nada que a incriminasse no quarto do motel e nem se preocupou em checar se o braço carbonizado era mesmo dela.

Entre muitos altos e baixos, Passione de despede do telespectador como uma trama razoável, longe de ser ruim mas não a nível de ser espetacular, e só nos resta esperar e ver se Silvio de Abreu nos abrilhantará com uma trama inédita. Faço votos para que sim.

É isso, até a próxima edição e uma boa semana para todos vocês.

VINICIUS FERREIRA

Está no ar a coluna “Mais Novela”

Caros leitores;

Saudações!! Meu nome é Vinicius Ferreira, e é com muita honra que apresento a vocês a coluna “Mais Novela”

Muito bem, a semana que passou deu muito o que falar. A chuva caiu, a audiência subiu, o SBT reagiu, a Globo bombou, e o resultado foram novelas batendo recordes em audiência. Passione explodiu, foram 44 pontos de média semanal, o que nos dias de hoje é algo louvável. Assim como Tititi, Araguaia e Malhação, que se superaram com 33, 26 e 23 de média, respectivamente. Ribeirão do Tempo também merece destaque, pois segue mantendo seus índices, com um público fiel que deixou a trama de Marcílio Moraes na casa dos 12 pontos. No SBT, nada de novo, suas novelas se manteram na casa dos 6 pontos, exceto Camaleões, que seguiu com 5.

Mas enfim, o destaque e assunto de hoje é a reprise de Sete Pecados, que se despediu da telinha na última sexta, com bons 20 pontos em seu último capítulo.

Dia 13 de setembro de 2010 entrava em cartaz no Vale a Pena Ver de Novo a menos memorável trama do ótimo Walcyr Carrasco. Uma novela com uma temática interessante, que poderia ter sido melhor explorada, sem tantas apelações. Quando o objetivo do autor é diversificar, é necessário extremo cuidado na maneira como se explora o tema, pois uma má dosagem pode gerar consequências catastróficas na audiência ( a recente “Tempos Modernos” não me deixa mentir ) e o mesmo aconteceu com Sete Pecados mesmo em sua primera exibição. Foram tímidos 30 pontos de média geral, que mesmo cumprindo com sua meta, deixou claro que poderia ser melhor. Priscila Fantin sustentou a trama muito bem, auxiliada pela divertida Cládia Jimenez e pelo casal vivido por Malvino Salvador e Nívela Stelmann. Fora isso, nada merece destaque. Sua reprise tão recente mereceu a audiência que teve, 13 pontos de média geral ao longo de apenas 83 capítulos, que mesmo tendo maior tempo de duração, não completam nem a metade dos 208 da trama original. Prevejo que se os mesmos erros se repetirem em Morde e Assopra, próxima novela de Walcyr, teremos um fracasso ainda maior. Mas isso é tema para as próximas edições.  Sete Pecados se despede para nunca mais ser lembrada, a não ser pela Globo, que com certeza vai pensar duas vezes antes de achar que o público se satisfaz com qualquer coisa.

Hoje sim tivemos uma demonstração do que realmente se vale a pena ver de novo. O Clone voltou a telinha, quase 10 anos após sua primeira exibição, tempo mais do que suficiente para fazer nós telespectadores ansiarmos para trazer as nossas tardes personagem memoráveis como Dona Jura, e repetirmos seus divertidíssimos bordões. Segundo a prévia, estreou com menos do que se esperava, mas mesmo assim com uma audiência comemorável, 15 pontos segundo a prévia, que com certeza irão evoluir rapidamente. A grandeza da trama não é brinquedo não, imagens que surpreendem até nos dias de hoje e que brilharam muito anos atrás. Glória Perez sabe fazer uma novela arrebatadora como ninguém. Valeu muito a pena rever, e vai valer ainda mais daqui pra frente.

 

Em toda trama, sempre temos atores que merecem nossas palmas, e outros que merecem as nossas vaias, e é deles que vamos falar agora.

PALMAS

Para Cleo Pires. A atriz tem mostrado evolução com sua personagem na trama das 6, e ainda que tenha muito a progredir, vem monstrando competência na pele da índia Estela. Se o sangue falar mais alto, Cleo vai longe.

VAIAS

Para Kayky Brito e seu chatíssimo Sinval em Passione. Tudo bem que o personagem bobo e sem graça não ajuda em nada, mas Kayky tem uma atuação péssima, com aparições extremamente forçadas. O ator já teve trabalhos melhores.

 

Não querendo tomar mais do precioso tempo de vocês, encerro aqui nossa primeira edição. Espero poder vir com cada vez mais diversidade e novidades para você leitor do CTV, que confia na credibilidade do nome e não se arrepende! Muito Obrigado, e segunda que vem tem muuuuito mais!!

VINICIUS FERREIRA

Não perca hoje a estreia da coluna “Mais Novela”

HOJE, ÀS 8 DA NOITE, AQUI NO CTV

 

Não percam AMANHÃ a estreia da coluna “Mais Novela”

AMANHÃ, 8 DA NOITE, VOCÊ NÃO PODE PERDER A ESTREIA DA COLUNA “MAIS NOVELA”

 

Não percam, nessa segunda a estreia da coluna “Mais Novela”

E numa semana tão agitada, assunto é o que não vai faltar, não percam, nessa segunda, às 20:00 hrs

Não perca, nessa segunda, a estreia da coluna “Mais Novela”

Segunda, dia 10, às 20:00, aqui no CTV

 

Dia 10, estreia a coluna “Mais Novela” aqui no CTV!

Olá pessoal, falta pouco para a estreia da nossa coluna!!

E logo na primeira edição, assunto é o que não vai faltar!

NÃO PERCAM, É DIA 10, ÀS 20:00 HRS, AQUI NO CTV

ATENÇÃO: Estréia da coluna “MAIS NOVELA” antecipada

Caros Leitores, eu, Vinicius Ferreira, novo colunista do CTV, informo que a estreia da coluna “Mais Novela” mudou de data. Vai ocorrer dia 10 de Janeiro, segunda-feira, às 20:00 hrs, aqui no CTV.

Não deixem de conferir, no programa de estréia teremos uma crítica da novela “Sete Pecados”, o balanceamento da estreia da reprise de “O Clone”, destaques da semana e muito mais!!!

Não percam, é dia 10 de janeiro, aqui no CTV



SEGUNDA, DIA 17, ÁS 20 HRS, NÃO PERCAM A ESTRÉIA DA COLUNA ” MAIS NOVELA “

maisnovela

Segunda-Feira, dia 17, estréia aqui no CTV a coluna “Mais Novela” sob o comando de Vinicius Ferreira, novo colunista aqui do blog. Espero todos vocês. Não percam!!

%d blogueiros gostam disto: