Chateado com briga, repórter do “CQC” diz que não teve culpa


https://i2.wp.com/natelinha.uol.com.br/img/pag/315x265/img20120418180717.jpg

 

Na última segunda (16), o clima esquentou entre os jornalistas que cobriam o encontro entre Hillary Clinton, secretária de Estado norte-americana, e Antonio Patriota, ministro das Relações Exteriores, Itamaraty, em Brasília.

Tudo poque o repórter Maurício Meirelles, do “CQC” (Band), teria tumultuado ao tentar entregar uma máscara de carnaval a Hillary.

Ele garante que não foi bem assim. Em conversa com o site GenteIG, Meirelles diz que esperou todos os jornalistas terminarem suas perguntas para então fazer sua intervenção, que para ele não foi de mal gosto. Alguns colegas o acusaram de ridicularizar a imprensa brasileira.

“Todos os jornalistas podiam fazer quatro perguntas. Quando todos já tinham encerrado, eu ofereci um presente do Brasil, uma máscara de carnaval, e então começou o bate-boca. Não sou de briga, então ignorei”, esclareceu ele.

De acordo com a assessoria de imprensa do Ministério das Relações Exteriores, no momento em que a ex-primeira-dama americana chegou, Maurício gritou “I love you, Hillary”, o que teria irritado os presentes.

O repórter do “CQC” se sente injustiçado. “O chato de tudo isso é que esperamos todo mundo acabar e quando eu a abordei durante um minuto, eles me xingaram. Não vou dizer que meu produtor e eu não nos exaltamos, a gente também xingou. Mas foi uma brincadeira, nada de agressivo. Ela mesma aceitou a máscara numa boa”, se recorda.

Segundo Meirelles, é “quase uma sacanagem” o que fizeram com ele. “Agora, imagine se ela tivesse colocado a máscara? Os mesmo fotógrafos que me ofenderam iriam me agradecer pela foto sair na capa dos jornais do mundo todo”, diz. 

Durante o encontro, Maurício Meirelles ainda ofereceu um charuto a Hillary Clinton, gritando: “vingança ao Bill Clinton”. Ele não acha que tenha pegado pesado com a brincadeira. “Todo mundo conhece a piada, não fui um babaca”, se defende, fazendo referência ao caso envolvendo Bill Clinton e a estagiária Mônica Lewinsky.

Sobre @Enricke_Oliver
Siga me no twitter @Enricke_Oliver. ( http://twitter.com/#!/enricke_oliver ) Faço parte do site O canal TV! Abraços (!!!)

Participe do CTV. Deixe seu comentário! Você pode fazer login usando nome/e-mail, ou usando sua conta do Twitter ou Facebook. Faça bom uso deste recurso!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: