O resultado não foi tão bom para as emissoras na cobertura do “Caso Eloá”:


A maratona do julgamento de Lindemberg Alves terminou mal para as emissoras de televisão que exploraram o caso de todas as formas possíveis. À espera da sentença, que demorou algumas horas para ser lida, Record e Band permaneceram no ar ao vivo e se perderam em repetições infinitas.

Foi um show de humor involuntário, comandado por Reinaldo Gottino e José Luiz Datena. Do alto do helicóptero da Record, o comandante Hamilton repetia, a cada cinco minutos. “A expectativa é muito grande.”

Sem ter o que falar, enquanto aguardavam a sentença, os jornalistas se esmeravam em detalhes desimportantes: “Carro entrando na garagem”, dizia Datena, enquanto a câmera da Band mostrava um carro entrando de ré na garagem do Fórum de Santo André.

“Tá vendo aquela perua branca, Gottino?”, perguntou a repórter da Record enquanto a câmera mostrava uma perua branca. “Tô vendo”, respondeu o apresentador. “Pois é, aquela perua branca é que faz o transporte dos jurados.”

A certa altura, Datena se irritou com os seguidos atrasos na divulgação da sentença. “Já mudaram”, reclamou. “Se não vão esperar o Jornal Nacional…”, disse, sugerindo que a leitura pudesse coincidir com o começo do telejornal da Globo –o que não ocorreu.

“A juíza está agora fazendo as contas”, explicou alguém na Record. “O áudio, nós vamos mostrar ao vivo”, disse a repórter, querendo dizer que a emissora transmitiria o som, sem imagens, da leitura da sentença.

“Daqui a pouco é meia-noite e a gente tá aqui falando”, observou Datena, impaciente, antes de prometer: “Eu vou dar um pulo de alegria aqui se esse cara pegar uma cana lascada”. Não deu tempo. O programa do apresentador acabou antes.

Durante a leitura feita pela juíza Milena Dias, a RedeTV! inovou. A emissora, que transmitia ao vivo a partida entre Porto e Manchester City, dividiu a tela em dois. Numa metade, continuou mostrando o jogo; na outra, exibiu cenas do caso Eloá e a voz da juíza. Deu para ver o segundo gol do Manchester.

Texto feito pelo colunista Mauricio Stycer.

Sobre @aloiziojunior10
Siga @aloiziojunior10

One Response to O resultado não foi tão bom para as emissoras na cobertura do “Caso Eloá”:

  1. Bruno says:

    Apesar disso eu até parabenizo a atitudes dessas duas emissoras que se dispuseram a transmitir ao vivo esse fato interrompendo suas programações e trazendo informações pertinentes ao caso. Enquanto isso, a Globo me decepcionou bastante pela pouca importância que deu caso incluindo o momento do anúncio da sentença e o SBT.

Participe do CTV. Deixe seu comentário! Você pode fazer login usando nome/e-mail, ou usando sua conta do Twitter ou Facebook. Faça bom uso deste recurso!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: