RELEMBRE: A decadência da Record (1999)


“A Rede Record será a maior emissora do Brasil em 2005”. Esta frase de um dirigente da emissora parece cada vez mais distante da realidade. Depois de atravessar uma fase de rápido crescimento, a Record começa a dá mostras que perdeu o fôlego. Hoje, o que vemos é uma emissora mergulhada na decadência, perdendo o rumo e com um futuro incerto. Talvez o melhor símbolo desta fase seja o novo programa de Gilberto Barros, o “Leão Livre”, com seu cenário copiado do “Jô Onze e Meia”. Tentando manter a audiência, a emissora planeja copiar antigas fórmulas que nunca deram certo.

No passado, a Record cresceu nas mãos de Eduardo Lafon, um profissional habilidoso, experiente, que soube montar uma programação composta pro programas populares, mas compensada por um excelente jornalismo. Com sua saída, assumiu José Paulo Vallone, um profissional com experiência na produção de programas, mas sem muito conhecimento na difícil arte de dirigir uma emissora. Apesar de ter cometido diversos erros, Vallone conseguiu manter a audiência da emissora, conseguindo implantar uma excepcional programação visual. Seu maior erro foi lançar uma novela que não possuí protagonistas, que logicamente fracassou. Como resultado, Vallone foi substituído pelo pastor Marcus Aragão, este sim, totalmente inexperiente.

Com poucas semanas no cargo de diretor artístico da emissora, Aragão já conseguiu provar que não possui condições de dirigir uma grande emissora. Para começar, ele promoveu uma série de mudanças no “Note e Anote”, transformando Cátia Fonseca na apresentadoras mais brega da TV brasileira. Criou um telejornal local, o SP Notícias, que se mostrou num grande fracasso. Finalmente, apresentou o novo “Leão Livre”, um franco favorito para ganhar o título de pior programa da TV brasileira.

Agora, Marcus Aragão prepara-se para apresentar a nova grade de programação da emissora. Definida num encontro em Campos do Jordão e mantida “em segredo”, esta nova grade da Rede Record parece ter sido feia sob medida para destruir o que sobrou. Para começar, a emissora pretende terminar a novela “Tiro e Queda” em janeiro, colocando em seu lugar uma novela mexicana. É verdade que “Tiro e Queda” é um fracasso de audiência, por culpa do péssimo roteiro. Isto, no entanto, não pode ser usado como justificativa para encerrar o que até então estava dando certo. É provável que Aragão tenha se inspirado no sucesso de “A Usurpadora” e esteja tentando copiar a tática do SBT. A Bandeirantes, CNT e a Rede Manchete já copiaram isto antes e não tiveram qualquer sucesso. Sílvio Santos parece ser a única pessoa capaz de descobrir qual novela mexicana pode fazer sucesso no Brasil, mesmo sendo dublada. Na verdade, o segredo do sucesso de uma novela reside no texto: qualquer roteiro de novela mexicana que fosse produzida no Brasil, com atores brasileiros, teria condições de superar a versão original. O grande problema que afeta as novelas brasileiras é a mania dos autores em tentar agradar a crítica, que possuí um gosto totalmente diferente do simples espectador

Outra decisão pouca acertada da diretoria da Record é a de substituir a “Escolinha do Barulho” por uma série de eventos chamado “Verão Total”. Esta é uma idéia velha, exibida todos os anos na Bandeirantes, com o nome de “Verão Vivo”, e que nunca deu certo. Só pode ser mania de copiar o que dá errado. Por fim, a emissora pretende transmitir provas de rodeio, ou idéia antiga que também nunca deu certo. Aliais, moda country já passou, é passdo, e os defensores dos animais destruirão a boa imagem dos rodeios. Por tudo isso, esta nova programação “secreta” da Rede Record parece mais com uma receita de fracasso.

No momento, a Record continua sendo a terceira maior emissora do pais, graças a competência da atual diretoria da Bandeirantes que trabalha com muito afinco para impedir o crescimento da emissora. Mesmo assim, a Band mostrou nos últimos dias um desempenho excepcional, mantendo-se na liderança no horário nobre. Basta que os dirigentes da Band mostrem um pouquinho de juízo para que a emissora volte para a terceira posição no ranking. Quanto a Record, ou Edir Macedo encontra um substituto para José Paulo Vallone ou a emissora da Barra Funda irá afundar de vez.

Fórum NaTelinha

4 Responses to RELEMBRE: A decadência da Record (1999)

  1. DANIEL says:

    KKKKKKKKKKKKKKK POR UM DOMINGO DE QUASE GLORIA O SBT E FANS PENSARAM QUE IRIAM POR A RECORD PRA TERCEIRO …POIS BEM ESTE FIM DE SEMANA A RECORD MAIS UMA VEZ MOSTROU SUA FORÇA DEIXANDO NO CHINELO O SBT TANTO NO SABADO COMO NO DOMINGO…AGORA OS BLOGUEIROS QUE CANTARAM DE GALO ANTES DA HORA AGORA TAO DESESPERADO QUERENDO DESCONSTRUIR A IMAGEM POSITIVA DA RECORD….MEUS AMIGOS BLOGUEIROS RENDAM-SE NAO HA COMO O SBT RESURGIR DO JEITO QUE ESTA…PODERA TER ALGUNS DIAS, TALVES SEMANA OU MUITO ESPORADICO UM MES DE ARRANQUE MAS NAO PASSARA DISSO….FATO!!! RECORD CONSOLIDADA NA SEGUNDA AUDIENCIA NO PAIS!!!!!

  2. Danilo M. says:

    a record não passa disso agora é só cair,ela nunca será como a rede Globo isso é fato!!!

  3. matheus recordista says:

    eu achei tão boa essa epoca na record,a emissora começou a crescer, eles estavam investindo no jornalismo com a compra do aguia dourada, redações moveis, motolinks, expansão da redação de jornalismo, o cidade alerta nesse ano estava começando a ser apresentado pelo datena que logo mais seria um sucesso, eles tinham um ótimo time de reporteres e jornalistas, e os outros principais programas da casa como o note anote, cidade alerta, programa raul gil, netinho, jornal da record estavam atingindo boa audiencia, e o programa leão livro do gilberto barros chegava a atingir algumas vezes a liderança contra o jornal nacional, se vc ver a história da rede record os anos 90 foi muito importante, e entre 1995 e 2005 a rede record cresceu muito o seu faturamento, condições tecnicas, habilidade dos diretores, grandes atores e jornalistas foram contratados, e depois falam que em 1999 foi o ano da decadencia na record, podia ser mais humilde, com baixa qualidade técnica, profissionais não capacitados se comparado a hoje, mas falar que é decadencia, isso é demais

  4. Anônimo says:

    e ja gostavam de copiar, é so ler na reportagem que eles queriam copiar isto, aquilo.

Participe do CTV. Deixe seu comentário! Você pode fazer login usando nome/e-mail, ou usando sua conta do Twitter ou Facebook. Faça bom uso deste recurso!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: