Vitor Belfort e Joana Prado participam do programa “Hebe” nesta terça


 

No programa “Hebe” desta terça-feira (23/08), às 22h05, na RedeTV!, Hebe Camargo recebe a atriz Bruna Lombardi, a apresentadora Marina Person e a Miss Brasil 2010, Débora Lyra para entrevistarem o humorista do Pânico na TV, Wellington Muniz, mais conhecido como Ceará, no quadro Roda de Mulheres.

Os sertanejos César Menotti e Fabiano se apresentam no palco do programa. Já no quadro Hebe Visita, vai ao ar uma entrevista exclusiva com o lutador de MMA e comentarista do UFC Rio, pela RedeTV!, Vitor Belfort e sua esposa Joana Prado, na casa de Hebe, em São Paulo.

No bate-papo, Vitor falou da expectativa para comentar a edição brasileira do maior torneio de artes marciais mistas do mundo, que acontece no dia 27 de agosto, no Rio de Janeiro e comentou da relação com Anderson Silva, que o nocauteou no 1º round no UFC 126, há seis meses, em Las Vegas: “Nós somos colegas de trabalho. Dizer que temos uma relação ruim é mentira. Nós somos competidores.  O objetivo dele é manter o cinturão e o meu objetivo é ganhar o cinturão, então é óbvio que existe uma competição”.

O lutador também falou da relação com Joana Prado, com quem é casado e tem três filhos. “Quando eu conheci a Joana, a beleza dela me impressionou. Mas, eu vi nela algo: a ternura e o valor da mulher. Hoje, a mulher confunde liberdade com libertinagem. Quando eu a conheci, eu me lembrei da ternura e do amor. E, principalmente, a questão da família. Eu sempre quis ter a minha família. A gente foi feito um para o outro. O casamento é vencer todos os dias as dificuldades e respeitar quem está ao seu lado”.

Ao lado do marido, Joana contou como é a relação do casal e revelou como se sente ao assistir às lutas de Vitor: “Não consigo descrever, é uma adrenalina. Eu sempre acho que ele vai ganhar, mas a minha fé está em Deus. Eu sempre profetizo que ele vai ganhar, fico muito nervosa. Quando ele perde uma luta, eu choro, mas, se ele perdeu, tudo tem um propósito na vida. E se ele perdeu, tem um porquê, a gente tem que ver o lado bom das coisas. Por exemplo, a penúltima luta dele, eu não consegui entender o porquê, mas eu consegui ver o lado bom, eu consegui ter compaixão pelas esposas dos outros lutadores, coisa que, antigamente, eu nunca tinha pensado, porque eu sempre tinha visto o Vitor nocautear. Eu nunca tinha pensado no próximo, nesse sentido. Então, eu passei a me preocupar com as outras famílias”.

Com informações do site Fabio TV

Sobre @Enricke_Oliver
Siga me no twitter @Enricke_Oliver. ( http://twitter.com/#!/enricke_oliver ) Faço parte do site O canal TV! Abraços (!!!)

Participe do CTV. Deixe seu comentário! Você pode fazer login usando nome/e-mail, ou usando sua conta do Twitter ou Facebook. Faça bom uso deste recurso!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: