Produção de “remakes” deve observar certos cuidados


Murilo Benício e Alexandre Borges em cena de "Ti-Ti-Ti" (24/1/11)

Baseado no sucesso de “Ti Ti Ti”, que ontem teve o seu último capítulo exibido, e na repercussão da reapresentação de “Vale Tudo” no canal Viva, alguns já defendem a tese que a Globo deve continuar investindo no “remake” dos seus grandes sucessos.

Na verdade, ninguém tem nada contra e isso até pode acontecer, entre tantos bons motivos, porque o público de hoje não é necessariamente o do passado. Há uma renovação constante.

Só que será necessário usar de certos cuidados. Se agora já temos um canal de reprises, é importante que se estimule cada vez mais a criatividade dos nossos autores e não faltem incentivos para o aparecimento de novos valores.

De vez em quando, tudo bem, mas que isto não se transforme em uma regra.

Por Flávio Ricco

UOL Televisão

Participe do CTV. Deixe seu comentário! Você pode fazer login usando nome/e-mail, ou usando sua conta do Twitter ou Facebook. Faça bom uso deste recurso!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: