Record mobiliza 100 profissionais para gravar cenas do primeiro capítulo da trama Ribeirão do Tempo


Equipe técnica e atores da novela viajaram a Casimiro de Abreu, a 130 km do Rio

Munir Chatack/Record

A última terça-feira (20) foi de poucas horas de sono e muito trabalho para a equipe técnica e para os atores da novelaRibeirão do Tempo, que tem previsão de estreia para o dia 25 de maio na Record.

Cem profissionais madrugaram para estar às 8h já às margens caudalosas do rio Macaé, que corta a cidade de Casimiro de Abreu, de 12.000 habitantes e localizada a 130 km do Rio de Janeiro. O rio, por conta de sua forte correnteza por 12 km e adequadas para a prática do rafting, foi escolhido para emprestar o nome de Ribeirão do Tempo à história de Marcílio Moraes.

R7 acompanhou a gravação das cenas do primeiro capítulo, que foram adiadas algumas vezes por conta das chuvas que castigaram o estado do Rio nos meses de março e abril. Para se ter uma ideia, a trama já tem gravado até o 25º capítulo (e 15 finalizados), mas o episódio de estreia ainda estava em aberto.

Em esquema de superprodução, foram registradas as cenas em que o bebum mais famoso da cidade, Querêncio (Taumaturgo Ferreira), tenta atravessar o Ribeirão do Tempo mesmo após ter enchido a cara de birita.

Por sorte, o artista plástico é salvo pelo aventureiro Tito (Ângelo Paes Leme), que descia o rio fazendo rafting com turistas para sua empresa Radical Livre. Ângelo, protagonista da trama, explicou a cena.

– Essa cena foi adiada umas oito vezes. Mas hoje (nesta terça-feira) fomos presenteados com um tempo maravilhoso, com sol, e conseguimos, enfim, gravar. Essa gravação é importante para apresentar a cidade, o rio, que também é um dos personagens da novela, e o meu personagem. Sempre com humor, suspense, amor e aventura, marcas das novelas do Marcílio Moraes.

Sob sol forte, Ângelo teve de gravar seis descidas no bote de rafting no trecho de maior correnteza do rio Macaé. Fã de esportes radicais, ele tirou de letra.

– Curto esportes radicais. Acho bacana. Para a novela, fiz workshops de rafting, paraquedismo e wakeboard. O que eu mais gosto é o paraquedismo. É o que faz a minha cabeça. Mas tenho dublês para todos.

Nas cenas desta terça (20), o ator dispensou o dublê e estava radiante em gravar fora do estúdio.

– Acho astral gravar num lugar lindo como esse. É bom sair um pouco do estúdio, do comum. A novela tem uma relação forte com a natureza, já que é cercada por um parque ecológico.

Escalado para gravar, Taumaturgo Ferreira não conseguiu desempenhar suas cenas. Cada recolocação dos botes de rafting na posição inicial demorava em média 50 minutos. Em alguns momentos, a água baixou muito e os botes ficaram presos nas pedras. Imprevistos comuns em gravações de externas. Mas mesmo assim o ator esbanjava bom humor para defender a atitude destemperada de seu hilário bebum.

– O Querêncio atravessou o rio a vida inteira. Entra bêbado e acha que vai sair na outra margem por acreditar que as águas do Ribeirão do Tempo são mágicas e vão curá-lo do porre. Ele é um ripongo, bebe muito. Tem uma frase dele que eu adoro: “Quem não bebe não vê o mundo girar!”.

Mas ele não consegue e quase morre afogado. É salvo por Tito. As cenas do resgate foram gravadas com o auxílio de um dublê (o ator Eduardo Barão) para o Querêncio. Destemido, Ângelo Paes Leme pulou nas águas para a gravação. Taumaturgo adorou as margens do rio Macaé.

– Já estou completamente imerso no espírito da novela. Tanto que aqui para mim não é Casimiro de Abreu, e sim Ribeirão do Tempo.
Diretor da trama, Edgard Miranda contou ao R7 as maiores dificuldades de se gravar cenas de ação à beira de um rio.

– As dificuldades são muitas. Temos que fazer o casamento perfeito do ator com o dublê, por exemplo. Mesmo com um dia lindo como hoje, a natureza não colabora. O bote atolou várias vezes com a baixa da água, a luz natural foi embora às 15h30… O lugar é lindo, mas gravar aqui é muito complicado. Escolhi por conta das águas cristalinas e pelo fato de não ter sido cenário anteriormente de nenhuma outra novela.

Para as gravações, foram mobilizadas oito câmeras, três delas em HD e cinco menores, estrategicamente colocadas sobre os remos do bote, no próprio bote e também uma subaquática.

– Essa grandiosidade toda é para enriquecer o primeiro capítulo da novela. Permaneceremos gravando em Casimiro de Abreu até a sexta-feira (23). Isso para ficar no ar no máximo 20 minutos.

Ribeirão do Tempo conta com uma cidade cenográfica já funcionando a todo o vapor em Pedra de Guaratiba, zona oeste do Rio. Edgard contou que o rio será inserido nas cenas gravadas por lá com tecnologia 3D.

– Gravamos cenas do rio Macaé para se transformar em Ribeirão do Tempo. No fundo das cenas na cidade cenográfica, como atrás da igreja, vai aparecer sempre uma represa, mas é tudo montagem.

Giovani Lettiere, do R7, no Rio

4 Responses to Record mobiliza 100 profissionais para gravar cenas do primeiro capítulo da trama Ribeirão do Tempo

  1. XIIIII says:

    GRANDE COISA!

  2. querendo imitar a globo! says:

    so tem dinheiro! qualidade zero.

  3. andinho says:

    querendo imitar a globo! :
    so tem dinheiro! qualidade zero.

    COITADO,NÃO SABE O QUE FALA POBRE ALIENADO.

  4. BOAZINHA says:

    A REDE RECÓPIA,COF, COF, PERDÃO, REDE RECORD, PRETENDE COM ESSA NOVELA AUDIÊNCIA SUPERIOR A DA NOVELA SENHORA DO DESTINO. SÉRIO GENTE! ALGUÉM DUVIDA?

Participe do CTV. Deixe seu comentário! Você pode fazer login usando nome/e-mail, ou usando sua conta do Twitter ou Facebook. Faça bom uso deste recurso!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: