Daniel Castro: “Viver a Vida” tem a pior audiência das novelas das oito


Viver a Vida tem a pior audiência das novelas das oito

Imagem

As novelas das sete e das oito da Globo passam pelos seus piores momentos nesta década. Ambas registram as menores audiências dos respectivos horários nos últimos dez anos na Grande São Paulo, principal mercado do país.
Viver a Vida, a atual das oito, tende a bater recorde negativo até seu final, previsto para maio. Com 120 capítulos já exibidos, registra média de 34,7 pontos na Grande São Paulo, abaixo de todas as novelas das oito apresentadas desde 2000, quando essas produções tinham o mesmo número de episódios (veja quadro acima). A obra de Manoel Carlos registra também a menor participação no total de televisores ligados: 55,1%.
A análise do desempenho das novelas das oito ao longo dos últimos anos mostra claramente uma decadência do produto, sem que as principais concorrentes da Globo (SBT e Record) consigam tirar proveito.
Tanto o SBT (de 2000 a 2003) quanto a Record (em 2008) chegaram a dar até 15 pontos no horário da novela das 21h da Globo, mas não conseguiram se sustentar nesse patamar. Hoje, mesmo com Viver a Vida em baixa, Record e SBT marcam 7,7 e 7,8 pontos no horário, respectivamente.
O Clone (que estreou em 1 de outubro de 2001, portanto, na mesma época do ano que Viver a Vida), tinha 43,2 pontos até o capítulo 120. SBT (com 14,7) e Record (com 3,6) somavam 18,3 pontos no horário. Agora, apesar de Viver a Vida registrar 8,5 pontos a menos do que o Clone, Record e SBT somam “apenas” 15,5 pontos.
O que aconteceu? Uma fuga de telespectadores da TV aberta é a resposta. Nos primeiros 120 episódios de O Clone, o total de televisores ligados era de 70%. Hoje, é de 63%. Na época da trama de Gloria Perez, os chamados outros aparelhos (videogames, videocassetes, DVD players, computadores conectados a televisores) e canais UHF ou de circuitos internos de vídeo somavam 3,4 pontos. Hoje, respondem por 9,6 pontos. Ou seja, atraem quase o triplo de telespectadores.

Imagem

No horário da novela das sete, o cenário não é muito diferente. Há três semanas no ar, Tempos Modernos tem média de 23,7 pontos, inferior a Bang Bang (2005), outrora considerado um grande “fracasso”, abaixo até ao que a Globo considera satisfatório para a novela das seis. Mas a participação de Tempos Modernos no total de televisores ligados (43,2%) não é muito inferior ao do início de Caras e Bocas. Em suas três primeiras semanas, a recém-encerrada novela de Walcyr Carrasco registrava 27,4 pontos e 44,6% de participação no total de televisores ligados, que caíram de 61% em abril de 2009 para 55% em janeiro de 2010.

One Response to Daniel Castro: “Viver a Vida” tem a pior audiência das novelas das oito

  1. ochato says:

    terça, dia 2fevereiro de 2010 ……………………………………………………………………Mantida ação contra empresária ligada à UniversalO Diário de Justiça Eletrônico, do Supremo Tribunal Federal, publicou nesta segunda-feira (1º/2) decisão do ministro Ricardo Lewandowski que negou seguimento à Reclamação ajuizada pela defesa de Alba Maria Silva da Costa, diretora de empresa ligada à Igreja Universal do Reino de Deus. Ela questionou ato do juiz de Direito da 9ª Vara Criminal de São Paulo (SP), que recebeu denúncia do Ministério Público quanto à prática dos crimes de evasão de divisas, manutenção de cotas no exterior sem conhecimento da autoridade federal competente e sonegação fiscal. Com a decisão, a ação prossegue.

    O ministro rejeitou o argumento da defesa de que a denúncia tem por base fatos já averiguados no Inquérito (INQ 1.903), que investigava o bispo Marcelo Bezerra Crivella e outros indiciados para apurar a prática dos mesmos crimes. O inquérito contra Crivella foi arquivado por falta de provas. O bispo da Universal tem prerrogativa de foro em razão do mandato parlamentar que exerce. Ele é senador pelo estado do Rio de Janeiro.

    “A reclamação utiliza como paradigma decisão proferida no INQ 1.903, de minha relatoria, na qual acolhi o pedido do Ministério Público Federal para o arquivamento do feito. Verifico, no entanto, que o ato reclamado não afrontou referida decisão, pois, conforme passo a demonstrar, os fundamentos que dão base à nova denúncia são distintos dos analisados naquele Inquérito”, afirmou o ministro.

    Embora tenha verificado que Alba Maria Silva da Costa estava entre os investigados pelo inquérito arquivado, cujo objeto era a apuração de responsabilidade penal de diretores de empresas, aparentemente ligadas à Igreja Universal do Reino de Deus, o ministro Lewandowski afirmou que aquele procedimento apurou supostos crimes cometidos entre os anos de 1992 e 1994.

    “Na nova denúncia, as ações criminosas investigadas se deram entre os anos de 1999 e 2009”, esclareceu o relator. Em sua decisão, o ministro do STF transcreve trechos do relatório de inteligência financeira do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) indicando que o volume financeiro envolvendo a Universal, entre março de 2001 e março de 2008, foi de cerca de R$ 8 bilhões.

    O mesmo relatório indica que as empresas Cremo Empreendimento S/A e Unimetro Empreendimentos S/A foram responsáveis pela movimentação, ocultação e dissimulação de mais de R$ 71 milhões, entre janeiro de 2004 e dezembro de 2005. “Concluiu-se, dessa forma, que não se tratam dos mesmos fatos, como quer a reclamante, pois a nova denúncia traz supostas condutas típicas ocorridas em épocas distintas”, concluiu Lewandowski. Com informações da Assessoria de Imprensa do Supremo Tribunal Federal.

Participe do CTV. Deixe seu comentário! Você pode fazer login usando nome/e-mail, ou usando sua conta do Twitter ou Facebook. Faça bom uso deste recurso!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: